Planejamento, síntese e avaliação biológica de novos derivados da série LAPDESF FTD-AO com potencial atividade no tratamento da Doença de Alzheimer

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorChiba, Diego Eidy-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T01:07:31Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T01:07:31Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-08-12-
Data de envio: dc.date.issued2019-08-12-
Data de envio: dc.date.issued2019-06-26-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/183180-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/183180-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 16/08470-4-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 17/13524-9 (BEPE)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências Farmacêuticas - FCFAR-
Descrição: dc.descriptionA doença de Alzheimer (DA) é a principal e mais comum causa de demência senil, contribuindo com 50-75% dos casos diagnosticados. Nos países desenvolvidos, a DA é quarta causa de morte, ficando atrás somente de doenças cardiovasculares, câncer e acidente vascular cerebral. A projeção da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que até 2050 o número de idosos aumente 21% no mundo. A DA é uma doença neurodegenerativa progressiva, na qual os pacientes diagnosticados mostram uma extensa perda de sinapses e neurônios no hipocampo e nos córtex frontal e temporal, comprometendo de forma gradual suas funções cognitivas, como a memória, capacidade de aprendizado, raciocínio, assim como o comprometimento da comunicação e habilidade realização de atividades diárias. Atualmente não há tratamento capaz de curar ou modificar de maneira eficaz a doença, apenas medicamentos (donepezila, rivastigmina, galantamina e memantina) que melhoram alguns sintomas manifestados pelos pacientes. A redução do processo de neuroinflamação e estresse oxidativo associados ao envelhecimento e aos marcadores da DA, como a formação de placas senis e emaranhados neurofibrilares, contribui na plasticidade sináptica, cognição e memória e atenuando os efeitos associados à perda de neurônios dos pacientes acometidos pela DA. Neste trabalho foram planejados e obtidos oito compostos intermediários e nove compostos finais inéditos, planejados através da estratégia de hibridização molecular do ácido lipóico ou ácido ferúlico com derivados ftalimídicos. Todos os compostos foram caracterizados quimicamente por espectroscopia de RMN de 1H, RMN de 13C, espectroscopia de infravermelho, e tiveram seus pontos de fusão determinados. Para os compostos finais, também foi realizada a determinação teórica e experimental da característica físico-química logP, sendo observado que a maior parte dos compostos finais se apresentaram dentro da faixa adequada para conseguir atravessar barreiras biológicas. Quanto a atividade biológica, os compostos finais foram avaliados em relação a sua capacidade antioxidante, pelo teste de DPPH, sendo que os compostos Lapdesf FTD-AO 5, 6 e 7 apresentaram atividade sequestrante do radical em concentrações acima de 100μM. Também foi avaliado a citotoxicidade in vitro, onde foi observado que todos os compostos apresentaram 75% de viabilidade em pelo menos uma concentração avaliada. Além disso, os compostos finais Lapdesf FTD-AO 3, 5, 8 e 9 apresentaram atividade polimerizadora de tubulina. A partir dos resultados obtidos, foi observado que os compostos Lapdesf FTD-AO 5 e 8 apresentam potencial atividade neuroprotetora.-
Descrição: dc.descriptionAlzheimer's disease (AD) is the main and most common cause of senile dementia, accounting for 50-75% of diagnosed cases. In developed countries, AD is the fourth leading cause of death, leading only to cardiovascular disease, cancer and stroke. The projection of the World Health Organization (WHO) is that by 2050 the number of elderly people increase by 21% in the world. AD is a progressive neurodegenerative disease, in which the diagnosed patients show an extensive loss of synapses and neurons in the hippocampus and in the frontal and temporal cortex, gradually impairing their cognitive functions, such as memory, learning ability, reasoning, and communication impairment and ability to perform daily activities. Currently there is no treatment capable of curing or effectively modifying the disease, only medications (tacrine, donepezil, rivastigmine, galantamine and memantine) that improve some of the symptoms manifested by the patients. The reduction of neuroinflammation and oxidative stress associated with aging and AD markers, such as the formation of senile plaques and neurofibrillary tangles, contribute to synaptic plasticity, cognition and memory and attenuate the effects associated with the loss of neurons in patients with AD. In this work, eight intermediate compounds and nine unpublished final compounds were obtained through the molecular hybridization strategy of lipoic acid or ferulic acid with phthalimide derivatives. All compounds were chemically characterized by 1H NMR, 13 C NMR spectroscopy, infrared spectroscopy, and had their melting points determined. For the final compounds, the theoretical and experimental determination of the physical-chemical property log P was also determined, and it was observed that most of the final compounds were within the proper range to be able to cross biological barriers. As regards biological activity, the final compounds were evaluated for their antioxidant capacity by the DPPH test and the compounds Lapdesf FTD-AO 5, 6 and 7 presented radical sequestering activity at concentrations above 100μM. In vitro cytotoxicity was also evaluated, where it was observed that all compounds showed 75% viability in at least one concentration evaluated. In addition, the Lapdesf FTD-AO 3, 5, 8 and 9 final compounds exhibited tubulin polymerization activity. From the results obtained, it was observed that the compounds Lapdesf FTD-AO 5 and 8 present potential neuroprotective activity.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relation152659-
Direitos: dc.rightsclosedAccess-
Palavras-chave: dc.subjectDoença de Alzheimer-
Palavras-chave: dc.subjectNeuroproteção-
Palavras-chave: dc.subjectFtalimida-
Palavras-chave: dc.subjectÁcido Ferúlico-
Palavras-chave: dc.subjectÁcido Lipoico-
Palavras-chave: dc.subjectAlzheimer's Disease-
Palavras-chave: dc.subjectPhthalimide-
Palavras-chave: dc.subjectFerulic acid-
Palavras-chave: dc.subjectLipoic acid-
Título: dc.titlePlanejamento, síntese e avaliação biológica de novos derivados da série LAPDESF FTD-AO com potencial atividade no tratamento da Doença de Alzheimer-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.