Mediador cultural: profissionalização e precarização das condições de trabalho

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSilva, Cintia Maria da-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:21:14Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:21:14Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-09-05-
Data de envio: dc.date.issued2017-09-05-
Data de envio: dc.date.issued2017-07-04-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/151538-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/151538-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Artes - IA-
Descrição: dc.descriptionThe purpose of this paper is to analyse how the work conditions offered by the cultural equipments of the City of São Paulo interpose into the educational practice of the workers of cultural mediation, who works in art exhibitions. The theoretical foundations are divided in two axis: education and cultural mediation (FREIRE, SAVIANI, VYGOTSKY; BARBOSA, DARRAS, HOOPER-GRENHILL, MARTINS); Neoliberalism and its implication in culture (HARVEY, BRESSER-PEREIRA). It was considered the transformations of historical context, political and social in Brazil from the 1990s (ampliation of tax incentive law, outsourcing and privatization of the work, big exhibitions) to define how does this impacted in the quality of the pedagogical actions offered by the cultural equipments. For this purpose, nine coordinators of three kinds of institutions of cultural equipments were interviewed: private institutions, social organizations and outsourcing companies. From the collected data, it was elaborated a plan of the work morphology (ANTUNES) of the cultural mediator worker: contracting regime, salary remuneration and benefits, working journeys, days off, expertise and continuing education, career plan and symbolical valorization. It was considered the Brazilian occupations classification, which the work of the cultural mediator it’s not a regulated profession and because of that, the professionalization it turns out to be a complexed case to be analysed. Therefore, the precarization of the work conditions (ANTUNES, ALVES) it can’t be here understood as a loss of labor rights because it was never considered as a work, and so never had this rights - as well needing to be discussed.-
Descrição: dc.descriptionO propósito deste trabalho é analisar como as condições de trabalho oferecidas pelos equipamentos culturais da cidade de São Paulo interferem na prática educativa dos profissionais da mediação cultural, que trabalham em exposições de arte. A fundamentação teórica se divide em dois eixos: Educação e mediação cultural (FREIRE, SAVIANI, VYGOTSKY; BARBOSA, DARRAS, HOOPER-GRENHILL, MARTINS); Neoliberalismo e sua implicação na cultura (HARVEY, BRESSER-PEREIRA). Foram consideradas as transformações do contexto histórico, político e social no Brasil a partir da década de 1990 (ampliação das leis de incentivo fiscal, publicização e privatização, megaexposições) para definir como estas impactaram na qualidade pedagógica das ações educativas oferecidas pelos referidos equipamentos culturais. Para tal, foram entrevistados nove coordenadores de educativos de três tipos de equipamentos culturais contratantes: instituições privadas, instituições estatais geridas por Organizações Sociais e empresas de terceirização. A partir dos dados coletados, elaborou-se um esboço da Morfologia do Trabalho (ANTUNES) do mediador cultural: regimes de contratação, remuneração salarial e benefícios, jornada de trabalho, atendimentos, folgas, competências e formação continuada, plano de carreira e valorização simbólica. Tendo como base a Classificação Brasileira de Ocupações, o trabalho do mediador cultural não é profissão regulamentada e, por isso, um caso complexo para ser analisada sua profissionalização. Portanto, a precarização das condições de trabalho (ANTUNES, ALVES) não pode ser aqui entendida como perda de direitos trabalhistas uma vez que, sendo uma profissão desregulamentada, nunca teve tais direitos – necessitando, todavia, ser discutida e problematizada.-
Descrição: dc.descriptionEl propósito de este trabajo es analizar cómo las condiciones de trabajo ofrecidas por los equipamientos culturales de la ciudad de São Paulo interfieren en la práctica educativa de los profesionales de la Mediación Cultural, que trabajan en exposiciones de arte. La fundamentación teórica se divide en dos ejes: Educación y Mediación Cultural (FREIRE, SAVIANI, VYGOTSKY, BARBOSA, DARRAS, HOOPER-GRENHILL, MARTINS); Neoliberalismo y su implicación en la cultura (HARVEY, BRESSER-PEREIRA). Se consideraron las transformaciones del contexto histórico, político y social en Brasil a partir de la década de 1990 (ampliación de las leyes de incentivo fiscal, publicitación y privatización, megaexposiciones) para definir cómo éstas impactaron en la calidad pedagógica de las acciones educativas ofrecidas por los referidos equipamientos culturales. Para eso, fueron entrevistados nueve coordinadores de educación de tres tipos de instituciones culturales contratistas: instituciones privadas, instituciones estatales gestionadas por Organizaciones Sociales y empresas de tercerización. A partir de los datos recolectados, se elaboró un esbozo de la Morfología del Trabajo (ANTUNES) del mediador cultural: regímenes de contratación, remuneración salarial y beneficios, jornada de trabajo, atenciones, holguras, competencias y formación continuada, plan de carrera y valorización simbólica. Con base en la Clasificación Brasileña de Ocupaciones, el trabajo del mediador cultural no es profesión regulada y, por eso, un caso complejo para ser analizado su profesionalización. Por lo tanto, la precarización de las condiciones de trabajo (ANTUNES, ALVES) no puede entenderse aquí como pérdida de derechos laborales, ya que, siendo una profesión desregulada, nunca tuvo tales derechos - necesitando, sin embargo, ser discutida y problematizada.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMediação cultural-
Palavras-chave: dc.subjectProfissionalização-
Palavras-chave: dc.subjectCondições de trabalho-
Palavras-chave: dc.subjectPrecarização-
Palavras-chave: dc.subjectMediación cultural-
Palavras-chave: dc.subjectProfesionalización-
Palavras-chave: dc.subjectCondiciones de trabajo-
Palavras-chave: dc.subjectPrecarización-
Título: dc.titleMediador cultural: profissionalização e precarização das condições de trabalho-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.