Projeto rede nacional: oficinas de sexualidade para adolescentes

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorNishigiri, Wagner Hideki-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:57:40Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:57:40Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-01-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-01-
Data de envio: dc.date.issued2005-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.unesp.br/proex/programas/pcct_3congresso.php-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/143590-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/143590-
Descrição: dc.descriptionAs oficinas de sexualidade estão sendo realizadas desde Setembro de 2004 na sede da Legião Mirim, um projeto social que atende adolescentes entre 14 e 17 anos de idade e cujo objetivo é possibilitar a inclusão social por meio de oficinas diversas e encaminhamento para o mercado de trabalho. Através das oficinas de sexualidade busca-se aplicar os conhecimentos em psicologia ao desenvolvimento social. Profilaxia e prevenção de DST, AIDS e gravidez na adolescência. Criar e fortalecer um vínculo entre o grupo para que as trocas de experiências sejam facilitadas. Informar os jovens e proporcionar- lhes um espaço em que possam discutir e refletir sobre o tema, assim como esclarecer dúvidas. Possibilitar a auto- valorização, bem como estimulá-los a serem conscientes de suas decisões e das respectivas conseqüências. São realizados encontros semanais com a duração de duas horas. Nos encontros ocorrem dinâmicas de grupo, bate-papos e palestras sobre temas que povoam o universo dos adolescentes. Há a exibição de filmes, seguida de discussões, para possibilitar que o grupo entre em contato com novas experiências. Com o decorrer dos encontros nota-se o fortalecimento do vínculo entre o grupo. Os adolescentes vêm se expressando com maior auto- confiança e naturalidade. O grupo passou a desenvolver um pensamento crítico e a estabelecer planos para o futuro. Com isso pode-se inferir que os objetivos estão sendo alcançados gradativamente e que o trabalho mostra-se relevante para o bem estar da comunidade e para a saúde pública.-
Formato: dc.format229-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relationCongresso de Extensão Universitária-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Título: dc.titleProjeto rede nacional: oficinas de sexualidade para adolescentes-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.