Uso da ozonioterapia como terapia complementar em cães diagnosticados com parvovirose

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorTraldi, Rafael Franchi-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T01:43:00Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T01:43:00Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-10-30-
Data de envio: dc.date.issued2019-10-30-
Data de envio: dc.date.issued2019-09-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/190941-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/190941-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionCAPES 001-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Biotecnologia Animal - FMVZ-
Descrição: dc.descriptionA parvovirose canina destaca-se como um dos principais agentes etiológicos nas gastroenterites infecciosas em cães jovens, apresentando alta virulência e mortalidade em decorrência da gravidade do estado clínico geral dos pacientes. Seu tratamento clínico é sintomático, principalmente através da reposição eletrolítica e do controle do vômito e diarreia. Este fato aliado ao aumento crescente do índice de óbitos, estimulou o estudo de novas abordagens terapêuticas para o desenvolvimento de novos protocolos. A Ozonioterapia se destaca neste cenário em decorrência de suas múltiplas propriedades farmacológicas, atuando como antiviral, imunoestimulatório, anti-inflamatório, analgésico, dentre outros. Neste estudo, objetivou-se avaliar a Ozonioterapia como tratamento complementar em cães que apresentaram PCR positivo de fezes para parvovirose. Para isso, 25 animais aleatoriamente divididos em 2 grupos por meio de sorteio foram avaliados, sendo 7 animais do grupo controle (GC=7) e 18 animais do grupo ozônio (GO=18). Os animais tinham até dois anos de idade, vacinados e não vacinados contra parvovirose, machos ou fêmeas, sem distinção de raça ou porte. Durante o período de tratamento, os animais tiveram o hemograma, consistência das fezes, presença ou ausência de sangue nas fezes, presença ou ausência de êmese e o desfecho, com a alta ou óbito, como parâmetros. O desfecho pode ser considerado a variável de maior relevância clínica, demonstrando diferença significativa entre os grupos, onde os animais do grupo controle tinham 20 vezes (IC 95% 2,2 – 180,9) mais chance de irem a óbito quando comparados com os animais do grupo ozônio.-
Descrição: dc.descriptionCanine parvovirosis stands out as one of the main etiological agents in infectious gastroenteritis in young dogs, presenting high virulence and mortality due to the severity of the patient’s general clinical condition. Its clinical treatment is symptomatic, mainly through electrolyte replacement and control of vomiting and diarrhea. This fact, combined with the increasing death rate, has stimulated the study of new therapeutic approaches for the development of new protocols. Ozone therapy stands out in this scenario due to its multiple pharmacological properties, acting as an antiviral, immunostimulatory, anti-inflammatory, analgesic agent, among others. The aim of this study was to evaluate ozone therapy as a complementary treatment in dogs with positive stool PCR for parvovirus. For this, 25 animals randomly divided into 2 groups by lot were evaluated, being 7 animals from the control group (CG = 7) and 18 animals from the ozone group (GO = 18). The animals were up to two years old, vaccinated and unvaccinated against parvovirus, male or female, regardless of breed or size. During the treatment period, the animals had blood count, stool consistency, presence or absence of blood in the stool, presence or absence of emesis and the outcome, with discharge or death, as parameters. The outcome can be considered the most clinically relevant variable, demonstrating a significant difference between the groups, where the animals in the control group were 20 times (95% CI 2.2 - 180.9) more likely to die when compared to the animals. animals of the ozone group.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectOzônio-
Palavras-chave: dc.subjectCães-
Palavras-chave: dc.subjectParvovírus canino-
Palavras-chave: dc.subjectOzone-
Palavras-chave: dc.subjectDogs-
Palavras-chave: dc.subjectCanine parvovirus-
Título: dc.titleUso da ozonioterapia como terapia complementar em cães diagnosticados com parvovirose-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.