Variação na resposta à kisspeptina para avaliação de precocidade sexual em novilhas nelore

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorPaiva, Ana Flávia Teresa-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:32:03Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:32:03Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-07-06-
Data de envio: dc.date.issued2018-07-06-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/154469-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/154469-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciência Animal - FMVA-
Descrição: dc.descriptionObjetivou-se comparar a concentração de LH plasmático, em resposta à kisspeptina exógena, em novilhas Nelore, para avaliar a maturação sexual do Sistema Nervoso Central. As hipóteses testadas foram de que em resposta a kisspeptina, a secreção de LH aumenta com a idade e que em uma mesma idade, novilhas com maior peso à desmama secretam mais LH que as desmamadas mais leves. Utilizou-se 50 bezerras, segregadas em leves (174kg) e pesadas (232kg), desafiadas mensalmente dos 8 aos 16 meses, com 10 µg/kg (IM) de kisspeptina recombinante bovina, e após 20 min foi realizada a coleta de sangue. Aos 16 meses as novilhas foram expostas a touros por 60 dias e 30 dias depois a taxa de prenhez foi avaliada. A quantificação de LH, P4 e leptina foi feita por radioimunoensaio e IGF-I por ELISA. Houve aumento na concentração de LH em resposta a kisspeptina dos 8 aos 14 meses de idade. Comparando diferença na concentração de LH entre o 8º mês com meses os subsequentes, observou-se aumento no grupo prenhe no 11º mês, e no grupo não prenhe no 12º mês. A taxa de prenhez no grupo pesado foi de 92% enquanto que no grupo leve foi de 62,5% e o tempo gestacional estimado foi maior no grupo pesado. A concentração do IGF-I foi maior aos 12 meses no grupo leve e aos 15 meses no grupo não prenhe, enquanto que a concentração de leptina foi maior no grupo pesado aos 13, 15 e 16 meses, e prenhe aos 9 e 10 meses. A concentração de LH após a kisspeptina aumentou com a idade, mas não foi maior nos animais mais pesados à desmama, mas foi capaz de avaliar a maturação sexual do hipotálamo e futuramente pode ser usada para a triagem de novilhas Nelore com precocidade sexual.-
Descrição: dc.descriptionThe objective was to compare the plasma luteinizing hormone (LH) concentration in response to exogenous kisspeptin in Nellore heifers in order to evaluate the sexual maturation of the Central Nervous System. The tested hypotheses were: in response to kisspeptin the LH secretion increases with age and at the same age, heifers with higher weaning weight secrete more LH compared to lighter ones. Fifty heifers were used, secreted in light (174kg) and heavy (232kg), challenged monthly from 8-16 mo, with 10 μg / kg (IM) of recombinant bovine kisspeptin, and after 20 min blood sample was collected. At 16 months the heifers were exposed to bulls for 60 days, the pregnancy was evaluated 30 days later. The LH, P4 and leptin quantification were done by radioimmunoassay and IGF-I by ELISA. There was an increase in LH concentration in response to kisspeptin from 8th to 14th months of age. Comparing the difference on LH concentration between the 8th with the following months, the pregnant group presented an increase at 11th whereas the non-pregnant group it was observed at 12th month. The heavy heifers pregnancy rate was 92% while in the light group it was 62.5% and gestational time was also higher in the heavy group. IGF-1 levels was greater at 12th mo in the light group and at 15th mo in non-pregnant group. Leptin level was higher at 13th, 15th and 16th mo in the heavy group and at 9th and 10th mo in pregnant group. The LH concentration after kisspeptin injection increased according to age, was not higher in heavier animals at weaning, but was able to evaluate hypothalamus sexual maturation and in the future can be used as a screening tool for sexual precocity in Nellore heifers.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectpuberdade-
Palavras-chave: dc.subjectNelore-
Palavras-chave: dc.subjecthormônio luteinizante-
Palavras-chave: dc.subjectreceptores de kisspeptina-1-
Palavras-chave: dc.subjectpuberty-
Palavras-chave: dc.subjectNellore-
Palavras-chave: dc.subjectluteinizing hormone-
Palavras-chave: dc.subjectreceptors kisspeptin-1-
Título: dc.titleVariação na resposta à kisspeptina para avaliação de precocidade sexual em novilhas nelore-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.