Produtividade do milho relacionada com a resistência mecânica à penetração do solo sob preparo convencional

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFreddi, Onã S.-
Autor(es): dc.creatorCarvalho, Morel P.-
Autor(es): dc.creatorVeronesi Júnior, Valdenir-
Autor(es): dc.creatorCarvalho, Guilherme J.-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:38:13Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:38:13Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2006-04-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-69162006000100013-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/3849-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/3849-
Descrição: dc.descriptionA resistência mecânica do solo à penetração exerce grande influência sobre o desenvolvimento vegetal, uma vez que o crescimento das raízes e a produtividade das culturas variam de forma inversamente proporcional ao seu valor. O objetivo do trabalho foi estudar a variabilidade espacial e a correlação entre a produtividade do milho (PG) e a resistência mecânica do solo à penetração (RP) de um Latossolo Vermelho sob preparo convencional, em área pertencente à Fazenda Experimental de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia - FE/UNESP - Câmpus de Ilha Solteira. Foram definidos 133 pontos de amostragem no campo, segundo malha com espaçamento regular de 10,0 m, nos quais foram medidas a RP, a umidade gravimétrica (UG), nas camadas de 0-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m, e a PG. O modelo exponencial mostrou-se adequado para descrever todos os semivariogramas experimentais construídos. A RP e a UG apresentaram moderada dependência espacial, com alcance variando entre 20,2 e 63,0 m. A PG apresentou forte dependência espacial com alcance de 15,3 m. A RP não apresentou correlação espacial com a PG. Valores de RP variando entre 0,9 e 2,0 MPa não restringiram a PG.-
Descrição: dc.descriptionThe soil mechanical resistance to penetration shows high influence on vegetal development since the growth of the roots and the crops productivity change in the inversely proportional form with its value. The objective was to study the spatial variability and the correlation between maize yield (GP) and soil mechanical resistance to penetration (PR) of an Oxissol soil under conventional tillage, located at the Experimental Station of the Engineering College - FE/UNESP - Ilha Solteira, São Paulo State, Brazil. It was defined 133 points of sampling in the field, according to a grid with regular intervals of 10.0 m, for the attainment of PR, gravimetric moisture (GM), in the layers of 0-0.10; 0.10-0.20; 0.20-0.30 and 0.30-0.40 m, and the GP. The exponential model showed adequate to describe all the adjusted experimental semivariograms. The PR and GM showed moderate spatial dependence, with range varying between 20.2 to 63.0 m. The GP presented strong spatial dependence with range of 15.3 m. There was not a spatial correlation between PR and GP. Values of PR varying between 0.9 and 2.0 MPa did not limit the GP.-
Formato: dc.format113-121-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherAssociação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)-
Relação: dc.relationEngenharia Agrícola-
Relação: dc.relation0.387-
Relação: dc.relation0,305-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectGeostatistic-
Palavras-chave: dc.subjectKriging-
Palavras-chave: dc.subjectZea mays-
Palavras-chave: dc.subjectGeoestatística-
Palavras-chave: dc.subjectKrigagem-
Palavras-chave: dc.subjectZea mays-
Título: dc.titleProdutividade do milho relacionada com a resistência mecânica à penetração do solo sob preparo convencional-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.