Migração, memória e território: o trabalhador rural nordestino na Ibaté paulista

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMelo, Beatriz Medeiros de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:18:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:18:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2008-04-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/91609-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/91609-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Geografia - FCT-
Descrição: dc.descriptionA década de 1990 aponta para o alargamento do fluxo migratório de nordestinos para o trabalho agrícola (fundamentalmente para a atividade do corte da cana de açúcar) na região administrativa de Ribeirão Preto. Ademais, tais trabalhadores têm servido de mão-de-obra em atividades de baixa qualificação e rendimentos em diversas regiões, em diferentes períodos e ciclos econômicos, desde a década de 1920. Tais fatos nos convidam a compreender o processo de territorialização subjacente ao processo migratório de nordestinos, no sentido de observar os níveis de apropriação possíveis, tanto no interior da cidade como no movimento entre o lugar de origem e de destino. Partimos, assim, do método regressivo-progressivo de Lefebvre, buscando, depois de observada a sincronia do tempo e espaço presentes, investigar outros tempos e espaços aos quais este de onde partimos (Ibaté) relaciona-se, e ainda localizar o sujeito-objeto desta pesquisa (o trabalhador rural nordestino) no contexto desvendado. A partir de então, percorremos o trajeto mesmo da migração, passando pela análise do momento da partida, analisando as trajetórias de alguns migrantes e, por fim, compreendendo os territórios constituídos entre cá e lá. Nesse sentido, num primeiro momento, apreendemos o papel das relações sociais e das estruturas no processo de territorialização no interior da cidade, e, num segundo momento, da circulação (de pessoas, objetos e sentimentos) entre o lugar de origem e de destino na constituição dos “territórios migratórios”...-
Descrição: dc.descriptionThe decade of 1990 appears for the enlargement of the migratory flow of Northeasterners for the agricultural work (fundamentally for the activity of the cut of the cane of sugar) in the administrative area of Ribeirão Preto. Besides, such workers have been serving as labor in activities of low qualification and incomes in several areas, in different periods and economical cycles, since the decade of 1920. Such facts invite us to understand the process of underlying territorialization to the migratory process of Northeasterners, in the sense of observing the possible appropriation levels, so much inside the city as in the movement among the origin place and of destiny. We left, like this, of the regressive-progressive method of Lefebvre, looking for, after having observed the synchrony of the time and space presents, to investigate other times and spaces to the which this from where left (Ibaté) associates, and still to locate the subject-object of this research (the worker rural Northeasterner) in the unmasked context. Starting from then, we traveled the same itinerary of the migration, going by the analysis of the moment of the departure, analyzing the paths of some migrants and, finally, understanding the territories constituted among here and there. In that sense, in a first moment, we apprehended the paper of the social relationships and of the structures in the territorialization process inside the city, and, in a second moment, of the circulation (of people, objects and feelings) among the origin place and of destiny in the constitution of the migratory territories...(Complete abstract, click electronic access below)-
Formato: dc.format221 f. : il.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectGeografia-
Palavras-chave: dc.subjectMigração-
Palavras-chave: dc.subjectCultura-
Palavras-chave: dc.subjectMigration-
Palavras-chave: dc.subjectMemory-
Palavras-chave: dc.subjectTerritory-
Palavras-chave: dc.subjectCulture-
Palavras-chave: dc.subjectIdentity-
Título: dc.titleMigração, memória e território: o trabalhador rural nordestino na Ibaté paulista-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.