Estudo da corrosão eletroquímica de ligas de titânio

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSoares, Guilherme Marão Baracat-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:16:04Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:16:04Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-03-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-03-14-
Data de envio: dc.date.issued2014-07-03-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/149557-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-01-27/000866558.pdf-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/149557-
Descrição: dc.descriptionTitanium is a metal highly reactive. In contact with part per million of oxygen or water, can make oxide forms TiO, Ti2O3 or TiO2, which is the most common last . These oxides form a continuous and adherent film, giving the large titanium corrosion resistance and excellent biocompatibility . Because of its mechanical properties, the use of commercially pure titanium dental implants is restricted to areas of low masticatory forces . In areas of high levels of it should request the use of titanium alloys. Titanium dental implants can suffer destruction and repassivation of the oxide film formed after its implementation by the adsorption of proteins contained in the saliva, mouthwash, dental creams, bleaching agents and other substances for oral transit . This makes them susceptible to corrosion, reducing its mechanical properties or compromising its biocompatibility and clinical performance . We evaluated the effect of hydrogen peroxide concentrations of 15 %, 22% and 35% in the corrosion resistance of the alloy Ti- Mo system . Measurements were performed in potentiodynamic potentiostat PAR283 and conventional glass (double ) to cell thermostating . We used the reference Ag / AgCl, and KClsat spiral platinum auxiliary electrode . The results showed that at a concentration of 35% in power held constant at - 1.0V alloy studied passivou not featuring high corrosion rate . At concentrations of 15 and 22% the results showed a tendency to pseudopassivação with release of TiO and part of the corrosion product becoming semi - adherent to the surface of the working electrode and the other part going to the middle, featuring speed intermediate corrosion. It is concluded that: a) the studied alloy underwent high rate of corrosion when exposed to hydrogen peroxide at a concentration of 35% b ) when exposed to concentrations of 15 and 22% the corrosion rate was intermediate-
Descrição: dc.descriptionAltamente reativo, o titânio é um metal que, em contato com parte por milhão de oxigênio ou água, forma óxido nas formas TiO, Ti2O3 ou TiO2, sendo esta última a mais comum. Esses óxidos formam uma película contínua e aderente, conferindo ao titânio grande resistência à corrosão e excelente biocompatibilidade. Em razão de suas propriedades mecânicas, o uso de titânio comercialmente puro está restrito aos implantes dentários em áreas de baixos esforços mastigatórios. Em áreas de elevados níveis de solicitação é conveniente o emprego de ligas de titânio. Implantes dentários de titânio podem sofrer destruição e repassivação do filme de óxido formado após sua implantação pela adsorção de proteínas contidas na saliva, enxaguatórios, cremes dentários, agentes clareadores e demais substâncias de trânsito bucal. Isto os torna susceptíveis à corrosão, reduzindo suas propriedades mecânicas ou comprometendo sua biocompatibilidade e desempenho clínico. Avaliou-se o efeito do peróxido de hidrogênio nas concentrações de 15%, 22% e 35% na resistência à corrosão da liga do sistema Ti-Mo. Medidas potenciodinâmicas foram realizadas em potenciostato PAR283 e célula de vidro convencional (parede dupla) para termostatização. Utilizou-se eletrodo de referência Ag/AgCl, KClsat e auxiliar espiral de platina. Os resultados mostraram que na concentração de 35%, em corrente mantida constante em ~1.0V a liga estudada não passivou, caracterizando alta taxa de corrosão. Nas concentrações de 15 e 22% os resultados apontaram tendência à pseudopassivação, com liberação de TiO e parte do produto da corrosão tornando-se semi-aderente à superfície do eletrodo de trabalho e outra parte passando para o meio, caracterizando velocidade de corrosão intermediária. Concluiu-se que: a) a liga estudada sofreu alta taxa de corrosão quando exposta...-
Formato: dc.format47 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectTitânio-
Palavras-chave: dc.subjectCorrosão-
Palavras-chave: dc.subjectPeróxido de hidrogênio-
Palavras-chave: dc.subjectTitanium-
Título: dc.titleEstudo da corrosão eletroquímica de ligas de titânio-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.