Análise da relação dos casos de dengue no Brasil e os gastos com vigilância epidemiológica

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorSilva, Everton Nunes da-
Autor(es): dc.creatorSales, Josenalva Pereira da Silva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:17:34Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:17:34Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-02-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38200-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/604397-
Descrição: dc.descriptionDissertação (Mestrado Profissional) -- Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2020.-
Descrição: dc.descriptionA dengue é uma doença infecciosa febril aguda de etiologia viral e transmitida pelo Aedes aegypti. Pode apresentar desde uma evolução benigna na forma clássica a uma forma hemorrágica ou com complicações. As arboviroses e, em especial, a dengue geram consideráveis impactos econômicos e sociais ao Brasil. Em 2017 a incidência da doença no país, foi 120,9 casos/100 mil habitantes. Para o controle da doença o Ministério da Saúde repassa recursos para a área de vigilância epidemiológica de forma regular e automática (fundo a fundo) para os fundos de saúde dos estados e municípios. Os custos do combate e prevenção ao vetor são importantes informações para avaliar e, quando necessário, redefinir políticas públicas. Objetivo: A pesquisa busca analisar os gastos com a vigilância epidemiológica e a sua influência no número de casos de dengue no Brasil nos anos de 2013 e 2015. Método: Estudo transversal, descritivo, com utilização de regressão linear simples tendo o município como unidade de análise, baseado em dados do Brasil, nos anos de 2013 e 2015, referente ao número de casos confirmados e ao desempenho dos entes federativos com relação aos gastos da vigilância epidemiológica no combate à dengue. Foram analisados dados de 2.610 municípios que responderam às variáveis dependentes e independentes: casos confirmados de dengue, Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, cobertura da Estratégia de Saúde da Família e percentual de recursos gastos com vigilância epidemiológica. Resultado: Ficou evidenciado diferença nos dados entre os dois anos, quando relacionados com os casos confirmados de dengue. Verificou-se que 52% dos municípios tiveram aumento dos casos de dengue em 2013 e 2015 e a cobertura da Estratégia de Saúde da Família também aumentou em 4,37% considerando os dois anos do estudo; o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal apresentou uma relação positiva quando relacionado aos casos confirmados de dengue. A significância foi encontrada entre as variáveis cobertura da Estratégia de Saúde da Família (aumentou a cobertura e diminuiu os casos dengue), e Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (maior desenvolvimento, aumento de casos de dengue). A regressão linear não mostrou uma relevante significância estatística no número de casos de dengue no período estudado e os gastos com vigilância epidemiológica. Conclusão: O estudo aponta que, embora os recursos da vigilância epidemiológica sejam indispensáveis para o controle das doenças, os dados não descrevem grande influência para a diminuição ou aumento dos casos de dengue.-
Descrição: dc.descriptionThe dengue is an inflectional, feverish and acute disease, which is transmitted by Aedes aegypti. It may present from a benign evolution in the classical form to a hemorrhagic form or one with complications. Diseases caused by arthropods – particularly the dengue – cause economical and social impacts to Brazil. In 2017, the incidence of the disease in the country was 109,2 cases/100 thousand habitants. To control the disease, the Health Ministry passes on resources to the epidemiological monitoring area in a singular and automatic way (funds to funds) to the heath funds of the states and cities. The costs to fight and prevent the vector are important information to evaluate and, when necessary, redefine public politics. MAIN OBJECTIVE: The purpose of this research is to describe the relation between the dengue cases in Brazil and the country’s investments in epidemiological monitoring. MTHOD: Transversal and descriptive study which used simple linear regression, having the cities as an analysis unity, based in Brazilian data from 2013 to 2015, which refers to the number of confirmed cases and the federative entities’ investments in epidemiological monitoring to fight dengue. Data from 2.610 cities were analyzed, and they responded to the following variables both dependent and independent: confirmed cases of dengue, Firjan Index of Municipal Development, Family’s Health Strategy’s cover and the percentage of resources spent with epidemiological monitoring. RESULT: There was a difference in data between the two years, when related to the confirmed cases. The significance was found between the variables Family’s Health Strategy’s cover (with increased cover and decreased cases of dengue) and the Firjan index of municipal development (bigger development, more cases of dengue). The linear regression hasn’t shown a relevant statistical significance in the number of cases in the studied period and the investments in epidemiological monitoring. CONCLUSION: It was found that 52% had increasing cases of dengue in 2013 and 2015Family’s Health Strategy’s cover had increased in 4,37% considering the two years of study: the Firjan Index of Municipal Development present a positive relation when it comes to the confirmed cases of dengue. The study points that, although the resources from the epidemiological monitoring are indispensable to the control of the diseases, data don’t describe big influence to the decrease or the increase of dengue cases.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectDengue-
Palavras-chave: dc.subjectVigilância epidemiológica-
Palavras-chave: dc.subjectGastos públicos-
Título: dc.titleAnálise da relação dos casos de dengue no Brasil e os gastos com vigilância epidemiológica-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.