Citações no vestibular da FUVEST: a apropriação da palavra do outro e argumentação

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSanches, Isabela Canella-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:31:55Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:31:55Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-29-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-29-
Data de envio: dc.date.issued2018-04-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/154413-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/154413-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa - FCLAR-
Descrição: dc.descriptionEsta proposta de pesquisa está embasada nos estudos bakhtinianos do discurso. De acordo com Bakhtin, pode-se depreender que em todo enunciado há diálogo, ou seja, todo enunciado apresenta uma relação de sentido com outro enunciado, e esse é o princípio do dialogismo. Entendemos que todo discurso é constituído considerando o discurso do outro, estabelecendo, assim, relações de sentido. Destarte, todos os enunciados são dialógicos, sendo todo discurso ocupado pelo discurso alheio. A partir disso, analisamos o aparecimento da palavra do outro nas redações do vestibular da FUVEST, mais especificamente na forma de citações. Focamos nosso estudo na observação do aparecimento de citações nas melhores redações da FUVEST nos anos de 2000, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012. Em seguida, após o levantamento desses dados, procuramos entender de que modo foi feita a apropriação da palavra do outro, ou seja, se por meio do discurso direto ou indireto. Para isso, utilizamos os escritos do Círculo de Bakhtin concernentes ao discurso de outrem e sobre as questões de estilo. Nesse sentido, este trabalho justificou-se pela necessidade de descobrir de que maneira as citações aparecem nas melhores redações da FUVEST. Além disso, ainda pensando na constituição dialógica do sujeito, utilizamos escritos sobre a relação constitutiva entre leitura e escrita e como essa relação influi na elaboração do conteúdo citado pelo candidato. Como resultado, entendemos, a partir da análise do corpus, que grande parte das redações apresenta citação, seja de textos da coletânea oferecida pela prova, seja de textos externos à prova e que constituem a bagagem sócio-histórica e cultural do aluno. O uso de citações é mais recorrente em determinados anos do que em outros e defendemos que isso está relacionado ao tema de redação propost. Ademais, depreendemos, com base no que foi estudado, que o conteúdo citado e que é externo à prova ainda se apoia em textos representantes de um discurso reproduzido na escola. Também que o tipo de discurso mais utilizado pelos candidatos quando citam é o discurso indireto. Observamos, portanto, a relação dialógica proposta pelo Círculo de Bakhtin e entendemos que ela se faz presente quando o candidato elabora a redação durante a prova do vestibular, sendo evidenciada pelo uso da citação.-
Descrição: dc.descriptionThis research proposal is based on Bakhtin's discourse studies. According to Bakhtin, it can be deduced that in every statement there is dialogue, that is, every statement presents a relation of meaning to another statement, and this is the principle of dialogism. We understand that every discourse is constituted considering the discourse of the other, thus establishing relations of meaning. Thus, all statements are dialogic, and every discourse is occupied by the discourse of others. From this, we analyze the appearance of the word of the other in the writing test from FUVEST entrance exam, more specifically in the form of quotations. We focused our study on the observation of quotations in the best compositions of FUVEST in the years 2000, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, and 2012. Then, after the survey of these data, we try to understand how the appropriation of the word of the other was made, that is, whether through direct or indirect discourse. For this, we use the writings of the Circle of Bakhtin concerning the discourse of others and about questions of style. In this sense, this work is justified by the need to find out how quotations appear in the best writings tests from FUVEST. In addition, still concerning the individual’s dialogic constitution, we used works about the constitutive relationship between reading and writing and how this relationship influences the elaboration of the content quoted by the candidate. As a result, we understand, from the analysis of the corpus, that most of the writings present a quotation, either from the texts of the collection of texts offered by the exam, or from texts external to the exam that constitute the student’s socio-historical and cultural background. The use of quotations is more used in certain years than in others, and we defend that this is related to the proposed writing theme, since some are more concrete, some more abstract, opening different possibilities to the candidate. In addition, we conclude, based on what has been studied, that the quoted content which is external to the exam is still based on texts representing the literary and cultural canon. Also, the type of discourse most used by the candidates when citing is indirect discourse. We thus observe the dialogical relationship proposed by the Bakhtin Circle and we understand that it is present when the candidate elaborates the essay during the vestibular test, being evidenced by the use of the quotation-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectredações-
Palavras-chave: dc.subjectFUVEST-
Palavras-chave: dc.subjectdiálogo-
Palavras-chave: dc.subjectcitação-
Palavras-chave: dc.subjectestilo-
Palavras-chave: dc.subjectessays-
Palavras-chave: dc.subjectdialogue-
Palavras-chave: dc.subjectquotation-
Palavras-chave: dc.subjectstyle-
Título: dc.titleCitações no vestibular da FUVEST: a apropriação da palavra do outro e argumentação-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.