Efeitos da suplementação de β-alanina sobre a potência anaeróbia, habilidade de esforços repetidos e desempenho no polo aquático

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorBrisola, Gabriel Motta Pinheiro-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T23:00:45Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T23:00:45Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-11-24-
Data de envio: dc.date.issued2016-11-24-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/144686-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/144686-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionProcesso FAPESP: 2014/02186-7-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências da Motricidade - IBRC-
Descrição: dc.descriptionO objetivo geral do presente trabalho foi verificar o potencial ergogênico da suplementação por 4 semanas de β-alanina sobre a potência anaeróbia, habilidade de esforços repetidos e desempenho no polo aquático. 22 jogadores de elite do sexo masculino (média±dp: idade = 18±4 anos, peso = 78,5±9,5 kg e altura = 1,79±0,06 m) participaram do estudo, que foi conduzido de modo randomizado, duplo cego e placebo controlado. Os participantes foram divididos em dois grupos (β-alanina e placebo) de 11 atletas cada e foram submetidos a testes específicos (teste de habilidade de esforços repetidos (RSA) e teste máximo de 30s de salto sob o gol (30CJ)) e semi-específicos (teste de 30s máximo em nado atado (30ATADO), teste máximo de 3 minutos (All Out 3min), teste incremental máximo (GXTATADO) e performance de 200m em nado crawl (P200m)) para a modalidade e um jogo simulado para possibilitar o rastreamento das atividades realizadas por meio de filmagem. As avaliações ocorreram pré e após o período de suplementação (4 semanas). Não foram encontrados efeitos significativos de interação entre os grupos para nenhuma variável do presente estudo. No entanto, alguns ligeiros indícios de melhora com a suplementação de β-alanina foram encontrados como: (1) melhora significativa entre os momentos (pré × pós) no número total de sprints durante o jogo simulado de polo aquático; (2) efeito provavelmente benéfico (análise de inferência baseada na magnitude) para o tempo médio, pior tempo e tempo total na primeira série do teste de RSA (RSA1); (3) melhora significativa entre os momentos na força média e integral de força durante o teste 30ATADO e na P200m; (4) melhora significativa entre os momentos na força pico no teste GXTATADO. Portanto, conclui-se que a suplementação por 4 semanas de β-alanina pode promover apenas melhorar ligeiramente alguns parâmetros relacionados a habilidade de nado no polo aquático como número total de sprints em jogo simulado, tempo médio, pior tempo e tempo total no teste de RSA, força média e integral de força no 30ATADO, P200m e força crítica no GXTATADO.-
Descrição: dc.descriptionThe overall aim of this study was to investigate the ergogenic effect of 4 weeks β-alanine supplementation on the anaerobic power, ability to performed repeated efforts and performance of water polo. 22 male elite players (mean±SD age = 18±4 years, weight = 78.5±9.5 kg and height = 1.79±0.06 m) participated in the study, which was conducted in order randomized, double blind and placebo controlled. Participants were divided into two groups (β-alanine and placebo) of 11 athletes each and were subjected to specific tests (repeated sprint ability test (RSA) and maximum 30s jump under the goal test (30CJ)) and semi-specific (30s maximal test in tethered swimming (30TS), maximal 3 min effort (AllOut-3min), tethered swimming graded exercise test (GXTTS) and 200m in front crawl (P200m)) for the modality and a simulated game to enable tracking of the activities carried out by video record. Assessments occurred before and after the supplementation period (4 weeks). There were no significant interaction effects between the groups for any variable of this study. However, some slight improvement indications with β-alanine supplementation were found to: (1) significant improvement between moments (pre × post) the total number of sprints during the simulated game water polo; (2) probably beneficial effect (magnitude-based inference analysis) for the mean time, worst time and total time in the first series of the RSA test (RSA1); (3) significant improvement between moments for mean force and integral of force during the 30TS and P200m; (4) significant improvement between moments for peak power at GXTTS. Therefore, it is concluded that supplementation for 4 weeks of β-alanine can promote only slightly improve some parameters related to swimming ability in water polo as total number of sprints in simulated game, mean time, worst time and total time on test RSA, mean and integral of force in 30TS, P200m and critical force in GXTTS.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectCarnosina-
Palavras-chave: dc.subjectNado Atado-
Palavras-chave: dc.subjectDesempenho Anaeróbio-
Palavras-chave: dc.subjectEsporte coletivo-
Palavras-chave: dc.subjectNado atado-
Palavras-chave: dc.subjectDesempenho anaeróbio-
Palavras-chave: dc.subjectAnaerobic performance-
Palavras-chave: dc.subjectCarnosine-
Palavras-chave: dc.subjectTeam sport-
Palavras-chave: dc.subjectTethered swim-
Título: dc.titleEfeitos da suplementação de β-alanina sobre a potência anaeróbia, habilidade de esforços repetidos e desempenho no polo aquático-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.