Análise por microCT da capacidade de mineralização de cimentos endodônticos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorHomse, Vitor Correa-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:16:27Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:16:27Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-03-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-03-14-
Data de envio: dc.date.issued2015-09-02-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/149716-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-01-31/000868292.pdf-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/149716-
Descrição: dc.descriptionThe aim of this study was to evaluate the mineralization ability of the endodontic materials BiodentineTM and White Angelus® MTA when compared with calcium hydroxide. Pulpotomy was performed in 48 Wistar rats, on the first right and left lower molars. Access was made with 1/2 carbide bur at high speed, with continuous irrigation, and pulp cut with an adapted curette. After coronal pulp removal, the chamber was irrigated with saline until hemostasis. The pulp capping was performed with Biodentine, WMTA or Calcium Hydroxide and crown restored with glass ionomer and sealed with unfilled resin (Pemaseal, Ultradent). The control group did not receive capping material, and was directly sealed with glass ionomer. Microtomography analysis (SKY SCAN 1174) was performed after 7, 15 and 30 days. The area of hard tissue bridge formation was measured through CTAn software, and two way ANOVA was performed. At 7, 15 and 30 days Biodentine produced an average of 65%, 71% and 68% of hard tissues in the area of mineralization, respectively; calcium hydroxide produced 38%, 56% and 53%, while WMTA produced 27%, 21% and 41%. Biodentine™ induced the highest mineralization areas followed by calcium hydroxide and WMTA-
Descrição: dc.descriptionO objetivo desse estudo foi avaliar a capacidade de mineralização dos materiais endodônticos, Biodentine™, MTA Branco Angelus®, quando comparados com hidróxido de cálcio. Quarenta e oito ratos Wistar foram submetidos à pulpotomia dos primeiros molares inferiores direito e esquerdo. O acesso coronário foi realizado com broca carbide haste longa 1/2 em alta velocidade sob irrigação contínua, com auxílio de microscópio operatório, o corte da polpa coronária foi realizado com uma cureta. Após a remoção da polpa coronária, a câmara pulpar foi irrigada com solução salina até hemostasia. O capeamento pulpar foi realizado com Biodentine™, MTA Branco Angelus® ou Hidróxido de Cálcio e a coroa restaurada com ionômero de vidro e seladas com selante de superfície (PermaSeal, Ultradent). O grupo controle não recebeu material capeador, e foi diretamente restaurado com ionômero de vidro. A análise microtomográfica foi realizada após 7, 15 e 30 dias por meio do microCT (SKY SCAN 1174). Cortes transversais foram utilizados para medir a maior área da ponte de tecido duro, por meio do software CTAN, após a obtenção das áreas os valores foram tabulados e submetidos ao teste estatístico ANOVA. Os resultados obtidos aos 7, 15 e 30 dias respectivamente, mostraram que o Biodentine™ induziu em média a formação de 65%, 71% e 68% de tecido duro, na área da secção analisada da luz do canal, enquanto o hidróxido de cálcio induziu 38%, 56% e 53%, e MTA Branco Angelus® induziu 27%, 21% e 41%. O Biodentine™ induziu a maior formação de mineralização seguido do hidróxido de cálcio e MTA Branco Angelus®-
Formato: dc.format38 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHidróxido de cálcio-
Palavras-chave: dc.subjectCimentos dentários-
Palavras-chave: dc.subjectCimentos de ionômeros de vidro-
Palavras-chave: dc.subjectCalcium hydroxide-
Título: dc.titleAnálise por microCT da capacidade de mineralização de cimentos endodônticos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.