Estilo, autoria e contra-argumentação na aquisição da escrita

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorGrecco, Natalia Aparecida Gomes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:20:15Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:20:15Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-07-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-07-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-05-25-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/151111-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/151111-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa - FCLAR-
Descrição: dc.descriptionA argumentação enquanto recurso privilegiado de construção do conhecimento tem sido o foco das pesquisas de diversos autores ao redor do mundo. Alguns deles (LEITÃO, 2003, 2009, 2011; FUENTES, 2011, entre outros) têm se dedicado a promover, na sala de aula de diversos níveis – desde o ensino fundamental até o superior – um ambiente que favoreça processos de reflexão e que levem os alunos, ao considerar pontos de vista opositivos, a se desenvolverem em um contexto dialógico de interação. Neste âmbito, o objetivo deste trabalho é discutir o papel da argumentação na sala de aula de redação para alunos (em torno de 14 anos) do nono ano do Ensino Fundamental. Para tanto, partimos da hipótese de que os próprios mecanismos envolvidos no ato de argumentar - a saber: a formulação de argumentos, a consideração de argumentos opositivos / formulação de contra-argumentos e a resposta final à oposição (LEITÃO, 2009, 2011) - colaboram para a aprendizagem da escrita, à medida que os alunos tomam parte no discurso, defendendo seus pontos de vista. Tal discussão é feita a partir de um contexto teórico discursivo de base bakhtiniana (BAKHTIN, 1997; entre outros), que considera a linguagem e o diálogo como elementos constitutivos da formação do sujeito enquanto tal, dentro da sociedade em que habita. Observamos principalmente a contribuição para a formação de um estilo e autoria (POSSENTI, 2009; ABAURRE et al, 1997; GERALDI, 2010, 2011, entre outros) nas produções escolares dos sujeitos em polêmica aberta e notamos que cada um dos três sujeitos apresentados lida com o discurso do outro de uma forma, caracterizando um estilo individual em detrimento do estilo escolar. Além disso, a resposta dada ao discurso do outro, por meio da polêmica aberta e da contra-argumentação, é recorrente nas produções analisadas e, por isso, em nosso ponto de vista, caracterizam autoria.-
Descrição: dc.descriptionThe argumentation as a privileged resource of knowledge construction has been the focus of research by various authors around the world. Some of them (LEITÃO, 2003, 2009, 2011, FUENTES, 2011, among others) have been dedicated to promoting in the classroom at different levels - from elementary to higher education - an environment that favors reflection processes and lead the students, when considering opposing points of view, to develop a dialogical context of interaction. In this context, the objective of this work is to discuss the role of argumentation in the students writing (around 14 years) of the ninth year of Elementary School. For this, we start from the hypothesis that the mechanisms involved in the argument - the formulation of arguments, the consideration of opposing arguments / the formulation of counterarguments and the final response to the opposition (LEITÃO, 2009, 2011) collaborate in the learning of writing, as the students take part in the speech, defending their points of view. This discussion is based on a Bakhtin-based discursive theoretical context (BAKHTIN, 1997, among others), which considers language and dialogue as constitutive elements of the formation of the subject. We observed mainly the contribution to the formation of a style and authorship (POSSENTI, 2009, ABAURRE et al, 1997, GERALDI, 2010, 2011, among others) in the school productions of the subjects in open controversy and we noticed that each of the three subjects presented deals with the speech of the other in a way, characterizing an individual style at the expense of the school style. Moreover, the response given to the discourse of the other, through open controversy and counter-argument, is recurrent in the productions analyzed and, therefore, in our point of view, characterize authorship.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEstilo-
Palavras-chave: dc.subjectAutoria-
Palavras-chave: dc.subjectArgumentação-
Palavras-chave: dc.subjectContra-argumentação-
Palavras-chave: dc.subjectGêneros textuais-
Palavras-chave: dc.subjectStyle-
Palavras-chave: dc.subjectAutorship-
Palavras-chave: dc.subjectArgumentation-
Palavras-chave: dc.subjectDiscursive genres-
Título: dc.titleEstilo, autoria e contra-argumentação na aquisição da escrita-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.