Validação de um modelo de indução de cárie in vitro e avaliação de um enxaguatório bucal contendo óleo essencial de Croton doctoris S. Moore na desmineralização do esmalte e na composição do biofilme polimicrobiano

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAlbuquerque, Yasmin Etienne-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:02:50Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:02:50Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-12-09-
Data de envio: dc.date.issued2016-12-09-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-12-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/145501-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/145501-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo-
Descrição: dc.descriptionConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências Odontológicas - FOAR-
Descrição: dc.descriptionThe aim of this work was to validatean in vitro caries induction model and use it to evaluate the antimicrobial activity of a mouthrinsecontaining Croton doctorisessential oil.Studies were performed with polymicrobial biofilmdeveloped on the surface of enamel bovine blocks. The blocks were subjected to a semi-continuous regimenof sucrose exposure, in which differentvariables were evaluated. The following parameters were studied:biofilm bacterial concentrationand acidogenicity and percentageof enamel hardnessloss.The essential oil was obtained by hydrodistillation and its minimum inhibitory concentration (MIC) and minimumbactericidal concentration (MBC)were determined by broth microdilution. The developed modelwas applied to test a mouthwashcontaining essential oil at CIM concentration.A mouthwash without essential oil and chlorhexidine digluconate0.12% (CHX) were used, respectively, as negative and positive control. It was established a cariogenic regimenwith 0.5% sucrose and exposure to the treatment solutions for fourdays.The MIC/MBCof the essential oil andCHX were, respectively, 0.625%/1.250% and0.004%/0.008%.There were no significant statistically difference between themouthwash with essential oil action and the negative control in all parameters evaluated (p> 0.05). CHX showed significant differences from control(p <0.001). Using the validated model, it can be concludedthat the incorporation of C.doctorisessential oil to a mouthwash at CIM, is not effective in controlling polymicrobial biofilms growth and enamel desmineralization. 520-
Descrição: dc.descriptionO objetivo deste trabalho foivalidar um modelo de indução de cárie in vitro e utilizá-lo para avaliar a atividade antimicrobiana de um enxaguatório bucal contendo óleo essencial de Croton doctoris. Foram realizados estudos com biofilme polimicrobiano desenvolvido na superfície de blocos de esmalte de dentes bovinos. Os blocos foram submetidos a um regime semi-contínuo de exposição à sacarose, no qual as variáveis estabelecidas foram avaliadas de acordo com os resultados de concentração bacteriana nos biofilmes formados, com a acidogenicidade do biofilme e percentual de perda de dureza do esmalte. O óleo essencial foi obtido através da hidrodestilação e suas concentrações inibitória mínima (CIM) e bactericida mínima (CBM) foram determinadas através da técnica de microdiluição em caldo. O enxaguatório bucal contendo óleo essencial em concentração equivalente a CIM foi empregado no modelo desenvolvido. Um enxaguatório bucal sem óleo essencial e digluconato de clorexidina 0,12% (CHX) foram utilizados, respectivamente, como controle negativo e positivo. Ficou estabelecido um regime cariogênico com 0,5% de sacarose e exposição às soluções de tratamento por quatro dias. As CIM/CBM do óleo essencial e CHX foram, respectivamente, 0,625%/1,250% and 0,004%/0,008%. A ação do enxaguatório bucal com óleo essencial foi estatisticamente semelhante ao controle negativo em todas as avaliações (p>0,05), ao contrário da CHX (p<0,001). Conclui-se, através do modelo validado, que o óleo essencial de C. doctoris, quando incorporado em enxaguatório em concentração equivalente à CIM, não é eficaz no 12 controle do crescimento de biofilmes polimicrobianos e da desmineralização do esmalte dentário.-
Formato: dc.format91f. : il-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Título: dc.titleValidação de um modelo de indução de cárie in vitro e avaliação de um enxaguatório bucal contendo óleo essencial de Croton doctoris S. Moore na desmineralização do esmalte e na composição do biofilme polimicrobiano-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.