Influência de quimioterápicos e citocinas inflamatórias na síntese de metaloproteinases por fibroblastos e sua modulação por derivados de proantocianidinas e laserterapia de baixa intensidade

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorCardoso, Lais Medeiros-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T01:00:46Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T01:00:46Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-21-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-21-
Data de envio: dc.date.issued2019-02-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/181140-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/181140-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 2015/21770-4-
Descrição: dc.descriptionCNPq: 442637/2014-4-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR-
Descrição: dc.descriptionA mucosite é um dos principais efeitos adversos do tratamento oncológico e apresenta influência significativa na morbidade e qualidade de vida dos pacientes submetidos a este tipo de tratamento. A etiopatogenia desta condição vem sendo relacionada não só a toxicidade direta dos quimioterápicos e radiação ionizante, mas também a uma ativação exacerbada da resposta inflamatória dos tecidos. Recentemente, o desenvolvimento e a severidade da mucosite oral também tem sido relacionada a expressão exacerbada de metaloproteinases (MMPs), que resulta na desorganização dos tecidos epitelial e conjuntivo e consequentemente, em atraso do processo de reparo. O manejo da mucosite oral tem sido baseado na utilização de agentes analgésicos tópicos, antibióticos e antifúngicos, bem como na aplicação da laserterapia de baixa intensidade (LBI). A LBI apresenta resultados positivos sobre as lesões de mucosite oral, porém, esta modalidade terapêutica requer a utilização de um equipamento de custo moderado e deve ser feita sob supervisão. Desta forma, novas estratégias preventivas e terapêuticas, que possam atuar na modulação da resposta inflamatória e na expressão de MMPs para diminuir a incidência e a severidade das lesões de mucosite oral e também acelerar o processo de reparo têm sido propostas. Estudos recentes demonstraram a efetividade de compostos naturais, como as antocianinas, na redução da incidência e severidade destas lesões. O objetivo desta pesquisa in vitro foi avaliar comparativamente os efeitos das proantocianidinas (PAs) extraídas de sementes de uva, da naringenina (NA), também denominada flavanonas, um composto sintético derivado das proantocianidinas, e da LBI como moduladores da síntese da citocina inflamatória IL-6 e de MMPs por fibroblastos gengivais. As células foram isoladas do tecido gengival de um paciente jovem (24 anos de idade) e saudável por meio de digestão enzimática e em seguida foram cultivadas e submetidas aos diferentes tratamentos. Inicialmente, foi avaliado a influência de dois quimioterápicos (5-fluorouracil - 5-FU e metotrexate - MTX) e de citocinas inflamatórias (TNF-α, IL-6 e -8) na indução da síntese e expressão gênica de MMP- 2 e -9, por meio de ELISA e qPCR. Em seguida, concentrações não citotóxicas e não genotóxicas de NA e PAs foram estabelecidas a partir do contato destes compostos sobre as células e avaliação da viabilidade pelo ensaio de alamarBlue e genotoxicidade pelo ensaio de micronúcleos. Na última etapa, foi avaliada a modulação da síntese de IL-6, MMP-2 e -9 pela NA e PAs, nas concentrações não citotóxicas e não genotóxicas, e LBI na dose de 3 J/cm² (LASERTable InGaAsP, 780±3nm, 25 mW) por meio de ELISA. Os dados obtidos foram submetidos aos testes estatísticos de ANOVA complementado por Tukey ao nível de significância de 5%. Observou-se que o tratamento das células com os quimioterápicos e citocinas aumentaram a síntese e expressão gênica de MMP-2 e -9. A concentração de 10 μg/mL de NA e PAs não apresentou genotoxicidade e aumentou a viabilidade dos fibroblastos, essa concentração também modulou a síntese de MMP-2 e -9 pelas células, bem como o tratamento com a LBI na presença do estímulo inflamatório (TNF-α). A aplicação de 10 μg/mL de PAs também diminuiu a síntese de IL-6 na presença do estímulo inflamatório. De acordo com as metodologias utilizadas neste estudo, a aplicação dos derivados de PAs e a LBI podem ser alternativas terapêuticas interessantes na redução da síntese de MMPs pelos fibroblastos gengivais.-
