Dimensionamento sensorial tátil de ferramentas manuais: a relação entre percepção de usuários e texturas aplicadas em cabos de martelos de uso típico no DIMPE/AM

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFalcão, Franciane da Silva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:21:27Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:21:27Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-09-06-
Data de envio: dc.date.issued2017-09-06-
Data de envio: dc.date.issued2015-05-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/151564-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/151564-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM)-
Descrição: dc.descriptionFAPEAM: 2800/2011-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Design - FAAC-
Descrição: dc.descriptionPesquisas na área do design ergonômico têm delineado parâmetros para o desenvolvimento de diversos produtos, por meio do estudo da relação de aspectos formais de produtos e a percepção ou solicitações físicas humanas. Entretanto, estudos da correlação de aspectos formais da superfície de contato (texturas das interfaces) com a percepção humana no uso de ferramentas manuais apresentam-se ainda incipientes. Este estudo teve por objetivo avaliar a relação de três características formais de textura (disposição, densidade gráfica, profundidade) com a percepção de desconforto e agradabilidade, visando compreender o dimensionamento sensorial tátil em ferramentas manuais. Para tanto, foi aplicado a fase de avaliação do método SEQUAM, com uso de 8 mock-ups de martelos unha com distintas configurações de texturas aplicadas aos seus cabos. As simulações de uso foram realizadas com profissionais de marcenaria (PM) e usuários domésticos (UD). Os resultados desta abordagem experimental demonstraram que as características de disposição, densidade gráfica e profundidade interferem na percepção do usuário; e que entre estas três características a densidade gráfica das ranhuras apresentou um número maior de aspectos perceptíveis com diferenças significativas (p<0,05) entre os mock-ups. Outro dado expressivo foi a diferença de percepção entre os grupos de sujeitos PM e UD. Estes resultados caracterizam as texturas das superfícies de contato de ferramentas manuais como elementos formais associados a certas percepções obtidas no uso do produto; e aponta possíveis contribuições de estudos sobre dimensionamento sensorial tátil para o design ergonômico de ferramentas manuais.-
Descrição: dc.descriptionResearches in the area of ergonomic design have outlined parameters for the development of several products, through the study of the relationship of formal aspects of products and the perception or human physical requests. However, studies of the correlation of formal aspects of the contact surface (interfaces textures) with human perception in the use of hand tools are still incipient. The aim of this study was to evaluate the relationship of three formal characteristics of texture (layout, graphic density, depth) with the perception of discomfort and pleasantness, in order to understand the tactile sensorial dimensioning in hand tools. Therefore, the evaluation phase of the method SEQUAM, with use of 8 mock-ups of nail hammers with distinct texture configurations applied to their cables. The use simulations were performed with carpentry professionals and home users. The results of this experimental approach demonstrated that the characteristics of layout, graphic density and depth interfere in the perception of the user; and that among these three characteristics the graphical density of the grooves presented a greater number of perceptible aspects with significant differences (p <0.05) between the mock-ups. Another expressive data was the difference of perception between the groups of subjects, carpentry professionals and home users. These results characterize the textures of contact surfaces of hand tools as formal elements associated with certain perceptions obtained in the use of the product; and points out possible contributions of studies on tactile sensorial dimensioning for the ergonomic design of hand tools.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectDesign-
Palavras-chave: dc.subjectDimensionamento sensorial-
Palavras-chave: dc.subjectPercepção tátil-
Palavras-chave: dc.subjectTextura-
Palavras-chave: dc.subjectFerramentas manuais-
Palavras-chave: dc.subjectMartelo-
Palavras-chave: dc.subjectSensorial dimensioning-
Palavras-chave: dc.subjectTactile perception-
Palavras-chave: dc.subjectTexture-
Palavras-chave: dc.subjectHand tools-
Palavras-chave: dc.subjectHammer-
Título: dc.titleDimensionamento sensorial tátil de ferramentas manuais: a relação entre percepção de usuários e texturas aplicadas em cabos de martelos de uso típico no DIMPE/AM-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.