Produção de biomassa e teor de cumarina em duas espécies de guaco (Mikania glomerata Sprengel e Mikania laevigata Schultz Bip ex Baker) em função da adubação orgânica

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorTeixeira, Daniela Aparecida-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:18:32Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:18:32Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-04-25-
Data de envio: dc.date.issued2017-04-25-
Data de envio: dc.date.issued2017-02-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/150435-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/150435-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Agronomia (Horticultura) - FCA-
Descrição: dc.descriptionNativas da Mata Atlântica do Brasil, a Mikania laevigata Sch. Bip. ex Baker e Mikania glomerata Spreng., são comumente conhecidas como guaco e largamente utilizadas para afecções do sistema respiratório. A cumarina contribuiu para o efeito farmacológico juntamente com outras substâncias químicas nessas espécies. A composição química de uma planta é influenciada por vários fatores abióticos, a nutrição requer ênfase, pois a deficiência ou o excesso comprometem a produção de biomassa e o teor de metabólitos secundários. Diante disso, o trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos dos níveis de N, P e K, provenientes da cama-de-aviário, na produtividade e teor de cumarina das duas espécies de guaco M. glomerata e M. laevigata. O estudo foi conduzido na Fazenda Experimental Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP, Campus de Botucatu-SP. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições, os tratamentos consistiram em doses de NPK de formulação orgânica (T1= 0-0-0; T2 = 120-120-100; T3 = 240-240-200; T4=360-360-300; T5= 480-480-400 kg. ha-1). Ao final do experimento foram avaliadas: biomassa fresca e seca da parte aérea e raiz, altura de planta, área foliar, número de folhas, comprimento e volume da raiz, índice SPAD, teor de macro e micronutrientes das folhas do guaco, além do teor de cumarina. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e para as variáveis que apresentaram diferenças significativas foi realizada análise de regressão, a correlação de Pearson foi utilizada para relacionar o teor de cumarina com os nutrientes foliares. Não foram observadas diferenças significativas para comprimento da raiz e teor de cumarina, que não apresentaram diferenças significativas para nenhuma das formulações estudadas em nenhuma das espécies. Houve ajuste quadrático para as variáveis, podendo assim calcular uma dose ideal para que se alcance o máximo de produção para Mikania laevigata e Mikania glomerata. Ao se correlacionar o teor de cumarina com os nutrientes foi verificada que a espécie M. laevigata correlacionou negativa e moderadamente com fósforo e cobre, enquanto não houve correlação significativa para a outra espécie estudada. Conclui-se que, a melhor formulação de NPK para M. laevigata e M. glomerata, é de 255,255 e 230 kg.ha-1 e 238,238 e 270 kg.ha-1, o que corresponde a 40 t.ha-1 de cama de frango. Essa dose permitirá maior produtividade sem ocorrer diminuição no teor de cumarina.-
Descrição: dc.descriptionNative to the Atlantic forest of Brazil, and Mikania glomerata Spreng and Mikania laevigata Schultz. Bip. ex Baker, are commonly known as guaco, and widely used for respiratory system disorders. Coumarin contributed to pharmacological effect along with other chemicals in these species. The chemical composition of a plant is influenced by various abiotic factors, nutrition requires emphasis, because the deficiency or excess biomass production and undermine the content of secondary metabolites. Thus, the work aimed to evaluate the effects of the levels of N, P and K from the poultry litter, productivity and coumarin content of two species of guaco M. glomerata and M. laevigata. The study was conducted in Fazenda Experimental Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP, Campus de Botucatu-SP. The experimental design used was the completely randomized design with five treatments and four replications, treatments consisted of NPK formulations ((T1= 0-0-0; T2 = 120-120-100; T3 = 240-240-200; T4=360-360-300; T5= 480-480-400 kg. ha-1). At the end of the experiment were evaluated: fresh and dry biomass of shoot and root, plant height, leaf area, leaf number, length and volume of the root, SPAD index, content of macro and micro-nutrients from the leaves of guaco, besides the coumarin content. The data were submitted to analysis of variance and the variables that showed significant differences regression analysis was performed, the Pearson correlation was used to relate the coumarin content with foliar nutrients. There were no significant differences for root length and coumarin content, which did not present significant differences for any of the formulations studied in either species. There was a quadratic adjustment for the variables, so that an ideal dose could be calculated to reach maximum production for Mikania laevigata and Mikania glomerata. When correlating the content of coumarin with nutrients, it was verified that the species M. laevigata correlated negatively and moderately with phosphorus and copper, while there was no significant correlation for the other species studied. It is concluded that the best NPK formulation for M. laevigata and M. glomerata is 255,255 and 230 kg.ha-1 and 238,238 and 270 kg.ha-1, corresponding to 40 t.ha-1 of poultry litter. This dose will allow higher productivity without a decrease in coumarin content.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMikania sp-
Palavras-chave: dc.subjectPlantas medicinais-
Palavras-chave: dc.subjectNPK-
Palavras-chave: dc.subjectCompostos secundários-
Título: dc.titleProdução de biomassa e teor de cumarina em duas espécies de guaco (Mikania glomerata Sprengel e Mikania laevigata Schultz Bip ex Baker) em função da adubação orgânica-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.