Influência da pressão e da ponta de pulverização na distribuição de caldas em pulverizadores costais manuais

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMarangoni Junior, Alcides-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:29:57Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:29:57Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-07-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-07-
Data de envio: dc.date.issued2018-04-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/153874-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/153874-
Descrição: dc.descriptionOutra-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV-
Descrição: dc.descriptionO uso de pulverizadores costais manuais no Brasil é frequente em todas as propriedades rurais. Entretanto, são escassos os trabalhos de pesquisa que avaliem as suas características de trabalho, sobretudo com o modelo de ponta de pulverização que equipa os pulverizadores de fábrica e nas condições de pressão de trabalho predominantes na utilização. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar quanto os modelos de pontas e a pressão de trabalho influenciam na qualidade da distribuição de caldas fitossanitárias com pulverizadores costais manuais. Foram avaliadas em mesa de deposição quatro modelos de pontas de pulverização (jato plano convencional - Magnojet TP 110015; jato plano defletor - Teejet TT 110015; jatos cônicos vazios - TeeJet TXA 80015 e “chapinha” original), a 1, 2, 3 e 4 bar de pressão. As análises do perfil de distribuição dos jatos foram realizadas por simetria e o coeficiente de variação analisado pelo teste de Tukey (p<0,05). Os modelos de pontas de pulverização e pressão de trabalho influenciaram em mais de 100% os valores de uniformidade de distribuição da calda, e cerca de 50% na largura da faixa útil de tratamento fitossanitário. Dentre os modelos avaliados neste trabalho, o de jato defletor é o que apresenta o melhor conjunto de características para ser indicado a equipar os pulverizadores costais manuais para os tratamentos fitossanitários a campo.-
Descrição: dc.descriptionManual backpack sprayers are widely used in rural properties in Brazil. However, studies that assess their working characteristics, especially spray tip models and working pressure conditions, are scarce. Thus, the aim of this study was to assess how much the working pressure and spray tips influence the distribution quality of phytosanitary spray solutions in manual backpack sprayers. Four spray nozzles (standard flat-fan Magnojet TP110015, turbo flat-fan TeeJet TT110015, hollow-cone TeeJet TXA80015, and disc-core) were assessed in a patternator table at 1, 2, 3, and 4 bar. Distribution profile analyses of sprays were performed by symmetry and the coefficient of variation analyzed by the Tukey’s test (p<0.05). Spray tip models and working pressure influenced in more than 100% the distribution uniformity values of spray solution and in about 50% the useful bandwidth of the phytosanitary treatment. Among the models assessed in this study, the turbo flat-fan spray nozzle presents the best set of characteristics to be indicated for manual backpack sprayers aiming at field phytosanitary treatments.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectdisco difusor de cerâmica-
Palavras-chave: dc.subjectponta de jato plano-
Palavras-chave: dc.subjectponta de jato cônico-
Palavras-chave: dc.subjectDisc-core spray nozzle-
Palavras-chave: dc.subjectFlat-fan spray nozzle-
Palavras-chave: dc.subjectHollow-cone spray nozzle-
Título: dc.titleInfluência da pressão e da ponta de pulverização na distribuição de caldas em pulverizadores costais manuais-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.