Descrição: dc.descriptionMucositis is the major adverse effect of oncological treatment and presents huge impact on oncological patients’ morbidity and quality of life. Etiopathogenesis of oral mucositis has been not only related to a direct toxicity of chemotherapy drugs and radiant therapy, but also to an extended inflammatory reaction. Recently, development and severity of oral mucositis has also been associated to increased expression of metalloproteinases (MMPs), that results in disorganization of epithelial and connective tissues, leading to a delayed tissue healing. Treatment of oral mucositis is based on the application of topic analgesic and antimicrobial compounds, as also low-level lasertherapy (LLLT). LLLT shows positive outcomes on oral mucositis, however, this therapy requires the use of a moderate cost equipament and professional supervision. Therefore, new preventive and therapeutic strategies that can act on the modulation of inflammatory response as well as on MMPs expression could decrease the incidence and severity of oral mucositis, therefore enhancing oral mucosa healing. Recent studies demonstrated the effectiveness of natural compounds, such as antocyanins on the decreased incidence and severity of these lesions. Consequently, the aim of the present in vitro study were to assess the effects of proanthocyanidins (PAs, grape seed extract), naringenin (NA, proanthocyanidins-derived synthetic compound), also denominated flavanones, and LLLT as modulators for synthesis of interleukin-6 and MMPs from gingival fibroblasts. Cells were isolated from the papillary gingival tissue of a young (24 years) and healthy individual by enzymatic digestion, then cultured and submitted to different treatments. The influence of two chemotherapeutic agents (5-fluorouracil - 5-FU and methotrexate - MTX) and inflammatory cytokines (TNF-α, IL-6 and -8) on the induction of MMP-2 and -9 synthesis and gene expression were evaluated by ELISA and qPCR. Next, noncytotoxic and non-genotoxic concentrations of NA and PAs were established from the contact of these compounds on the cells and evaluation of viability by the alamarBlue assay and the genotoxic potential by micronucleus assay. In the last step, we evaluated the modulation of IL-6, MMP-2 and -9 synthesis by the non-cytotoxic and non-genotoxic concentration of NA and PAs and LLLT at the dose of 3 J/cm² (LASERTable InGaAsP, 780 ± 3 nm) by ELISA. Data were statistically analyzed by the ANOVA test, complemented by Tukey test (P<0,05). Chemotherapeutic agents and cytokines treatments increased the synthesis and gene expression of MMP-2 and -9. The concentration of 10 μg/mL of NA and PAs showed no genotoxic potential and increased fibroblast viability, this concentration also modulated the MMP-2 and -9 synthesis, as well as treatment with LLLT in the presence of inflammatory stimulus (TNF-α). The 10 μg/mL PAs application also decreased the IL-6 synthesis in the inflammatory stimulus presence. According to the methodologies used in this study, the application of derivated components of PAs and LLLT could be interesting therapeutic alternatives in reducing the synthesis of MMPs by gingival fibroblasts.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsclosedAccess-
Palavras-chave: dc.subjectFibroblastos-
Palavras-chave: dc.subjectFlavanonas-
Palavras-chave: dc.subjectProantocianidinas-
Palavras-chave: dc.subjectLasers-
Palavras-chave: dc.subjectMetaloproteinases da matriz-
Palavras-chave: dc.subjectCitocinas-
Palavras-chave: dc.subjectFibroblasts-
Palavras-chave: dc.subjectFlavanones-
Palavras-chave: dc.subjectProanthocyanidins.-
Palavras-chave: dc.subjectLasers-
Palavras-chave: dc.subjectMatrix metalloproteinases.-
Palavras-chave: dc.subjectCytokines-
Título: dc.titleInfluência de quimioterápicos e citocinas inflamatórias na síntese de metaloproteinases por fibroblastos e sua modulação por derivados de proantocianidinas e laserterapia de baixa intensidade-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.