Detecção e caracterização de Escherichia coli patogênica para aves (APEC) em criações de galinhas de fundo de quintal

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Elisabete Schirato de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:07:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:07:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-09-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-09-
Data de envio: dc.date.issued2016-12-15-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/147099-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/147099-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 2013/18279-1-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV-
Descrição: dc.descriptionAs condições de criação de galinhas de fundo de quintal (GFQ) apresentam alto risco sanitário, já que medidas de biossegurança nem sempre são implementadas nessas criações. Dentre as doenças infecciosas de grande destaque na avicultura está a colibacilose, cujo agente envolvido é Escherichia coli patogênica aviária (APEC). Essa enfermidade está ligada à maneira e ao ambiente em que as aves são criadas, sendo que alguns isolados de APEC podem causar infecções nas próprias aves e em humanos. O mecanismo de virulência das amostras de APEC tem sido continuamente estudado e acredita-se ser multifatorial. O objetivo do trabalho foi detectar e caracterizar isolados potencialmente APEC em criações de GFQ. Para isto foram coletadas amostras cloacais e orofaríngeas de 250 GFQ, provenientes de sete pequenas propriedades da região de Ribeirão Preto - SP. Das 500 amostras, foram obtidos 69 isolados de E. coli positivos para pelo menos 5 genes característicos de APEC. Estes foram submetidas à PCR para a detecção de mais 11 genes de virulência, apresentando alta prevalência dos mesmos. A inoculação in vivo em pintainhos de um dia revelou que 49 destes isolados são de alta e/ou intermediária patogenicidade. Os isolados também foram submetidos ao teste de suscetibilidade a 17 antimicrobianos, e apresentaram resistência a pelo menos um antimicrobiano e a maioria (79,7%) apresentou perfil de multirresistência. Além disso, foi realizada análise filogenética e foi observado que 53,6% dos isolados pertenciam ao grupo B2, o qual já foi descrito como o grupo que alberga isolados que causam infecções extraintestinais. Na análise por PFGE foi detectado alta heterogeneidade de pulsotipos entre os isolados APEC e apenas uma amostra foi não tipável para a enzima XbaI. Ainda, 15 sorogrupos foram identificados entre os isolados, sendo o O8 (23,2%) o mais frequente. Os resultados obtidos nesse trabalho revelam que GFQ são reservatórios de APEC com potencial zoonótico, multirresistentes a antimicrobianos, potencialmente patogênicas para aves e portadoras de um grande número de genes relacionados à virulência, o que representa um alto risco para as galinhas e para os seres humanos que tem contato com essas aves ou consomem alimentos derivados delas.-
Descrição: dc.descriptionThe conditions of backyard chickens creation (BC) present a high sanitary risk, since biosafety measures are not always implemented in these systems. Among the most important infectious disease in poultry is colibacillosis, and avian pathogenic Escherichia coli (APEC) is the causative agent. This disease is related to the way and environment in which these birds are created, and some APEC isolates can cause infection in birds and humans. The virulence mechanism of APEC samples has been continuously studied and probably is multifactorial. The objective of this work was to detect and characterize potentially APEC isolates in BC creations. For that, it were collected cloacal and oropharyngeal samples of 250 BC, from seven small properties from Ribeirão Preto - SP. Of the 500 samples, 69 positive E. coli isolates were obtained for at least 5 characteristic genes of APEC. These isolates were submitted to PCR for detection of 11 more virulence genes, resulting in a high prevalence of them. The test of inoculation in one day-old chicks revealed that 49 of these isolates had high and/or intermediate pathogenicity. All isolates were also submitted to the susceptibility testing on 17 antimicrobials, and showed resistance to at least one antimicrobial agent, but the most of them (79.7%) had a multiresistance profile. In addition, phylogenetic analysis was performed and 53.6% of the isolates belonged to B2 group, which has already been described as the group harboring isolates that cause extraintestinal infections. In pulsified gel electrophoresis analysis (PFGE), it was detected a high heterogeneity of pulse types among the APEC isolates and only one sample was non-typable for XbaI enzyme. Furthermore, 15 serogroups were identified among the isolates, and O8 was the most frequent (23.2%). The results obtained in this study demonstrated that BC are APEC reservoirs with zoonotic potential, multiresistant to antimicrobials, potentially pathogenic to birds and carrying a large number of virulence genes, which represents a high risk for chickens and also humans who have contact with these animals or consume food derived from them.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectExPEC-
Palavras-chave: dc.subjectMultirresistência-
Palavras-chave: dc.subjectPatogenicidade-
Palavras-chave: dc.subjectPotencial zoonótico-
Palavras-chave: dc.subjectVirulência-
Título: dc.titleDetecção e caracterização de Escherichia coli patogênica para aves (APEC) em criações de galinhas de fundo de quintal-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.