Trabalho socioeducativo no Serviço Social à luz de Gramsci: o intelectual orgânico

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorJacinto, Adriana Giaqueto-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:41:09Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:41:09Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-11-12-
Data de envio: dc.date.issued2018-11-12-
Data de envio: dc.date.issued2017-04-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/1414-49802017.00100009-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/157728-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/157728-
Descrição: dc.descriptionAbstract This essay addresses the contribution of Gramscian thinking to social service using as a reference the apprehension of the relations between politics and culture, with an emphasis on the educational dimension of the work of social assistants. The central questioning is: can social assistants, as professionals who work with the class that has been expropriated of its basic rights, assume the role of organic intellectuals, in the Gramscian concept? It uses the history of the life and work of Gramsci to situate the concept of the organic intellectual and his relationship with other contents imbricated in the theme of politics and culture, reflecting on the expansion of the understanding of pedagogical practice, grasping it in the broad process of the class struggles, linked to the issue of hegemony.-
Descrição: dc.descriptionResumo Este ensaio aborda a contribuição do pensamento de Gramsci para o Serviço Social tendo como referência a apreensão das relações entre política e cultura, com ênfase na dimensão educativa do trabalho do assistente social. O questionamento central é, se o(a) assistente social, enquanto profissional que trabalha com a classe expropriada de seus direitos fundamentais, pode assumir o papel de intelectual orgânico, na concepção gramsciana. Parte da história de vida e obra de Gramsci para situar o conceito de intelectual orgânico e sua relação com outros conteúdos imbricados na temática da política e cultura, refletindo sobre a ampliação do entendimento de prática pedagógica, apreendendo-a no amplo processo de lutas de classes, vinculado à questão da hegemonia.-
Formato: dc.format84-92-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherPrograma de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina-
Relação: dc.relationRevista Katálysis-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectOrganic intellectual. Gramsci-
Palavras-chave: dc.subjectSocial Service. Educational dimension.-
Palavras-chave: dc.subjectIntelectual orgânico-
Palavras-chave: dc.subjectGramsci-
Palavras-chave: dc.subjectServiço Social-
Palavras-chave: dc.subjectDimensão educativa-
Título: dc.titleTrabalho socioeducativo no Serviço Social à luz de Gramsci: o intelectual orgânico-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.