Efeito de diferentes protocolos de polimento e repolimento de consultório (intraoral) nas propriedades físicas, químicas e mecânicas de cerâmica para o sistema CAD/CAM após simulação in vitro de 3 e 6 anos de uso clínico

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMazza, Letícia Cerri-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T00:59:34Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T00:59:34Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-02-14-
Data de envio: dc.date.issued2019-02-14-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-21-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/180749-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/180749-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Odontologia - FOA-
Descrição: dc.descriptionO melhor método para atingir uma superfície lisa das cerâmicas odontológicas é uma questão de controvérsia, devido à falta de um protocolo estabelecido na literatura. Atualmente, há o questionamento se os kits de polimento para consultório resultam em um acabamento e polimento superior ou semelhante ao obtido com o glaze, sendo esta questão de suma importância. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo avaliar as características físicas, químicas e mecânicas da cerâmica de dissilicato de lítio para o sistema CAD/CAM, submetida a diferentes protocolos de polimento e após diferentes ciclos de envelhecimento térmico, com e sem repolimento. Foram confeccionados 204 espécimes (14x4x1,2 mm) divididos em 07 grupos, de acordo com os polimentos realizados em suas superfícies e ciclos de ciclagem térmica (CT). Três sistemas de polimento foram avaliados: Glaze, Kit de polimento Ceramisté (Shofu) e Kit de polimento OptraFine (Ivoclar). O envelhecimento ocorreu por meio de diferentes testes: T1 - armazenamento em água destilada por 24 horas (controle); T2 - após 21.900 ciclos de 5 e 55oC por 30 segundos de CT (CT1); T3 - após 43.800 ciclos de CT (CT2); e após 21.900 ciclos de CT + repolimento dos espécimes + 21.900 ciclos de CT. Foram consideradas 5 variáveis de resposta: (1) rugosidade superficial (Ra), (2) energia de superfície (ES), (3) microscopia eletrônica de varredura (MEV) associada a espectroscopia de energia dispersiva (EED), (4) resistência à flexão (RF) e (5) módulo de elasticidade (ME). Os dados quantitativos foram submetidos à análise estatística ANOVA (2 fatores) e teste de Tukey, com nível de significância de 5%. Os resultados de Ra mostraram diferença estatística entre todos os grupos, sendo que o Grupo Glaze, apresentou menores valores. Para ES, houve diminuição dos valores após 43.800 ciclos de ciclagem térmica em todos os grupos. As imagens de MEV mostraram uma superfície mais lisa e homogênea nos espécimes do Grupo Glaze e mais rugosas e com depressões nos espécimes do Grupo Desgaste com ponta diamantada. Na RF, após 43.800 ciclos de ciclagem térmica, o Grupo Glaze apresentou maiores valores, sendo diferente estatisticamente de todos os outros grupos (p<0,001). Não houve diferença estatística entre os grupos que receberam polimento e repolimento com os Kits de polimento intraorais. No ME os grupos que receberam o glaze apresentaram maiores valores do que os demais grupos. O repolimento favoreceu na caracterização de superfície dos espécimes, porém, não influenciou na resistência à flexão e no módulo de elasticidade, exceto o grupo que recebeu polimento com o kit OptraFine. Em todas as análises quantitativas, o envelhecimento através da ciclagem térmica influenciou negativamente nas propriedades avaliadas, exceto para a análise de ES que, em geral, após o envelhecimento, houve uma diminuição dos valores-
Descrição: dc.descriptionThe best method to achieve a smooth surface of dental ceramics is a controversy, due to the lack of a protocol established in the literature. Nowadays, the question is whether office polishing kits result in superior finishing and polishing or similar to that obtained with glaze, being this issue of utmost importance. In this way, the present study aimed to evaluate the physical, chemical and mechanical of lithium disilicate ceramics for the CAD / CAM system, submitted to different clinical polishing protocols and after cycles of thermal fatigue with and without repolishing. A total of 204 specimens of 14x4x1.2mm dimensions was prepared and divided into 07 groups according to the polishes performed on their surfaces and thermal cycling cycles (TC). Three polishing systems will be evaluated: Glaze, Ceramisté Polishing Kit (Shofu) and OptraFine Polishing Kit (Ivoclar). The aging was perfomed by different tests: T1- storage in distilled water for 24 hours (Control); T2 - after 21,900 cycles of 5 and 55oC for 30 seconds of TC (TC1); T3 - after 43.800 cycles of TC (TC2) and after 21.900 cycles of TC + repolishing of the specimens + 21.900 cycles of TC. Five response variables were considered: (1) surface roughness (Ra), (2) surface energy (SE), (3) scanning electron microscopy (SEM) associated with energy dispersive spectroscopy (EDS), (4) flexural strength (FS), and (5) modulus of elasticity (ME). The quantitative data were submitted to ANOVA (two way) and Tukey test with significance level of 5%. The results of Ra showed statistical difference among all groups, and the Glaze Group showed lower values. For SE, there was a decrease in values after 43,800 cycles of thermal cycling in all groups. The SEM images showed a smoother and homogeneous surface in Glaze Group specimens and were more rough and with depressions in the Group Diamond wear specimens. In FS, after 43,800 cycles of thermal cycling, the Glaze Group presented higher values, being statistically different from all other groups (p <0.001). There was no statistical difference between the groups that received polishing and repolishing with the intraoral polishing Kits. In ME, the groups that received glaze had higher values than the other groups. The repolishing protocol favored the surface characterization of the specimens, but did not influence flexural strength and modulus of elasticity, except the group that was polished with the OptraFine kit. In all quantitative analyzes, aging through thermal cycling had a negative influence on the evaluated properties, except for ES analysis, which, in general, after aging, decreased values.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectProjeto auxiliado por computador-
Palavras-chave: dc.subjectCerâmica-
Palavras-chave: dc.subjectMódulo de elasticidade-
Palavras-chave: dc.subjectCeramic-
Palavras-chave: dc.subjectComputer-aided design-
Palavras-chave: dc.subjectElastic modulus-
Título: dc.titleEfeito de diferentes protocolos de polimento e repolimento de consultório (intraoral) nas propriedades físicas, químicas e mecânicas de cerâmica para o sistema CAD/CAM após simulação in vitro de 3 e 6 anos de uso clínico-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.