Evolução temporal do uso da terra no município de Formosa do Rio Preto-Bahia

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorGomes, Roberto Arnaldo Trancoso-
Autor(es): dc.creatorCastro, Aracelly dos Santos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:40:12Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:40:12Z-
Data de envio: dc.date.issued2013-04-30-
Data de envio: dc.date.issued2013-04-30-
Data de envio: dc.date.issued2013-04-30-
Data de envio: dc.date.issued2012-12-10-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/12967-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/613460-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Geografia, 2012.-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho tem como objetivo entender o processo de uso e ocupação da terra no município de Formosa do Rio Preto (BA), por meio de técnicas de geoprocessamento. Foram utilizadas imagens em séries temporais para auxiliar na compreensão da evolução do uso agropecuário na região. Os sensores PRISM/ALOS e TM/LANDSAT foram os responsáveis pela geração de informações obtidas juntamente com a interpretação visual de imagens. Logo após foram quantificadas as categorias de uso extraídas do mapeamento multitemporal realizado entre os anos de 1988 a 2008. Por meio das quatro classes de uso analisadas ao longo dos anos, destaca-se a agropecuária, como sendo a categoria de uso que mais evoluiu no período estudado, esta em 1988 ocupava cerca de 6% da área do município de Formosa do Rio Preto, já em 2008 chegou a 32%, crescendo sua taxa de ocupação em aproximadamente 40% a cada 4 anos. O que contrapõem com a classe da vegetação natural, a qual teve a sua área cada vez mais reduzida no intervalo de tempo analisado, o que em 1988 possuía mais de 90% de área natural, chegou em 2008 com uma queda de 64% no percentual de área ocupada no município, o que revela uma taxa de conversão de 7% a cada 4 anos. Essa ocupação do uso da terra por essas duas classes (Agropecuária e Vegetação Natural), demonstra uma analogia opostamente proporcional entre elas. No que se refere à geomorfologia, o município está caracterizado em 9 unidades geomorfológicas, onde predominam as Chapadas intermediárias, as Frentes de Recuo Erosivo e as Rampas. Das 9 unidades geomorfológicas foram definidos os processos morfogenéticos influentes na região, os quais são definidos como Cárstico com 0,2% de área ocupada no município, Deposicional com 17,3% , Erosivo com 22,2% e o processo morfogenético Estável, que corresponde a uma área de aproximadamente 60,3% dentre todas é a que mais abrange o município. A expansão agrícola tornou necessária a análise nas Áreas de Preservação Permanente (APPs), que após o seu estudo revelou que ainda estão preservadas, como mostra os dados em 1988, quando a área ocupada pela vegetação natural foi de 96,88% e em 2008 correspondeu a 95,48% o que comprova que as APPs mantiveram-se quase inalteradas ao longo dos anos observados. As imagens de satélite analisadas em série temporal, forneceu informações importantes sobre a evolução do uso e ocupação da terra no município de Formosa do Rio Preto (BA), auxiliando no planejamento ambiental _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis study aims to understand the process of use and occupation of land in the municipality of Formosa do Rio Preto (BA), through GIS techniques. Images were used in series to assist in understanding the evolution of agricultural use in the region. The sensors PRISM / ALOS and TM / LANDSAT were responsible for the generation of information obtained with the interpretation of visual images. Right after were quantified use categories extracted from multitemporal mapping conducted between 1988 and 2008. Through the use of four classes analyzed over the years, highlights the agricultural, as the use category that evolved over the period studied, in 1988 it occupied about 6% of the municipal area of Formosa do Rio Preto, in 2008 has increased by 32%, growing its occupancy rate by approximately 40% every 4 years. What clash with the class of natural vegetation, which had its area increasingly reduced in the time interval considered, which in 1988 had more than 90% of the natural area, arrived in 2008 with a fall of 64% in the percentage of the municipal area, which discloses a conversion rate of 7% every 4 years. This occupation use and land cover for these two classes (Agricultural and Natural Vegetation), demonstrates an oppositely proportional analogy between them. With regard to the geomorphology, the municipality is characterized in 9 geomorphological units dominated the intermediate Chapadas, Fronts Retreat Erosive and Ramps. From 9 geomorphological units were defined morphogenetic processes influential in the region, which are defined as Karstic with 0,2% of occupied area in the city, Depositional with 17,3%, Erosive with 22,2% and process morphogenetic Stable which corresponds to an area of about 60.3% out of all is the most covers the municipality. Agricultural expansion has required the analysis in Permanent Preservation Areas (APPs), that after their study showed that are still preserved, as the data shows in 1988 when the area occupied by the natural vegetation was 96.88% and 95.48% corresponding to 2008 which demonstrates that the APPs remained almost unchanged over the years observed. Satellite imagery analyzed in temporal series, provided important information on the evolution of the use and occupation of land in the municipality of Formosa do Rio Preto (BA), assisting in environmental planning.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectAgropecuária-
Palavras-chave: dc.subjectSolos - uso-
Palavras-chave: dc.subjectGeomorfologia-
Título: dc.titleEvolução temporal do uso da terra no município de Formosa do Rio Preto-Bahia-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.