Relação entre índice de massa corpórea e pressão arterial nas participantes do evento terceira idade: 10 anos na FCT/Unesp

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorNovo, Flavia Castelo-
Autor(es): dc.creatorFreitas, Danielle Bisali de-
Autor(es): dc.creatorIartelli, Isabele-
Autor(es): dc.creatorConverso, Maria Estelita Rojas-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:57:48Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:57:48Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-01-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-01-
Data de envio: dc.date.issued2005-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.unesp.br/proex/programas/pcct_3congresso.php-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/143645-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/143645-
Descrição: dc.descriptionAs doenças cardiovasculares apresentam vários fatores de risco, entre eles estão a obesidade (doença crônica caracterizada pelo exagerado acúmulo de gordura a ponto de comprometer a saúde) e a hipertensão arterial (caracterizada pela elevação persistente da pressão sangüínea) os quais têm sido muito estudados atualmente devido ao seu considerável aumento em todo o mundo. A morbi-mortalidade dos indivíduos portares destes fatores de risco é muito aumentada, e devido a isso a detecção de sua prevalência é muito importante. verificar se existe relação entre sobrepeso, obesidade e obesidade extrema com hipertensão arterial nas participantes do evento Terceira Idade: 10 anos na FCT/UNESP , realizado no período de 01 a 03 de junho de 2005. A obesidade foi verificada pelo índice de massa corpórea (IMC), calculado pela equação: peso corporal (Kg) / altura (m2), sendo considerado normal IMC entre 18,5 a 24,9, sobrepeso IMC entre 25 a 29,9, obeso IMC entre 30 a 34,9, extremamente obeso IMC entre 35 a 39,9 e obesidade mórbida IMC maior ou igual a 40. A hipertensão arterial foi verificada pela aferição da pressão arterial (PA) sendo considerado hipertensão arterial valores de 140 x 90 mmHg ou acima. No evento foram realizadas palestras e distribuídos folderes de orientação sobre a prevenção e controle de peso e pressão arterial. Estatística descritiva foi utilizada para analise dos dados. dos 250 participantes do evento foram avaliados IMC e PA em 29 indivíduos, sendo 28 mulheres e 1 homem. Os resultados demonstraram que em relação à pressão arterial 75,86% dos indivíduos avaliados foram considerados normais e 24,13% com possível hipertensão arterial. Em relação ao IMC 37,93% foram considerados normais, 34,48% com sobrepeso, 24,13% obeso e 3,44% extremamente obeso. Das pessoas com sobrepeso, obesidade e obesidade extrema (62,05%) 27,77% apresentaram pressão arterial acima dos valores considerados normais. Conclusão: Os resultados mostram uma alta prevalência (62,05%) de indivíduos com sobrepeso, obesidade e obesidade extrema na amostra estudada. Pode-se concluir que em um numero significativo de indivíduos houve relação entre sobrepeso, obesidade e obesidade extrema com hipertensão arterial, o que reforça a necessidade de programas preventivos e orientação à população idosa em relação aos fatores de risco das doenças cardiovasculares. Novos eventos devem ser organizados enfocando esse tema.-
Formato: dc.format234-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relationCongresso de Extensão Universitária-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Título: dc.titleRelação entre índice de massa corpórea e pressão arterial nas participantes do evento terceira idade: 10 anos na FCT/Unesp-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.