O conhecimento de idosos sobre parasitoses em instituições não governamentais do município de Araçatuba, SP

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorLima, Fabiana Faria-
Autor(es): dc.creatorKoivisto, Marion Burkhardt-
Autor(es): dc.creatorPerri, Sílvia Helena Venturoli-
Autor(es): dc.creatorBresciani, Katia Denise Saraiva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:56:36Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:56:36Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-08-24-
Data de envio: dc.date.issued2016-08-24-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/17-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/143169-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/143169-
Descrição: dc.descriptionElderly population needs to be constantly informed in relation to zoonoses control. The present work was elaborated with the objective to evaluate the degree of knowledge of the elderly population related to parasitoses. One hundred and thirty four elderly people, from the institutions “Flor da Idade”, “Universidade da Terceira Idade (UNA)” and “Amigos da Terceira Idade”, were interviewed, through individual questionnaires being applied. From the statistical descriptive analysis, it was possible to verify that 67.16% (90/134) of the people responded that the worms from animals are transmitted to man. Among these, 34.44% (31/90) were not able to explain how, 10.00% (9/90) mentioned direct contact with dogs and cats and only 8.89% (8/90) mentioned urine and feces as the means of dissemination. When questioned about Leishmaniasis, 85.82% (115/134) declared to know what the disease is about, 77.61% (104/134) stated as the only preventive measure, the environmental cleaning, 20.90% (28/134) did not know anything and only 1.49% (2/134) mentioned the use of Citronella as a repellent. Related to the transmission, 93.68% (89/95) pointed the mosquito as the vector. In relation to toxoplasmosis, 78.36% (105/134) did not know the meaning and 86.57% (116/134) ignored the mean of dissemination. The results demonstrated the need for campaigns about the parasitical zoonoses with special attention to elderly people.-
Descrição: dc.descriptionLos adultos mayores necesitan de una constante concientización sobre el control de parásitos. Este trabajo tuvo como objetivo evaluar el grado de conocimiento de la Tercera Edad sobre conceptos relacionados con parasitosis. Fueron entrevistados 134 personas, pertenecientes a las instituciones Flor da Idade, Universidade da Tercera Idade (UNA) e Amigos da Terceira Idade, se les aplicó un cuestionario individual sobre esos temas. A partir del análisis estadístico descriptivo, se verificó que 67,2 % (90/134) de las personas respondieron que los “vermes” de los animales son transmitidos para el hombre. Entre ellos, 34,4% (31/90) no supieron explicar como, 10,0% (9/90) mencionaron el contacto direto con canes y gatos y solamente 8,9% (8/90) mencionaron la orina y las heces como medio de diseminación. Los mismos al ser argüidos sobre Leishmaniose, 85,8% (115/134) afirmaron saber de que se trataba la enfermedad, 77,6%(104/134) citaron como única medida preventiva la limpieza del medio ambiente, 20,9% (38/134) no supieron que responder y solamente 1,5% (2/134) indicaron el mosquito como vector. En cuanto a toxoplasmosis, 78,34% (105/134) no conocían su significado y 86,6% (116/134) ignoraban la forma de diseminación. Los resultados obtenidos muestran la necesidad de promover campañas de conscientización sobre el control de zoonoses parasitarias entre los adultos mayores.-
Descrição: dc.descriptionOs idosos necessitam de uma conscientização constante em relação ao controle de parasitoses. Este presente trabalho teve como objetivo avaliar o grau de conhecimento da Terceira Idade sobre conceitos relacionados a parasitoses. Foram entrevistadas 134 pessoas, pertencentes às instituições Flor da Idade, Universidade da Terceira Idade (UNA) e Amigos da Terceira Idade, sendo aplicado um questionário individual sobre estes temas. A partir da análise estatística descritiva, verificou-se que 67,2% (90/134) das pessoas responderam que os “vermes” dos animais são transmitidos para o homem. Destas, 34,4% (31/90) não souberam explicar como, 10,0% (9/90) mencionaram o contato direto com cães e gatos e somente 8,9% (8/90) citaram a urina e fezes como meio de disseminação. Ao serem argüidos quanto à Leishmaniose, 85,8% (115/134) afirmaram saber do que se trata a doença, 77,6% (104/134) citaram como única medida preventiva, a limpeza ambiental, 20,9% (28/134) não souberam dizer nada e apenas 1,5% (2/134) mencionaram o uso da Citronela como repelente. Em relação à transmissão, 93,7% (89/95) incriminaram o mosquito como vetor. No que se refere à toxoplasmose, 78,4% (105/134) não sabiam seu significado e 86,6% (116/134) ignoravam suas formas de disseminação. Os resultados obtidos comprovam a necessidade da promoção de campanhas de esclarecimento direcionadas aos idosos, abordando o controle de zoonoses parasitárias.-
Formato: dc.format77-85-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relationRevista Ciência em Extensão-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHuman aging-
Palavras-chave: dc.subjectElderly-
Palavras-chave: dc.subjectParasitoses-
Palavras-chave: dc.subjectAdultos mayores-
Palavras-chave: dc.subjectZoonoses-
Palavras-chave: dc.subjectEnvelhecimento humano-
Palavras-chave: dc.subjectIdosos-
Palavras-chave: dc.subjectParasitoses-
Título: dc.titleO conhecimento de idosos sobre parasitoses em instituições não governamentais do município de Araçatuba, SP-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.