Genes de virulência e perfil de susceptibilidade a extratos vegetais de isolados de Escherichia coli enterotoxigênicas (ETEC), shigatoxigênicas (STEC) e enteropatogênicas (EPEC) em bezerros

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAzola, Juliana da Silva Menezes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:07:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:07:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-10-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-10-
Data de envio: dc.date.issued2016-12-13-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/147104-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/147104-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 14/06313-3-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV-
Descrição: dc.descriptionA diarreia neonatal é uma das mais recorrentes enfermidades que acometem bezerros, acarretando prejuízos à pecuária leiteira. Nestes casos, um dos micro-organismos mais prevalentes é Escherichia coli, relacionada à contaminação fecal e a surtos alimentares. Para o tratamento, a crescente resistência bacteriana a antimicrobianos leva à busca por novas alternativas farmacológicas. O presente trabalho teve como objetivo geral testar a susceptibilidade de isolados de E. coli oriundos de bezerros neonatos diarreicos e sem diarreia a extratos vegetais. Os animais pertenceram a fazendas destinadas à produção leiteira no Estado de Minas Gerais, Brasil. As amostras foram submetidas ao isolamento microbiológico, à sorologia, à identificação genética por PCR e a testes antimicrobianos. Em relação aos antissoros polivalentes, houve isolados positivos a sorogrupos de importância clínica em humanos, como O26 e O111. Foram isoladas 36 estirpes oriundas de animais acometidos, positivas para pelo menos um gene testado, sendo eles stx1, stx2, eae, bfp e Sta. Relacionadas ao isolamento de animais sem diarreia, 9 estirpes foram carreadoras dos genes stx1, stx2 ou ambos, caracterizando os bovinos como reservatórios do patótipo STEC. O gene LT-II não foi encontrado. Quanto aos testes de susceptibilidade, encontrou-se isolados resistentes a diferentes classes de antimicrobianos. Entre os extratos testados, houve sensibilidade frente à planta Salvia officinalis L. (sálvia). Assim, esta vertente de estudo coloca-se como alternativa ao combate a patógenos bacterianos, válida para futuros testes quanto à descoberta de novos componentes químicos que possuam atividade antimicrobiana.-
Descrição: dc.descriptionNeonatal diarrhea is one of the most recurrent illnesses that affect calves, resulting in losses to dairy farming. In these cases, one of the most prevalent microorganisms is Escherichia coli that is related to fecal contamination and food outbreaks. For the treatment, the increase bacterial resistance to antimicrobials leads to the search for new pharmacological alternatives. The main aim of this study was to test the susceptibility of E. coli isolated from neonatal calves with diarrhea and healthy to plant extracts. The animals were found in farms which are dairy-producing in the State of Minas Gerais, Brazil. The samples were subject to microbiological isolation, serology, PCR genetic identification and antimicrobial testing. In relation to polyvalent antiserum, there were positive isolates of clinical importance of serogroups in humans, such as O26 and O111. Thirty six strains were isolated from affected animals and they were positive to at least one gene tested, such as stx1, stx2, eae, bfp and Sta. Related to the healthy animals, 9 strains were carriers of the genes stx1, stx2 or both, characterizing the cattles as reservoirs of pathotype STEC. The gene LT-II was not found. In relation to susceptibility tests, resistant isolates to different classes of antimicrobials were found. Among the extracts that were tested, there was sensitivity to the Salvia officinalis L. plant (sálvia). Thus, this aspect of study can be alternative to combat the bacterial pathogens, valid for future tests as to the discovery of new chemical compounds with antimicrobial activity.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectColibacilose-
Palavras-chave: dc.subjectPCR-
Palavras-chave: dc.subjectSalvia officinalis L.-
Palavras-chave: dc.subjectEnterobactérias-
Título: dc.titleGenes de virulência e perfil de susceptibilidade a extratos vegetais de isolados de Escherichia coli enterotoxigênicas (ETEC), shigatoxigênicas (STEC) e enteropatogênicas (EPEC) em bezerros-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.