Influência de diferentes protocolos de limpeza e momento do condicionamento ácido sobre a interface adesiva e resistência de união do sistema adesivo na dentina impregnada com diferentes cimentos endodonticos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorVictorino, Keli Regina-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:00:39Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:00:39Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-11-29-
Data de envio: dc.date.issued2016-11-29-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-19-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/144727-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/144727-
Descrição: dc.descriptionConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)-
Descrição: dc.descriptionCNPq: 145928/2014-4-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Odontologia - FOAR-
Descrição: dc.descriptionO objetivo dos estudos são avaliar a capacidade de limpeza superfie dentinaria impregnada por AH Plus e MTA Fillapex, proporcionada pelo etanol a 95,0% (E) ou xilol (X) e seus efeitos sobre a interface adesiva e resistência de união do sistema adesivo etch-and-rinse, com condicionamento ácido (CA) imediato (I) ou após 7 dias (T). Publicação 1: Cinquenta espécimes de coroas de incisivos bovinos foram impregnados com o cimento e divididos em quatro grupos (n=10): G1(EICA), E e CA imediato; G2(XICA), X e CA imediato; G3(ETCA), E e CA após 7 dias e G4(XTCA), X e CA após 7 dias e G5(controle), CA imediato. Escores foram atribuídos, em relação à persistência de resíduos na dentina, por análises em MEV(500X). Cinquenta fragmentos foram preparados, restaurados com resina composta e obtidas imagens em microscopia confocal laser (1024X), para avaliar a formação de camada hibrida, mensurada no Image J. Cinquenta fragmentos foram igualmente preparados e submetidos ao teste de microcisalhamento para avaliar os efeitos sobre a resistência de união do sistema adesivo etch-and-rinse na dentina. Em relação à persistência de resíduos, G1 e G2 apresentaram maiores valores que G3 e G4 (P<0,05). Entre G1 e G2 ou G3 e G4 não houve diferença (P>0,05). Em relação à interface adesiva, a extensão da formação da camada hibrida foi G5>G4=G3=G2=G1. Em relação à resistência de união do sistema adesivo G5=G4 e G4=G2 (P=0,05), porém G5>G2 (P<0,05) e G1=G2=G3 (P>0,05). Publicação 2: Cinquenta espécimes de coroas de incisivos bovinos foram impregnados com o cimento e divididos em quatro grupos (n=10): G1(EICA), E e CA imediato; G2(XICA), X e CA imediato; G3(ETCA), E e CA após 7 dias e G4(XTCA), X e CA após 7 dias e G5(controle), CA imediato. Escores foram atribuídos, em relação à persistência de resíduos na dentina, por análises em MEV(500X). Cinquenta fragmentos foram preparados, restaurados com resina composta e obtidas imagens em microscopia confocal laser (1024X), para avaliar a formação de camada hibrida, mensurada no Image J. Cinquenta fragmentos foram igualmente preparados e submetidos ao teste de microcisalhamento para avaliar os efeitos sobre a resistência de união do sistema adesivo etch-and-rinse na dentina. Em relação à persistência de resíduos, G4=G3=G2=G1 (P > 0,05), G4=G3=G2=G1>G5 (P < 0,05). Em relação à interface adesiva, a extensão da formação da camada hibrida foi G3>G1=G2=G4 (P<0,05). Em relação à resistência de união do sistema adesivo G5>G2 e G5>G4 (P<0,05 ). Conclusão: A limpeza da dentina previamente impregnada com AH Plus, com o xilol e o condicionamento ácido com ácido fosfórico a 37%, após 7 dias, proporciona menor persistência de resíduos e não interfere na resistência de união do sistema adesivo, tipo condiciona-e-lava, apesar da extensão da camada hibrida formada ser similar aos dos demais protocolos. Já a limpeza da superficie dentinária impregnada com MTA semelhantes entre si, independentemente do protocolo utilizado, o uso do etanol e condicionamento ácido após 7 dias foi o protocolo que menos interferiu sobre a interface adesiva e na resistência de união.-
Descrição: dc.descriptionThe aim was to evaluate the cleaning protocol in dentin impregnated with different endodontic sealers using 95% ethanol (E) or xylol (X) and its effects on adhesive interface and on bond strength of etch-and-rinse adhesive system when the acid etching (AE) was immediately (I) carried out or 7 days delay (D).Publication 1:Fifty bovine incisors specimens were impregnated with epoxy resin-based sealer (AH Plus) sealer and divided into four groups (n = 10): G1 (EIAE); G2 (XIAE); G3 (EDAE); G4 (XDAE) and G5 (control, IAE). The persistence of residues was evaluated using scores by SEM (500X). Fifty fragments were prepared similarly as described before, restored with composite resin and subjected to laser confocal microscopy (1024X). The hybrid layer formation was measured using Image J program. Another fifty fragments were similarly prepared and submitted to microshear bond test to access the bond strength of etch-and-rinse adhesive system to dentin.Regarding the persistence of residues, G1 and G2 presented higher values than G3 and G4 (P<0.05). No statistical difference was found between G1 and G2 or G3 and G4 (P>0.05). Regarding the adhesive interface, the extend of hybrid layer formation G5>G4=G3=G2=G1.Regarding the bond strength of adhesive system: G5=G4 and G4=G2 (P=0.05), however G5>G2 (P<0.05) and G1=G2=G3 (P>0.05).Publication 2: Fifty bovine crown specimens were impregnated with mineral trioxide aggregate-based (MTA) sealer and divided into four groups (n = 10): G1 (EIAE); G2 (XIAE); G3 (EDAE); G4 (XDAE) and G5 (control, IAE). The residues persistence using scores by SEM (500x). Fifty fragments were prepared similarly as described before and subjected to laser confocal microscopy (1024X). The hybrid layer formation was measured using Image J program. Fifty fragments were similarly prepared and submitted to microshear bond test to access the bond strength of etch-and-rinse adhesive system to dentin. Regarding the persistence of residues, G4=G3=G2=G1 (P>0.05), G4=G3=G2=G1>G5 (P< 0.05). Regarding the adhesive interface, the extend of hybrid layer formation G3>G1=G2=G4 (P<0.05). Regarding the bond strength G5>G2 e G5>G4 (P<0.05). Conclusion: The cleaning protocol in dentin impregnated with AH Plus using xylol and acid etching after 7 days presented lower persistence of residues and did not interfere on the bond strength of the adhesive system, despite of the extension of the formed hybrid layer was similar to the other protocols. The cleaning protocols in dentin impregnated with MTA were similar to each other, regardless of the cleaning protocol used, the use of ethanol and acid etching after 7 days was the protocol that least affected on the adhesive interface and the bond strength.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectAdesivos dentinários-
Palavras-chave: dc.subjectEndodontia-
Palavras-chave: dc.subjectSolventes-
Palavras-chave: dc.subjectDentin-Bonding Agents-
Palavras-chave: dc.subjectEndodontics-
Palavras-chave: dc.subjectSolvents-
Título: dc.titleInfluência de diferentes protocolos de limpeza e momento do condicionamento ácido sobre a interface adesiva e resistência de união do sistema adesivo na dentina impregnada com diferentes cimentos endodonticos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.