Effects of meloxicam administered by different routes to control experimental uveitis in dogs

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorRibeiro, Alexandre Pinto-
Autor(es): dc.creatorEscobar, André-
Autor(es): dc.creatorMotheo, Tathiana Fergunson-
Autor(es): dc.creatorGodoy, Guilherme Selera-
Autor(es): dc.creatorLaus, José Luiz-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:33:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:33:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2009-10-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782009005000154-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/1693-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/1693-
Descrição: dc.descriptionForam estudados os efeitos do meloxicam, aplicado por diferentes vias, em uveítes experimentais em cães. Realizou-se paracentese de câmara anterior em dois momentos (M0 e M1), com intervalo de cinco horas entre si. em M0 e M1, foram coletados 0,2mL de humor aquoso e determinou-se a concentração de proteína total e de prostaglandina E2 (PGE2). Constituíram-se quatro grupos (n=5), que receberam meloxicam ao final de M0 pelas vias subcutânea (GI), subconjuntival (GII) e tópica (GIII). Um quarto grupo não recebeu tratamento (Controle). Procedeu-se à avaliação histopatológica nos indivíduos do GII. Os resultados foram avaliados estatisticamente (p≤0,05). em todos os grupos, encontrou-se aumento significativo dos níveis protéicos e de PGE2 em M1. Não se observou diferença significativa, em M1, entre os grupos para nenhum dos parâmetros estudados. Exsudado inflamatório de caráter agudo e hemorragia discreta foram vistos à histopatologia após a aplicação do meloxicam. O meloxicam foi ineficaz em inibir a síntese de PGE2 e o influxo de proteínas para a câmara anterior, por qualquer uma das vias testadas.-
Descrição: dc.descriptionEfficacy of meloxicam, administered by different routes was studied in experimental uveitis in dogs. Anterior chamber paracenteses was accomplished at two different moments (M0 and M1), with a five hour interval among them. At M0 and M1, 0.2mL of aqueous humor was collected and total protein and prostaglandin E2 (PGE2) quantitation was determined. Four groups were formed (n=5), which received meloxicam at the end of M0. by the following routes: subcutaneous (GIm), subconjunctival (GII), and topical (GIII). A fourth group that received no treatment was instituted (Control). Conjunctival histopathology of the GII was performed. Results were evaluated statistically (P≤0.05). In all groups, protein and PGE2 values enhanced significantly in M1. Protein and PGE2 values did not change significantly between groups at M1. Inflammatory exudate of acute character and mild hemorrhage were seen at histopathology, after meloxicam administration. Meloxicam were unable to inhibit PGE2 synthesis and the protein influx to the anterior chamber by any of the tested routes.-
Formato: dc.format2111-2116-
Idioma: dc.languageen-
Publicador: dc.publisherUniversidade Federal de Santa Maria (UFSM)-
Relação: dc.relationCiência Rural-
Relação: dc.relation0.525-
Relação: dc.relation0,337-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectUveitis-
Palavras-chave: dc.subjectMeloxicam-
Palavras-chave: dc.subjecttotal protein-
Palavras-chave: dc.subjectProstaglandin E2-
Palavras-chave: dc.subjectDog-
Palavras-chave: dc.subjectUveite-
Palavras-chave: dc.subjectMeloxicam-
Palavras-chave: dc.subjectproteína total-
Palavras-chave: dc.subjectProstaglandina E2-
Palavras-chave: dc.subjectCão-
Título: dc.titleEffects of meloxicam administered by different routes to control experimental uveitis in dogs-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.