Previsão da mineralização de nitrogênio por métodos de incubação de solo no laboratório e no campo

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorTogoro, Aluisio Hideki-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:07:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:07:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-10-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-10-
Data de envio: dc.date.issued2016-11-03-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/147105-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/147105-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 2013/20321-6-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Agronomia (Ciência do Solo) - FCAV-
Descrição: dc.descriptionNeste trabalho foi feita avaliação da eficiência de métodos de laboratório e de campo na previsão da taxa de mineralização de N do solo e do solo tratado com resíduo orgânico. O método de laboratório avaliado foi o de incubação de solo em colunas, com lixiviação e, no campo, foram avaliados os métodos dos sacos enterrados e dos tubos abertos com resina. No ensaio em laboratório foram utilizadas amostras de solo da área onde foram enterrados os sacos e onde foram colocados os tubos. Nesta área, o solo é Latossolo Vermelho Distrófico de textura média, e nela foi conduzido experimento com milho, em delineamento em blocos ao acaso, com doses de esterco bovino equivalentes a 0, 10, 20, 30 e 40 t ha-1, e quatro repetições. As avaliações foram feitas durante quatro safras 2011/2012 a 2014/2015, com aplicação do esterco nas safras 2011/2012 e 2013/2014. O N mineralizado acumulado (Nmac) determinado em laboratório explicou 77% do N absorvido por plantas de milho não adubadas com esterco bovino e 62% do N absorvido por plantas adubadas, sendo considerado o melhor índice de disponibilidade de N entre os métodos avaliados. O Nmac determinado pelos métodos de campo não explicou a produção de matéria seca da parte aérea e o N absorvido pelas plantas de milho, sendo ineficientes para predizer a disponibilidade de N.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectN potencialmente mineralizável-
Palavras-chave: dc.subjectMatéria orgânica-
Palavras-chave: dc.subjectAdubo orgânico-
Título: dc.titlePrevisão da mineralização de nitrogênio por métodos de incubação de solo no laboratório e no campo-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.