Estudo comparativo entre a eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior e a transcutânea parassacral no tratamento da Síndrome da Bexiga Hiperativa em mulheres idosas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorSousa, João Batista de-
Autor(es): dc.contributorAlves, Aline Teixeira-
Autor(es): dc.creatorJácomo, Raquel Henriques-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:36:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:36:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2019-12-03-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38444-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/611789-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências Médicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2019.-
Descrição: dc.descriptionA eletroestimulação de superfície tem sido usada no tratamento da Síndrome da bexiga hiperativa. O objetivo do estudo é comparar o efeito da eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior e da eletroestimulação transcutânea parassacral no tratamento da Síndrome da bexiga hiperativa em idosas. Mulheres idosas diagnosticadas com Síndrome da bexiga hiperativa foram randomizadas em dois grupos de acordo com o tipo eletroestimulação transcutânea: eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior (G1), transcutânea parassaral (G2).Todas as participantes receberam eletroestimulação (DUALPEX 961 â - marca Quark) de acordo com a locação do grupo, duas vezes por semana, por 30 minutos à baixa frequência (10Hz) por 8 sessões. Todas as pacientes receberam uroterapia. Como avaliação primária foi considerado o questionário de qualidade de vida (ICIQ-SF) e questionário de sintomas miccionais (ICIQ-OAB). Os desfechos secundários foram o diário miccional de 3 dias e o teste do absorvente de 1 hora. Ambos os tratamentos são eficazes na melhora dos sintomas pelos questionários ICIQ-SF (G1 = <0.001; G2 = <0.001) e ICIQ-OAB (G1 = <0.001; G2 = <0.001). No diário de 3 dias, o G1 reduziu o número de noctúria (p<0.001), urgência miccional (p<0.001), e urge-incontinência (p<0.001). Enquanto que no G2 houve diminuição no número de episódios de noctúria (p<0.001). Não houve diferença entre os grupos (p=0,668) no teste do absorvente. Não houve diferença significativa entre os grupos, ambos os tratamentos propostos são eficazes na melhora da Síndrome da Bexiga Hiperativa em idosas. Porém, o grupo de eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior apresentou melhora em mais variáveis comparado ao grupo de eletroestimulação parassacral.-
Descrição: dc.descriptionSurface electrostimulation has been used to treat overactive bladder syndrome. The aim of the study is to compare the effect of transcutaneous posterior tibial nerve electrostimulation and parasacral transcutaneous electrostimulation in the treatment of overactive bladder syndrome in the elderly. Elderly women diagnosed with overactive bladder syndrome were randomized into two groups according to the type of transcutaneous electrostimulation: transcutaneous posterior tibial nerve (G1) electrostimulation, parasaral transcutaneous (G2). All participants received electrostimulation (DUALPEX 961 â - Quark brand) according to group location twice a week for 30 minutes at low frequency (10Hz) for 8 sessions. All patients received urotherapy. The primary evaluation was the quality of life questionnaire (ICIQ-SF) and voiding symptoms questionnaire (ICIQ-OAB). Secondary outcomes were the 3-day voiding diary and the 1-hour pad test. Both treatments are effective in improving symptoms by the ICIQ-SF (G1 = <0.001; G2 = <0.001) and ICIQ-OAB (G1 = <0.001; G2 = <0.001) questionnaires. In the 3-day diary, G1 reduced the number of nocturia (p <0.001), urinary urgency (p <0.001), and urge incontinence (p <0.001). While in G2 there was a decrease in the number of nocturia episodes (p <0.001). There was no difference between groups (p = 0.668) in the absorbent test. There was no significant difference between the groups, both proposed treatments are effective in improving Hyperactive Bladder Syndrome in the elderly. However, the transcutaneous posterior tibial nerve electrostimulation group showed improvement in more variables compared to the parasacral electrostimulation group.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectSíndrome da Bexiga Hiperativa (SBH)-
Palavras-chave: dc.subjectIdosos-
Palavras-chave: dc.subjectEstimulação elétrica transcutânea-
Título: dc.titleEstudo comparativo entre a eletroestimulação transcutânea do nervo tibial posterior e a transcutânea parassacral no tratamento da Síndrome da Bexiga Hiperativa em mulheres idosas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.