Ação dos extratos de hamamélis e abacateiro sobre cepas clínicas resistentes de Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Marcela dos Santos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T00:58:22Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T00:58:22Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-03-
Data de envio: dc.date.issued2019-01-03-
Data de envio: dc.date.issued2018-11-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/180342-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/180342-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Biopatologia Bucal - ICT-
Descrição: dc.descriptionA resistência adquirida pelas bactérias aos antibióticos de amplo espectro tornou-se uma ameaça à saúde global. A necessidade de encontrar fármacos que consigam combater micro-organismos multirresistentes tem se tornado um grande desafio. Neste cenário, as plantas medicinais são promissoras por terem propriedades antimicrobianas eficazes, devido à presença de compostos fitoquímicos com atividades biológicas diversas. O objetivo desse estudo foi avaliar a ação antimicrobiana dos extratos glicólicos de Hamamelis virginiana (hamamélis) e de Persea americana (abacateiro) sobre cepas multirresistentes de Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa. A avaliação da atividade antimicrobiana dos extratos vegetais foi realizada em sete cepas clínicas de K. pneumoniae e de P. aeruginosa, em comparação com uma cepa de referência de K. pneumoniae (ATCC 4352) e de P. aeruginosa (ATCC 15442). Para a determinação das concentrações inibitórias mínimas (CIM) e bactericida mínima (CBM) dos extratos de abacateiro e de hamamélis foi utilizado o método de microdiluição em caldo, segundo NCCLS. Após obtenção destes resultados, foi verificada a ação dos extratos sobre biofilmes monomicrobianos de oito cepas de K. pneumoniae e de P. aeruginosa (1 cepa ATCC e 7 cepas clínicas resistentes). Após o período de 48 horas para a formação do biofilme, os extratos foram adicionados separadamente, pelo período de cinco minutos, na concentração efetiva pré-determinada (CBM) e concentrações superiores. Posteriormente, os biofilmes foram lavados e mensurados por dois diferentes testes, em que foram avaliadas a biomassa do biofilme pelo cristal violeta e a viabilidade dos micro-organismos pelo teste de MTT. Os experimentos foram realizados com n=10, utilizando duas repetições para cada cepa/extrato. Os dados foram analisados estatisticamente pelo método ANOVA, complementado pelo Teste de Tukey, com nível de significância de 5% (p≤0.05). Os resultados demonstraram uma significativa atividade antibacteriana de ambos os extratos contra a cepa-padrão e as cepas clínicas multirresistentes de K. pneumoniae e P. aeruginosa. Os extratos de abacateiro e de hamamélis, em todas as concentrações, demonstraram uma redução estatisticamente significativa na biomassa formada para pelo menos alguma das cepas clínicas de K. pneumoniae e P. aeruginosa testada. Para avaliação da viabilidade celular, ambos os extratos, na concentração de 200 mg/mL, demonstraram redução estatisticamente significativa nas cepas multirresistentes avaliadas de K. pneumoniae e P. aeruginosa. Como conclusão, os extratos glicólicos de H. virginiana e P. americana apresentaram ação antimicrobiana, resultando em concentrações com capacidade bactericida e significativa redução antibiofilme formados pelas cepas multirresistentes e ATCC de K. pneumoniae e P. aeruginosa.-
Descrição: dc.descriptionThe resistance created by bacteria to broad-spectrum antibiotics has become a threat to global health. The need to find drugs that can combat multidrug-resistant microorganisms has become a major challenge. In this scenario, medicinal plants are promising because they have effective antimicrobial properties due to the presence of phytochemical compounds with diverse biological activities. The objective of this study was to evaluate the antimicrobial action of the glycolic extracts of Hamamelis virginiana (hamamelis) and Persea americana (avocado) on multiresistant strains of Klebsiella pneumoniae and Pseudomonas aeruginosa. The evaluation of the antimicrobial activity of the plant extracts was carried out in seven clinical strains of K. pneumoniae and P. aeruginosa, compared to an strain of K. pneumoniae (ATCC 4352) and P. aeruginosa (ATCC 15442). The broth microdilution method, according to NCCLS, was used to determine the minimum inhibitory (MIC) and bactericidal (MBM) concentrations of the extracts of avocado and witch hazel. After obtaining these results, the extracts on monomicrobial biofilms of eight strains of K. pneumoniae and P. aeruginosa (1 strain ATCC and 7 resistant clinical strains) were verified. After the 48 hour period for biofilm formation, the extracts were removed, with a five-minute interval, in the effective exercise session (MBC) and in the upper sets. Afterwards, the biofilms were washed and measured by two different testicles, in which the biofilm biomass was evaluated by the violet glass and the viability of the microorganisms by the MTT test. The experiments were performed with n = 10, using two replicates for each strain / extract. The data were analyzed statistically by the ANOVA method, complemented by the Tukey test, with a significance level of 5% (p≤0.05). The results demonstrated an antibacterial activity of both extracts against the standard strain and as the clinical strains of K. pneumoniae and P. aeruginosa. The extracts of avocado and witch hazel at all concentrations demonstrated a statistically significant reduction in the biomass formed for at least some of the clinical strains of K. pneumoniae and P. aeruginosa tested. For evaluation of cell viability, both extracts, at a concentration of 200 mg / mL, demonstrated a statistically significant reduction in the multiresistant strains evaluated for K. pneumoniae and P. aeruginosa. In conclusion, the glycolic extracts of H. virginiana and P. americana showed antimicrobial action, resulting in concentrations with bactericidal capacity and significant antibiofilm reduction formed by the multiresistant strains and ATCC of K. pneumoniae and P. aeruginosa.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMicro-organismos multirresistentes-
Palavras-chave: dc.subjectKlebsiella pneumoniae-
Palavras-chave: dc.subjectPseudomonas aeruginosa-
Palavras-chave: dc.subjectPlantas Medicinais-
Palavras-chave: dc.subjectAção Antimicrobiana-
Palavras-chave: dc.subjectMultidrug-resistant microorganisms-
Palavras-chave: dc.subjectAntimicrobial Action-
Palavras-chave: dc.subjectKlebsiella pneumoniae-
Palavras-chave: dc.subjectPseudomonas aeruginosa-
Palavras-chave: dc.subjectMedicinal Plants-
Título: dc.titleAção dos extratos de hamamélis e abacateiro sobre cepas clínicas resistentes de Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.