Amostragem aleatória de ramos como técnica para quantificar a produção de frutos Caryocar brasiliense camp. (caryocaraceae)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorRezende, Alba Valéria-
Autor(es): dc.creatorBorges, Lívia Marques-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:29:13Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:29:13Z-
Data de envio: dc.date.issued2010-05-07-
Data de envio: dc.date.issued2010-05-07-
Data de envio: dc.date.issued2009-02-10-
Data de envio: dc.date.issued2009-02-10-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/4500-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/609060-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2009.-
Descrição: dc.descriptionO pequi é uma espécie típica do bioma Cerrado, cujo fruto é um importante produto florestal não madeireiro - PFNM. No entanto, o extrativismo dos frutos é feito, em geral, sem planos de manejo ou informações precisas sobre a produção. Este estudo foi realizado em uma área de cerrado sensu stricto, localizada na Reserva Ecológica e Experimental da Universidade de Brasília, Distrito Federal, com o objetivo de verificar a eficiência da amostragem aleatória de ramos para quantificar a produção de frutos de Caryocar brasiliense Camb. (pequi), visando o manejo sustentável da espécie. Para este estudo, a área selecionada foi inventariada, sendo amostradas 10 parcelas de 20x50 m distribuídas aleatoriamente no local. Em cada parcela, foram identificados botanicamente todos os indivíduos lenhosos arbóreo-arbustivos com Db (diâmetro da base tomado a 30 centímetros do solo) igual ou superior a 5 cm. O inventário permitiu conhecer a composição florística e a estrutura da vegetação onde foram selecionados indivíduos de pequi para aplicação da amostragem aleatória de ramos. Após o inventário, foram sorteadas cinco árvores de Caryocar brasiliense, pertencentes a diferentes classes de diâmetro para aplicação da amostragem aleatória de ramos. Foram testadas duas técnicas de seleção de ramos: probabilidade uniforme e probabilidade proporcional ao diâmetro do ramo. A validação do método de amostragem foi feita comparando a produção de frutos de pequi estimada pelas duas técnicas de seleção de ramos com a produção real, obtida pela contagem total dos frutos nas árvores sorteadas. O erro amostral médio das cinco árvores, para uma intensidade amostral de dez caminhos, foi de 231,85 % e 151,82 % para a probabilidade uniforme e proporcional ao diâmetro, respectivamente. Foi verificado que a técnica de probabilidade proporcional ao diâmetro dos ramos produziu estimativas com menor erro do que a técnica de probabilidade uniforme. A maior produção de frutos, considerando as médias das cinco árvores, ocorreu no quadrante sudoeste (68,8 frutos) e no estrato mediano da copa (91,8 frutos). A amostragem aleatória de ramos se mostrou uma metodologia pouco precisa para estimar a produção de frutos de Caryocar brasiliense, sendo sua principal desvantagem o alto valor do erro amostral associado às estimativas. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe pequi is a species typical of the Cerrado biome, which fruit is an important non-timber forest products - NTFP. However, the extraction of the fruit is done, in general, without management plans or precise information on production. This study was conducted in an area of cerrado sensu stricto, located in the Experimental Ecological Reserve of the University of Brasilia, Federal District, with the objective of verify the efficiency of randomized branch sampling to quantify the production of fruits of Caryocar brasiliense Camb. (pequi), to the sustainable management of the species. For this study, the selected area was recorded, and sampled 10 plots of 20x50m randomly. In each plot, were identified botanically all woodys individuals trees and shrubs with Db (diameter of the base taken at 30 cm soil) bigger than 5 cm. The forest inventory allowed the identification of the floristic composition and the structure of vegetation where the individuals of pequi were selected for implementation of randomized branch sampling. After the inventory, were randomly selected five trees of Caryocar brasiliense, belonging to different classes of diameter for application of a randomized branch sampling. We tested two techniques for selection of branches: uniform probability and probability proportional to the diameter of the branch. The validation of the method of sampling was done by comparing the production of fruits of pequi estimated by both techniques with the actual production, obtained by counting all fruits on trees. The actual average error of five individuals of pequi, sampling at an intensity of ten paths, was 231.85 % and 151.82 %, respectively for the uniform probability and probability proportional to the size of the branch. It may be noted that the technique of probability proportional to the diameter of the branches produced estimates with less error than the technique of uniform probability. The increased production of fruits, for the average of five trees, occurred in the southwest quadrant (68.8 fruits) and the median stratum of the canopy (91.8 fruits). The randomized branch sampling produced estimates of the production of fruits of C. brasiliense with high values of sampling errors.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectCerrados-
Palavras-chave: dc.subjectPequi-
Título: dc.titleAmostragem aleatória de ramos como técnica para quantificar a produção de frutos Caryocar brasiliense camp. (caryocaraceae)-
Título: dc.titleRandomized branch sampling as a method for quantify the production of fruits of caryocar brasiliense camb. (caryocaraceae)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.