Avaliação da atividade antiviral de compostos naturais e sintéticos no ciclo replicativo do HCV in vitro

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorPereira, Carina Machado-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:26:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:26:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-28-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-28-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-06-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/153277-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/153277-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Microbiologia - IBILCE-
Descrição: dc.descriptionA hepatite C é uma doença causada pelo vírus da Hepatite C (HCV) que acomete aproximadamente 115 milhões de pessoas. O tratamento atual para os pacientes infectados consiste na combinação de antivirais de ação direta (DAAs), que apesar de apresentar resposta virológica sustentada satisfatória já apresentam variantes resistentes descritas. Estes medicamentos também representam significativos gastos para o sistema público de saúde, além de causarem efeitos colaterais. Desta forma, o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos se faz necessário. Compostos naturais e seus derivados sintéticos têm sido descritos pela atividade antiviral contra diversos vírus, como os vírus da Dengue (DENV), Febre amarela (YFV), Herpes (HSV), Imunodeficiência Humana (HIV) e HCV. Nesse estudo, a atividade antiviral de 10 compostos isolados de venenos de serpentes do gênero Bothrops (TOXs) e de 16 acridonas sintéticas (Facs) foi avaliada, utilizando linhagem celular Huh-7.5 e partículas virais JFH-1 HCVcc genótipo 2a. Oito TOXs e dois Facs inibiram significativamente a infecção pelo HCV. Os compostos com maior inibição, TOX1 (SI = 1736), TOX3 (SI = 13,5), Fac15 (SI = 1,72) e Fac17 (SI = 1,65), demonstraram reduzir a infecção em 96%, 84,7%, 58% e 48%, respectivamente, agindo diretamente nas partículas virais. TOX1 e Fac15 também reduziram a infectividade viral em 87% e 39% nas células hospedeiras por ação protetora, após o pré-tratamento das células. Com este trabalho, concluímos que tanto os compostos isolados de venenos de serpentes do gênero Bothrops quanto as acridonas sintéticas podem ser eficientes na inibição do HCV.-
Descrição: dc.descriptionHepatitis C is a disease caused by Hepatitis C virus (HCV) that affects approximately 115 million people. The current treatment for infected patients consists of the combination of direct acting antivirals (DAAs), which despite presenting satisfactory sustained virological response already presents resistant variants described. These drugs also represent significant costs to the public health system and cause side effects. Therefore, the development of new therapeutic agents is needed. Natural compounds and their synthetic derivatives have been described as antivirals against several viruses as Dengue (DENV), Yellow fever (YFV), Herpes (HSV), Human immunodeficiency virus (HIV) and HCV. In this study, the antiviral activity of 10 compounds isolated from Bothrops snake venoms (TOXs) and 16 synthetic acridones (Facs) was evaluated, using Huh-7.5 cell line and JFH-1 HCVcc genotype 2a virus particles. Eight TOXs and two Facs significantly inhibited the HCV infection. The compounds with the highest inhibition, TOX1 (SI = 1736), TOX3 (SI = 13.5), Fac15 (SI = 1.72) and Fac17 (SI = 1.65), demonstrated to reduce the infection in 96%, 84.7%, 58% and 48%, respectively, by acting directly on the viral particles. TOX1 and Fac15 also reduced 87% and 39% of viral infectivity in host cells by protective action after pre-treatment of cells. With this work, we conclude that either compounds isolated from Bothrops snake venoms and synthetic acridones may be efficient in inhibiting HCV.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relation154649-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHepatite C-
Palavras-chave: dc.subjectHCV-
Palavras-chave: dc.subjectAntiviral-
Palavras-chave: dc.subjectVeneno de serpente-
Palavras-chave: dc.subjectAcridonas sintéticas-
Palavras-chave: dc.subjectHepatitis C-
Palavras-chave: dc.subjectSnake venom-
Palavras-chave: dc.subjectSynthetic acridones-
Título: dc.titleAvaliação da atividade antiviral de compostos naturais e sintéticos no ciclo replicativo do HCV in vitro-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.