Auxin-producing bacteria isolated from the roots of Cattleya walkeriana, an endangered Brazilian orchid, and their role in acclimatization

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorGaldiano Júnior, Renato Fernandes-
Autor(es): dc.creatorPedrinho, Eliamar Aparecida Nascimbém-
Autor(es): dc.creatorCastellane, Tereza Cristina Luque-
Autor(es): dc.creatorLemos, Eliana Gertrudes de Macedo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:38:29Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:38:29Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2011-06-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832011000300008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/4007-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/4007-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 07/52874-3-
Descrição: dc.descriptionBactérias produtoras de auxinas habitam raízes de orquídeas e podem trazer benefícios para a planta hospedeira. Plantas dessa família são multiplicadas em condições assimbióticas in vitro e pouco se conhece sobre a função desses microrganismos para a aclimatização ex vitro. Quatro rizobactérias isoladas da espécie Cattleya walkeriana foram avaliadas por sua capacidade de promoção do crescimento e sobrevivência de plântulas germinadas in vitro durante a aclimatização. Essas rizobactérias foram identificadas como Bacillus, Burkholderia, Enterobacter e Curtobacterium, com base no sequenciamento do gene 16S rRNA. A presença de compostos indólicos no sobrenadante filtrado de culturas líquidas foi quantificada por ensaios colorimétricos e cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Ácidos 3-indol lático (AIL) e indol-3-acetaldeído (AIAld) foram encontrados em grande quantidade, exceto na cultura de Enterobacter sp., em que ácido 3-indol acético (AIA) e ácido 3-indol pirúvico (AIP) prevaleceram. As rizobactérias foram inoculadas em plântulas germinadas in vitro, aclimatizadas em casa de vegetação durante 90 dias e avaliadas quanto à sua capacidade de promover o crescimento. Burkholderia sp. e Curtobacterium sp. proporcionaram a menor eficiência para o crescimento, enquanto Bacillus sp. e Enterobacter sp. favoreceram incrementos em todas as características avaliadas e ampliaram a percentagem de sobrevivência. Este trabalho elucida a função de rizobactérias produtoras de auxinas e seus benefícios para a promoção de crescimento de uma orquídea brasileira germinada em condições assimbióticas durante a aclimatização - condição que confere alta letalidade e limitante para a propagação de orquídeas.-
Descrição: dc.descriptionAuxin-producing bacteria inhabit the roots of orchids and can bring benefits to the host plant. Plants of this family are multiplied by in vitro assimbiotic conditions and little is known about the role of these microorganisms for ex vitro acclimatization. Four auxin-producing rhizobacteria isolated from the specie Cattleya walkeriana were evaluated for their ability to promote survival and growth of in vitro germinated plantlets during ex vitro acclimatization. Partial sequencing of the 16S rRNA genes of bacteria cultures from root velamen of this epiphytic species identified them as Bacillus, Burkholderia, Enterobacter and Curtobacterium. The presence of indole compounds in the filtered supernatants of liquid cultures was quantified by colorimetric assay and confirmed by HPLC. Indole-3-lactic acid (ILA) and indole-3-acetaldehyde (IAAld) were present in high quantities, except in Enterobacter sp. cultures, where in indole-3-acetic acid (IAA) and indole-3-pyruvic acid (IPA) were more prevalent. These rhizobacteria were inoculated into asymbiotically-germinated plantlets of the host orchid, acclimatized in greenhouse for 90 days and assessed for their growth-promoting ability. The lowest ability to promote growth was observed for Burkholderia sp. and Curtobacterium sp., while Bacillus sp. and Enterobacter sp. improved growth in all evaluated characteristics and increased the percentage of plantlet survival. This study highlights the role of auxin-producing rhizobacteria and their benefits for growth promotion of a Brazilian orchid germinated in asymbiotic conditions, during acclimatization, when plant mortality is high, limiting orchid propagation.-
Formato: dc.format729-737-
Idioma: dc.languageen-
Publicador: dc.publisherSociedade Brasileira de Ciência do Solo-
Relação: dc.relationRevista Brasileira de Ciência do Solo-
Relação: dc.relation0.799-
Relação: dc.relation0,679-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectrizobactérias promotoras do crescimento de plantas-
Palavras-chave: dc.subjectcompostos indólicos-
Palavras-chave: dc.subjectOrchidaceae-
Palavras-chave: dc.subjectplant growth-promoting rhizobacteria-
Palavras-chave: dc.subjectindolic compounds-
Palavras-chave: dc.subjectOrchidaceae-
Título: dc.titleAuxin-producing bacteria isolated from the roots of Cattleya walkeriana, an endangered Brazilian orchid, and their role in acclimatization-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.