A arquitetura fractal de Antonio Gramsci: História e política nos "Cadernos do Cárcere"

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Marcus Vinícius Furtado da Silva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-11T00:27:13Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-11T00:27:13Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-12-10-
Data de envio: dc.date.issued2018-12-10-
Data de envio: dc.date.issued2018-11-14-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/167566-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/167566-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em História - FCHS-
Descrição: dc.descriptionO presente trabalho visa compreender qual é o lugar do pensamento do intelectual e político italiano Antonio Gramsci (1891-1937) na Contemporaneidade, utilizando como fonte principal os “Quaderni del Carcere” produzidos no cárcere fascista entre 1929 e 1935. Esse problema é recorrente nos estudos gramscianos, sobretudo na Itália, e, com o intuito de oferecer novas abordagens do problema, consideramos os “Quaderni del Carcere” um objeto essencial ao trazer a discussão para o terreno da historiografia. Nesse sentido, esse trabalho propõe um diálogo entre as matrizes teóricas do contextualismo linguístico de John Pocock, a historiografia alemã, marcadamente a de Reinhart Koselleck e de Jorn Rusen, os estudos gramscianos italianos orientados pela historicização integral de Giuseppe Vacca e os estudos filológicos, principalmente de Gianni Francioni e Giuseppe Cospito. Portanto, essa tese pretende observar, a partir de uma leitura diacrônica ampliada, como os principais conceitos enunciados nos “Quaderni del Carcere” são produzidos a partir de uma linguagem marxista. Contudo, uma vez que são condicionados por outra consciência histórica, tais conceitos transpassam essa linguagem, caracterizando Gramsci como um pensador político que ultrapassa o marxismo e é fundamental para a formulação de uma política democrática para o século XXI.-
Descrição: dc.descriptionThe present work aims to comprehend the thought’s site of the Italian intellectual and politic Antonio Gramsci (1891-1937) in the contemporaneity, usindo as the principal historial source the Quaderni del carcere, produced in a fascist prision among 1929 and 1935. This issu is recurrent in gramscian studies, mainly in Italy. However, intending to launch new approaches for this question, we consider the Quaderni essencialy as a historical object, bringing the discussion to a historiographical field. Therefore, our work proposes a dialog between theoretical matrices from John Pocock’s linguistic conceptualism and german historiography, mainly Reinhart Koselleck and Jorn Rusen, together with Italian gramscian studies, guided by Giuseppe Vacca’s integral historicization and the Gianni Fracioni’s and Giuseppe Cospito’s filological studies. Thus, this thesis intends to observate, parting from an amplied diachronic reading, how the main concepts announced in the Quaderni are produced inside a Marxist language. Nevertheless, once condicioned by another historical consciousness, these concepts transpasses these language, putting Gramsci as a political thinker beyond Marxism, fundamental for a formulation of a democractical politic in the XXI century.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectGramsci-
Palavras-chave: dc.subjectMarxismo-
Palavras-chave: dc.subjectHistória-
Palavras-chave: dc.subjectPolítica-
Palavras-chave: dc.subjectDemocracia-
Palavras-chave: dc.subjectMarxism-
Palavras-chave: dc.subjectHistory-
Palavras-chave: dc.subjectDemocracy-
Palavras-chave: dc.subjectPolitics-
Título: dc.titleA arquitetura fractal de Antonio Gramsci: História e política nos "Cadernos do Cárcere"-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.