A questão de matemática: uma análise dialógica de provas do Enem (1998-2018)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFerreira, Carlos Eduardo da Silva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T01:07:38Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T01:07:38Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-08-16-
Data de envio: dc.date.issued2019-08-16-
Data de envio: dc.date.issued2019-05-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/183218-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/183218-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa - FCLAR-
Descrição: dc.descriptionA partir dos estudos discursivos de óptica bakhtiniana, esta nossa tese promove debates sobre relações discursivas veiculadas em enunciados-questão (as perguntas ligadas à Matemática) no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), do período de 1998 (data inicial de aplicação da prova) até o exame de 2018. O foco central da pesquisa é refletir sobre a constituição (e a compreensão) da questão de exame/vestibular enquanto gênero discursivo. Que fatores/aspectos sócio-históricos e político-educacionais operam sob a montagem dos enunciados deste conjunto de questões? Que alterações estilísticas são realizadas nestes enunciados e como tal acontecimento constrói uma imagem do "saber fazer" matemática? Para tal empreendimento, o nosso olhar analítico a respeito da constitutividade do gênero questão de prova do assunto Matemática se coloca relevante uma vez que travamos diálogos na densidade histórica das materialidades, a fim de compreendermos significações que as formas de expressividade dos enunciados-questão foram tomando ao longo do tempo. A importância desse “exame” de objetivos pode ser justificada sendo o Enem: a) uma avaliação do desempenho dos estudantes concluintes da Educação Básica, b) um instrumento de seleção de candidatos para o Ensino Superior e, inclusive, c) uma proposta-base para a reestruturação de currículos do Ensino Médio, conforme o parecer de aprovação da matriz do Novo Enem, emitido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação, em 2009. Ao refletirmos sobre o gênero questão de prova de matemática sendo atualizado no Enem, propomos eixos de análise voltados para o conteúdo temático, o estilo, a forma composicional, a contextualização e a interdisciplinaridade. A investigação de compreensões sobre o movimento de circulação e emergência de vozes que ressignificam os conceitos sobre avaliação em Matemática no Enem se dá por meio do cotejamento dos enunciados-questão do conjunto de provas, uma proposta metodológica para analisar em que medida as alterações da esfera político-educacional expressam posicionamentos/valores ideológicos sobre as relações de ensino-aprendizagem em matemática.-
Descrição: dc.descriptionFrom the discursive studies of Bakhtinian optics, our thesis promotes debates on discursive relations conveyed in question statements (the Mathematics questions) in the Enem (National Examination of Secondary Education), from the period of 1998 (initial date of application of the test) until the 2018 examination. The central focus of the research is to reflect on the constitution (and understanding) of the exam/vestibular question as a discursive genre. What factors/socio-historical and political-educational aspects operate under the assemblage of the statements of this set of questions? What stylistic changes are made in these statements and how does such an event construct an image of mathematical "know-how"? For such an undertaking, our analytical view of the constituency of the subject matter of proof of the Mathematical subject becomes relevant once we engage in dialogues in the historical density of materialities, in order to understand significations that the expressive forms of question statements have been taking over time. The importance of this "examination" of objectives can be justified as Enem: a) an evaluation of the performance of the students of the Basic Education, b) an instrument for the selection of candidates for Higher Education and, c) a basic proposal for the restructuring of secondary school curricula, according to the approval opinion of the New Enem matrix, issued by the National Council of Secretaries of Education, in 2009. As we reflect on the gender issue of math test being updated in Enem, we propose axes of analysis focused on the theme, style and compositional Structure, contextualization and interdisciplinarity. The investigation of understandings about the circulation movement and emergence of voices that resignificates the concepts about evaluation in Mathematics in the Enem is given through the comparison of the statements-question of the set of tests, a methodological proposal to analyze to what extent the changes of the sphere political-educational relations express ideological positions/values on teaching-learning relations in mathematics.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEnem-
Palavras-chave: dc.subjectMatemática-
Palavras-chave: dc.subjectAnálise bakhtiniana do discurso-
Palavras-chave: dc.subjectGênero do discurso-
Palavras-chave: dc.subjectVestibular-
Título: dc.titleA questão de matemática: uma análise dialógica de provas do Enem (1998-2018)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.