Morte violenta criminosa, com acometimento da região de face, cabeça e pescoço: levantamento e análise de processos, laudos periciais e dados epidemiológicos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMarcantonio, Luiza Monachini-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:30:05Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:30:05Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-14-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-14-
Data de envio: dc.date.issued2018-04-02-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/153940-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/153940-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionCAPES: Edital Programa Ciências Forenses no 25/2014 – “Pró Forenses”-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Odontologia - FOAR-
Descrição: dc.descriptionNos processos criminais muitas vezes o magistrado precisa do aporte técnico de um expert no assunto relacionado ao crime sub judice para a aplicação da sanção penal. O proferimento da sentença, embasado em laudo de excelente qualidade, assegura ao processo o devido cumprimento da Justiça. A região de face, cabeça e pescoço costuma ser alvo daqueles que procuram lesionar ou mesmo matar suas vítimas. Não há estudos que analisem processos, laudos periciais e dados epidemiológicos de casos de mortes violentas, em que tenha havido acometimento da região de face, cabeça e pescoço. Assim, com tal objetivo, propomos a realização deste estudo. Para isto foram levantadas, primeiramente, decisões de segunda instância de processos criminais originários do Estado de São Paulo, no período de 2012 a setembro de 2017, de casos de morte violenta em que face, cabeça e pescoço tivessem sido acometidos. Foi utilizada a ferramenta de consulta de jurisprudência do site do Tribunal de Justiça de São Paulo. Foram incluídas nesta pesquisa as comarcas cuja competência para realização dos exames periciais é do Instituto Médico Legal de Araraquara-SP. Os acórdãos foram lidos e selecionados os que tratavam de homicídio, lesão corporal seguida de morte e latrocínio consumados. Os laudos periciais correspondentes aos processos levantados foram buscados no IML de Araraquara. Essa busca resultou em 49 laudos, que foram analisados. Observou-se que a maioria das vítimas de homicídio e latrocínio era homem, branco, com menos de 40 anos de idade e de baixa escolaridade. Os dados epidemiológicos encontrados foram condizentes com os dados apresentados por órgãos governamentais (IBGE e SSP). Os laudos periciais analisados foram realizados exclusivamente por médicos legistas, com uso de linguagem técnica e com descrição detalhada das lesões e dos instrumentos que as causaram. As causas de morte mais frequentes foram: traumatismo crânio encefálico (41.67%), politraumatismo (10,42%), choque hemorrágico (10,42%) e anemia (10,42%). Os instrumentos causadores de lesões mais frequentes foram os pérfurocontundentes (26,42%), os contundentes (22,64%) e os pérfuro cortantes (20,75%). No geral, os laudos avaliados apresentaram boa qualidade, tendendo a ser um grande auxiliar para o deslinde da justiça criminal.-
Descrição: dc.descriptionIn criminal lawsuits, the judge often needs the technical input of an expert on the subject related to the crime, for the application of the penal sanction. The delivery of the decision, based on a report of excellent quality, ensures to the lawsuit the due enforcement of justice. The face, head and neck region is often targeted by those who seek to injure or even to kill their victims. There are no studies that analyze lawsuits, expert reports and epidemiological data of cases of violent deaths, in which there has been involvement of the face, head and neck region. Thus, with this objective, we propose this study. For this purpose, we searched decisions of the second instance of criminal cases originated in State of São Paulo, from 2012 to September 2017, in cases of violent death in which the face, head and neck were affected. We used the consultation jurisprudence tool of the website of the Court of Justice of São Paulo. We included in this research the counties whose competence to perform the expert examinations is from the Institute of Legal Medicine (IML) of Araraquara-SP. The decisions were read and those related to consumated homicide, body injury followed by death and robbery followed by death were selected. The expert reports corresponding to the selected cases were searched in the IML of Araraquara. This search resulted in 49 reports, which were analyzed. We observed that the majority of homicide and robbery victims were male, white, under 40 years of age and of low schooling. The epidemiological data found were consistent with the data presented by government agencies (IBGE and SSP). The expert reports analyzed were performed exclusively by coroners, using technical language and detailed description of the lesions and the instruments that caused them. The most frequent causes of death were traumatic brain injury (41.67%), multiple trauma (10.42%), hemorrhagic shock (10.42%) and anemia (10.42%). The most frequent instruments, which caused injuries, were the perforating-blunt instruments (26.42%), the blunt instruments (22.64%) and the perforating-cutting ones (20.75%). In general, the evaluated reports presented good quality, tending to be of great help for the clarification of criminal justice.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectOdontologia legal-
Palavras-chave: dc.subjectProva pericial-
Palavras-chave: dc.subjectViolência-
Palavras-chave: dc.subjectForensic dentistry-
Palavras-chave: dc.subjectExpert proof-
Palavras-chave: dc.subjectViolence-
Título: dc.titleMorte violenta criminosa, com acometimento da região de face, cabeça e pescoço: levantamento e análise de processos, laudos periciais e dados epidemiológicos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.