Estrutura genética populacional do camarão rosa Farfantepenaeus paulensis (Pérez-Farfante, 1967) nas costas sul e sudeste brasileira

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorTeodoro, Sarah de Souza Alves-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:29:24Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:29:24Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-04-26-
Data de envio: dc.date.issued2018-04-26-
Data de envio: dc.date.issued2018-02-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/153757-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/153757-
Descrição: dc.descriptionConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBB-
Descrição: dc.descriptionO camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis é um dos mais importantes recursos pesqueiros da costa sul-sudeste do Brasil. Os fundos de pesca da espécie incluem dois estoques reprodutivos principais, localizados nas costas dos estados de Santa Catarina e São Paulo. A espécie apresenta ciclo de vida do tipo II, com uma fase reprodutiva no ambiente marinho e recrutamento juvenil em áreas estuarinas e baías. O conhecimento sobre o fluxo gênico entre estoques é a base de todo o ordenamento pesqueiro, uma vez que unidades genéticas podem apresentar características particulares e, normalmente, necessitam de estratégias específicas de manejo. Porém, há poucas informações que podem servir de subsídio para verificar se os diferentes estoques pesqueiros de F. paulensis também representam estoques genéticos distintos. O crescimento desordenado da frota industrial, o incremento da pesca artesanal nas áreas de criadouro, somado à pequena eficácia da legislação pesqueira, associados à ineficiência da fiscalização, levaram a um cenário de colapso da pescaria do camarão rosa no fim dos anos 90. Um melhor entendimento da estruturação genética das populações de F. paulensis é necessário, não somente pelo seu alto valor comercial e ecológico, mas também para permitir a implementação de medidas de manejo mais efetivas. Assim, o presente trabalho buscou avaliar a estruturação genética das populações do camarão rosa F. paulensis ao longo de sua distribuição no Atlântico Sul Ocidental, utilizando como marcador molecular a Região Controle do DNA mitocondrial (D-loop) (Capítulo 1). Adicionalmente, pretendeu-se comparar as diversidades genéticas da população de F. paulensis na costa do Rio Grande do Sul, antes (1990) e depois (2012) do colapso pesqueiro (Capítulo 2). Foi detectada uma alta conectividade e ausência de estruturação genética entre as quatro populações (RJ, SP, SC e RS) de F. paulensis analisadas. Não houve diferenças significativas entre as localidades amostradas, o que foi reforçado pelas análises de Fst e AMOVA. As estimativas para as taxas de migração encontradas indicaram alto fluxo gênico entre os estados, assim como a existência de haplótipos compartilhados entre mais de uma região. Todos os resultados são consistentes com uma população panmítica de F. paulensis, com alta diversidade haplotípica e intenso fluxo gênico. Esse cenário resulta de uma interação complexa de diversos fatores, que vão da história natural evolutiva da espécie ao efeito de um gargalo genético causado pela sobrepesca. A região controle do DNA mitocondrial (D-loop) mostrou-se uma ferramenta útil no auxílio ao monitoramento genético de peneídeos explorados pela pesca. A alta variabilidade do mtDNA permitiu detectar diferenças genéticas significativas entre as populações de F. paulensis amostradas na costa do Rio Grande do Sul em uma diferença temporal de apenas 22 anos de diferença. Adicionalmente, também discutiu-se a importância da correta identificação e da preservação dos indivíduos utilizados em análises genéticas. O conhecimento obtido sobre a diversidade e a estrutura genética de F. paulensis, assim como a influência da pesca na população, será fundamental como parte dos subsídios científicos necessários para a tomada de decisões sobre um manejo adequado para o camarão-rosa.-
Descrição: dc.descriptionThe pink shrimp Farfantepenaeus paulensis is one of the most important fishing resources on the south-southeast coast of Brazil. The fishing zone of the species includes two main reproductive stocks, located on the coasts of Santa Catarina and São Paulo states. The species exhibits the type II life cycle, with an offshore reproductive stage and a juvenile recruitment in bays and estuarine areas. Knowledge on the amount of gene flow between stocks is the basis of all fisheries management, since genetic units may have particular characteristics and usually require specific management strategies. However, there is little information to verify whether F. paulensis's different fish stocks also represent different genetic stocks. The unrestricted growth of the industrial fleet, the increase in artisanal fishing in breeding areas, coupled with the low effectiveness of fisheries legislation and the inefficiency of inspection, led to a collapse of the pink shrimp fishery in the late 1990s. A better understanding of the genetic structuring of the populations of F. paulensis is necessary, not only for its high commercial and ecological value, but also to allow the implementation of more effective management measures. Thus, the present work aimed to assess the genetic structuring of the populations of the pink shrimp F. paulensis throughout its distribution in the Western South Atlantic, using as molecular marker the Control Region (D-loop) of the mitochondrial DNA (Chapter 1). In addition, the genetic diversity of the population from Rio Grande do Sul was compared before (1990) and after (2012) the fishing collapse (Chapter 2). High connectivity and absence of genetic structuring were detected between the four populations (RJ, SP, SC and RS) of F. paulensis analyzed. There were no significant differences between the sampled localities, which was evidenced by Fst and AMOVA analyzes. Estimates for the migration rates indicated high gene flow among the localities, as well as the existence of shared haplotypes among more than one region. All the results are consistent with a panmitic population of F. paulensis, with high haplotypic diversity and intense gene flow. This scenario results from a complex interaction of several factors, ranging from the natural evolutionary history of the species to the effect of a genetic bottleneck caused by overfishing. The control region (D-loop) of the mtDNA has proved to be a useful tool in the genetic monitoring of shrimp exploited by fishing. The high variability of mtDNA allowed detecting significant genetic differences between the populations of F. paulensis from Rio Grande do Sul in a time difference of only 22 years. Additionally, the importance of correct discrimination and preservation of the individuals used in genetic analysis was also discussed. The knowledge on the diversity and genetic structure of F. paulensis, as well as the influence of fishing on the population, will be fundamental part of the scientific basis necessary to a proper management of shrimp.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectdiversidade genética-
Palavras-chave: dc.subjectRegião Controle do mtDNA-
Palavras-chave: dc.subjectD-loop-
Palavras-chave: dc.subjectestrutura genética-
Palavras-chave: dc.subjectanálises demográficas-
Palavras-chave: dc.subjectmonitoramento genético-
Palavras-chave: dc.subjectgenetic diversity-
Palavras-chave: dc.subjectmtDNA Control Region-
Palavras-chave: dc.subjectgenetic structure-
Palavras-chave: dc.subjectdemographic analysis-
Palavras-chave: dc.subjectgenetic monitoring-
Título: dc.titleEstrutura genética populacional do camarão rosa Farfantepenaeus paulensis (Pérez-Farfante, 1967) nas costas sul e sudeste brasileira-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.