Matriz óssea desmineralizada caprina (MODc) na reparação de falhas ósseas não-críticas em tíbias de coelhos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSantos, Felipe Rocha dos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T01:00:31Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T01:00:31Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-18-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-18-
Data de envio: dc.date.issued2019-02-26-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/181052-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/181052-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.description2017/09563-9-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Cirurgia Veterinária - FCAV-
Descrição: dc.descriptionObjetivou-se neste estudo avaliar a matriz óssea desmineralizada caprina como xenoenxerto em falhas ósseas tibiais de coelhos. Foram utilizados 24 coelhos fêmeas, adultos da raça Nova Zelândia. Uma falha circular monocortical de 6 mm de diâmetro foi criada em ambas as tíbias, no terço proximal da superfície medial. A lesão da tíbia esquerda foi preenchida com 70mg de matriz óssea desmineralizada caprina, enquanto que a direita correspondeu ao controle. Nos períodos pós-operatórios de 15, 30, 60 e 90 dias, os 6 animais de cada grupo foram submetidos à eutanásia e amostras de tíbia proximal foram coletadas. As amostras foram escaneadas por meio de microtomografia computadorizada helicoidal. Analisou-se as características macroscópicas do reparo ósseo, o padrão de preenchimento trabecular e formação de tecido ósseo intralesional. Foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos, para os parâmetros volume ósseo e na relação entre volume ósseo e volume total nos tempos 15, 30 e 90 dias, com maior produção óssea obtida do grupo controle. Evidenciou-se também superioridade estatística do grupo controle em relação ao grupo matriz, para as variáveis superfície óssea, relação entre superfície óssea e superfície total e número de trabéculas, nos tempos 15 e 90 dias, indicando maior superfície óssea do tecido de reparo no grupo controle. A matriz óssea desmineralizada caprina demonstrou ser biotolerável e segura em coelhos, durante 90 dias, comprovando por meio de microtomografia computadorizada, o início da reparação óssea em 30 dias após implantação, bem como a formação de ponte óssea aos 60 dias.-
Descrição: dc.descriptionThe objective of this study was to evaluate the demineralized goat bone matrix as xenograft in tibial bone defects of rabbits. Twenty-four female rabbits, New Zealand adults, were used. A circular monocortical defect of 6 mm in diameter was created in the form of tibias, without proximal third of the medial surface. The case of the boundary case of the case of the demineralized caprine, while a corresponding right to control. On the postoperative days of 15, 30, 60 and 90 days, the six animals were submitted to euthanasia and proximal tibia samples were collected. The samples were scanned by computerized helical microtomography. Analyzed as macroscopic of bone repair, trabecular filling pattern and intralesional bone formation. Statistically significant differences were observed between the groups, so that the volumes were adjusted to the variable between volume and total volume at times 15, 30 and 90 days, with higher bone production in the control group. It was also evidenced the statistical superiority of the control group in relation to the set of matrices, such as the temperature in bone ground, the relation between the bone surface and the total surface and the number of trabeculae, in the 15 and 90 days, control. The demineralized bone matrix demonstrated to be biotolerable and safe in systems, during 90 days, proved by computer microtomography, the beginning of the system installation in 30 days after implantation, as well as a bone bridge formation at 60 days.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMicrotomografia por raios-X-
Palavras-chave: dc.subjectOrtopedia-
Palavras-chave: dc.subjectRejeição de enxerto-
Palavras-chave: dc.subjectXenoenxerto-
Palavras-chave: dc.subjectGraft rejection-
Palavras-chave: dc.subjectHeterograft-
Palavras-chave: dc.subjectOrthopedics-
Palavras-chave: dc.subjectX-ray Microtomography-
Título: dc.titleMatriz óssea desmineralizada caprina (MODc) na reparação de falhas ósseas não-críticas em tíbias de coelhos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.