Avaliação da musculatura respiratória, qualidade de vida e do grau de ansiedade e de depressão em pacientes com forma crônica indeterminada de Doença de Chagas associada à hipertensão pulmonar

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSuman, Alicia Cristina-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:56:25Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:56:25Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-08-24-
Data de envio: dc.date.issued2016-08-24-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/143420-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/143420-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Doenças Tropicais - FMB-
Descrição: dc.descriptionA Doença de Chagas é uma doença progressiva e incapacitante, principalmente quando a função cardiopulmonar é acometida. É possível também que, esta associação esteja relacionada com a fraqueza muscular respiratória devido ao processo incapacitante, mostra alguns sintomas como, cansaço aos esforços e fadiga, que pode exacerbar-se quando associada à Hipertensão Pulmonar, e como sintomas inicias apresenta uma importante dispneia e considerável limitação nas atividades de vida diária. O presente estudo teve como objetivo avaliar a musculatura respiratória, qualidade de vida, perfil de ansiedade e depressão em pacientes com forma crônica indeterminada de Doença de Chagas associada à Hipertensão Pulmonar. Foram avaliados 107 pacientes, separados em três grupos: G1(grupo controle, n=08), G2 (grupo chagásico, n=93) e G3 (grupo chagásico sugestivo de hipertensão pulmonar, n=06). Todos os indivíduos foram submetidos à avaliação clínica, da espirometria pré e pós-broncodilatador, distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos, avaliação da musculatura respiratória através da mensuração da PImáx e PEmáx, avaliação do estado de saúde, por meio do Medical Outcomes Study 36 - item Short-Form Health Survey (SF - 36) e da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão. Os pacientes avaliados tinham idade média de 55 ± 8,8 anos, sendo 58 do sexo masculino (54%), 23 % eram tabagistas, em relação à classe funcional, 53 indivíduos do G2 estavam na classe funcional I e 5 indivíduos do G3 estavam na classe funcional II. Não houve diferença estatisticamente significante entre os três grupos estudados na avaliação da PImáx e PEmáx. Grupo 3 apresenta diferença estatisticamente significativa na distância real percorrida no teste de caminhada de seis minutos em relação ao grupo 1 e grupo 2; e para a distância prevista o G1 (p<0,05) foi estatisticamente significante em relação ao G3. Os valores espirométricos, avaliação da escala hospitalar e ansiedade e depressão- HAD e o questionário SF-36 não diferiram entre os grupos. Portanto, pacientes com a forma crônica indeterminada da doença de chagas associada à HP, não apresentam comprometimento significativo em relação à musculatura respiratória, espirometria e nas avaliações de qualidade de vida através da escala hospitalar de ansiedade e depressão e SF-36, porém na distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos mostrou-se com baixa tolerância ao exercício.-
Descrição: dc.descriptionChagas Disease is progressive and incapacitating, especially when cardiopulmonary function is affected. It may be related to respiratory muscular weakness due to an incapacitating process, causing such symptoms as: tiredness upon exertion and fatigue, which may be exacerbated when associated with Pulmonary Hypertension. The present study aimed to evaluate the respiratory musculature, quality of life, profile of anxiety and depression in patients with indeterminate chronic Chagas Disease associated with Pulmonary Hypertension. We evaluated 107 patients, separated into three groups: G1(control group, n=08), G2 (Chagastic group, n=93) and G3 (Chagastic group suggestive of Pulmonary Hypertension, n=06). All individuals were submitted to clinical evaluation, spirometry, six-minute walking test, evaluation of respiratory musculature by measurement of PImax and PEmax, evaluation health state and hospital scale of anxiety and depression. In the evaluation of PImax and PEmax, there was no statistically significant difference among the three groups studied. G3 differed statistically in the real distance covered in the six-minute walking test in relation to G1 and G2; and for the predicted distance, G1 (p<0.05) was statistically significant in relation to G3. The spirometric values, evaluation of the Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) and the SF-36 questionnaire did not differ among the groups. Therefore, patients with the indeterminate chronic form of Chagas Disease associated with PH, did not show significant impairment in relation to the variables studied, except for the six-minute walking test, which revealed low exercise tolerance.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectDoença de Chagas-
Palavras-chave: dc.subjectHipertensão pulmonar-
Palavras-chave: dc.subjectQualidade de vida-
Palavras-chave: dc.subjectMusculatura respiratória-
Palavras-chave: dc.subjectChagas Disease-
Palavras-chave: dc.subjectPulmonary hypertension-
Palavras-chave: dc.subjectQuality of life-
Palavras-chave: dc.subjectRespiratory musculature-
Título: dc.titleAvaliação da musculatura respiratória, qualidade de vida e do grau de ansiedade e de depressão em pacientes com forma crônica indeterminada de Doença de Chagas associada à hipertensão pulmonar-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.