Rendimento de carcaça e composição química da carne da perdiz nativa (Rhynchotus rufescens)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMoro, Maria Estela Gaglianone-
Autor(es): dc.creatorAriki, Joji-
Autor(es): dc.creatorSouza, Pedro Alves de-
Autor(es): dc.creatorSouza, Hirasilva Barbosa Alves de-
Autor(es): dc.creatorMoraes, Vera Maria Barbosa de-
Autor(es): dc.creatorVargas, Flávia Carolina-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:38:30Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:38:30Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2006-02-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782006000100040-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/4011-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/4011-
Descrição: dc.descriptionA composição química da carne e o rendimento de carcaça de perdizes (Rhynchotus rufescens) adultas, com 12 meses, criadas em cativeiro com rações balanceadas, foram determinadas neste trabalho. Para rendimento de carcaça, após o abate e evisceração, foram feitos dois cortes: peito e coxa+sobrecoxa+dorso. Para análise química, foram retiradas três amostras de cada corte para determinação da composição centesimal da umidade, proteínas totais, lipídeos totais, cinzas e colesterol. Os valores observados mostraram um rendimento médio de carcaça de 74,4% com 36,6% de carne de peito. Os componentes químicos apresentaram para os cortes de coxa-sobrecoxa e peito, respectivamente, umidade 62,4 e 55,9%; proteínas 25,2 e 29,1%; lipídeos 1,6 e 5,6%; cinzas 1,4 e 1,2% e colesterol 234 e 70mg/100g. O excelente rendimento de carcaça, somado à composição química de sua carne, mostra o potencial desta espécie para a produção de carnes especiais.-
Descrição: dc.descriptionThe composition of the meat and the carcass income of 12 months adult partridges (Rhynchotus rufescens), raised in captivity with balanced rations were established in this work. For carcass income, two cuts were made: thigh+ over-thigh + back and chest. For the chemical analysis three samples of each cut were removed to determinate the centesimal composition of the moisture, total proteins, total lipids, ashes and cholesterol. The observed values showed a medium income of carcass of 74.4% with 36.6% of chest meat. The chemical components presented for the cuts of thigh + over-thigh + back and chest respectively, were: moisture 62.4 and 55.9%; proteins 25.2 and 29.1%; lipids 1.6 and 5.6%; ashes 1.4 and 1.2%, and cholesterol 234 and 70mg/100g. The excellent carcass income added to the chemical composition of this meat show the potential of this species for the production of special meats.-
Formato: dc.format258-262-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Federal de Santa Maria (UFSM)-
Relação: dc.relationCiência Rural-
Relação: dc.relation0.525-
Relação: dc.relation0,337-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectChemical composition-
Palavras-chave: dc.subjectmeat-
Palavras-chave: dc.subjectpartridge-
Palavras-chave: dc.subjectCarcass yield-
Palavras-chave: dc.subjectcarne-
Palavras-chave: dc.subjectComposição química-
Palavras-chave: dc.subjectperdiz-
Palavras-chave: dc.subjectRendimento de carcaça-
Título: dc.titleRendimento de carcaça e composição química da carne da perdiz nativa (Rhynchotus rufescens)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.