Análise da cimentação e da resistência de união de dois diferentes tipos de pinos de fibra de vidro em dentes com reabsorções radiculares internas simuladas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAbreu, Ricardo Toledo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T00:58:53Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T00:58:53Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-23-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-23-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-09-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/180530-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/180530-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.description2017/14203-1-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Odontologia Restauradora - ICT-
Descrição: dc.descriptionEste estudo analisou a interface de união e a força de adesão dos pinos de fibra de vidro Rebilda Post (RP) (VOCO) e Rebilda Post GT (GT) (VOCO) após cimentação em dentes com Reabsorção Radicular Interna (RRI) simulada. Quarenta e cinco raízes de pré-molares inferiores humanos foram padronizadas em 16 mm e incluídas em resina acrílica. Os canais radiculares (CR) foram preparados biomecanicamente, as raízes foram seccionadas em sua metade e a RRI foi simulada. Os segmentos foram retornados à posição original com auxílio de parafusos. Uma pasta de Ca(OH)2 permaneceu como MIC por 15 dias. A remoção foi feita por PUI e a qualidade da limpeza foi avaliada por estereomicroscopia. Os CR das amostras foram obturados e o preparo foi feito de forma padronizada. Os espécimes foram divididos em 2 grupos (n=20), de acordo com o tipo de pino cimentado. A resistência de união foi avaliada aos níveis cervical e da RRI pelo teste push-out. Para a análise estatística só foram incluídas falhas adesivas e predominantemente adesivas. Os resultados foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis, Mann Whitney e teste de Dunn (α = 0,05). Foi realizada MEV para análise da interface de união entre cimento e dentina radicular (n=1) e análise por microtomografia computadorizada (micro-CT) do pino GT (n=3). PUI não foi capaz de limpar completamente a maioria das RRI (62,5%). Houve alteração da resistência adesiva entre todos os grupos (p <0,05). Os valores de resistência de união para ambos os grupos na região cervical foram maiores em relação aos grupos na região de RRI. A MEV mostrou formação de tags resinosas na interface de união entre cimento resinoso e dentina radicular para ambos os grupos. Em análise por micro-CT, presença de bolhas no cimento e espaços na interface de união entre cimento são visíveis. A adesão de ambos os pinos foi afetada negativamente pelo nível da cimentação, adaptação do pino no canal radicular e presença de RRI. Rebilda Post apresentou melhores resultados de resistência adesiva no nível cervical enquanto que no Rebilda Post GT apresentou melhores resultados a nível de RRI.-
Descrição: dc.descriptionThis study analyzed the adhesion interface and bond strength of Rebilda Post (RP) (VOCO) and Rebilda Post GT (GT) (VOCO) glass fibers after cementation in teeth with simulated Internal Root Resorption (IRR). Forty-five roots of lower human premolars were standardized at 16 mm and included in acrylic resin.The root canals (RC) were prepared biomechanically, the roots were sectioned and the IRR was simulated.The segments were returned to original position with the aid of screws. A Ca(OH)2 paste remained as MIC for 15 days.The removal was done by PUI and the quality of the cleaning was evaluated by stereomicroscopy. The RC of the samples were filled and the preparation was done in standardized way. The specimens were divided into 2 groups (n=20), according to the type of cemented post. The bond strength was evaluated at the cervical and RRI levels by the push-out test. For the statistical analysis only adhesive and predominantly adhesive failures were included. The results were submitted to Kruskal-Wallis test, Mann Whitney test and Dunn test (α =.05). SEM was used to analyze the bond interface between cement and dentin root (n=1) and Microcomputed tomography (micro-CT) analysis of the GT post (n=3). PUI was not able to clear completely the majority of RRI (62.5%). There was alteration of the adhesive resistance between all groups (p <.05). The values of bond strength for both groups in the cervical region were higher in relation to the groups in the RRI region.The SEM showed formation of resin tags at the bond interface between resin cement and root dentin for both groups. In micro-CT analysis, the presence of bubbles in the cement and spaces in the bond interface between cement are visible. The adhesion of both posts was affected negatively by the level of cementation, post adaptation in the root canal and presence of IRR. Rebilda Post presented better results of adhesive resistance at the cervical level while that Rebilda Post GT presented better results at RRI level.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEndodontia-
Palavras-chave: dc.subjectMateriais restauradores do canal radicular-
Palavras-chave: dc.subjectReabsorção da raiz-
Palavras-chave: dc.subjectEndodontics-
Palavras-chave: dc.subjectRoot Canal Filling Materials-
Palavras-chave: dc.subjectRoot Resorption-
Título: dc.titleAnálise da cimentação e da resistência de união de dois diferentes tipos de pinos de fibra de vidro em dentes com reabsorções radiculares internas simuladas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.