O professor que os alunos do PARFOR da Unesp (2011-2014) guardam na memória: apontamentos para formação e atuação docente (educação infantil e Ensino Fundamental Ciclo I)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSilva, Marilda da-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:52:35Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:52:35Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-19-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-19-
Data de envio: dc.date.issued2014-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.unesp.br/portal#!/prograd/e-livros-prograd/-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/141711-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/141711-
Descrição: dc.descriptionA UNESP oferece o Curso de Pedagogia no âmbito do Programa Parfor em 5 de suas unidades: Faculdade de Ciências e Letras – Campus de Araraquara, Faculdade de Ciências – Campus Bauru, Faculdade de Filosofia e Ciências – Campus de Marília, Faculdade de Ciências e Tecnologia – Campus de Presidente Prudente e Instituto de Biociência, Letras e Ciências Exatas - Campus de São José do Rio Preto. É este o contexto institucional dos dados. As fontes são 98 redações intituladas O professor que eu guardo na memória produzidas por alunos do Parfor em 2011. A análise dos dados foi operada por meio da Análise de Conteúdo. Os dados trazem particularidades que devem ser levadas em conta por programas de formação inicial e continuada. Dentre muitas, uma delas diz respeito ao fato de que metodologias de ensino serão adequadas quando a relação social (relação professor/aluno) que exige sua aplicação for de boa qualidade. Ou seja: quando a relação professor–aluno for adequadamente ética. Sem deixar de lado, imprescindivelmente, a posição social de cada envolvido na relação social em questão. Para que isso seja mais bem compreendido valem os estudos sobre violência em meio escolar, sobretudo os que se dedicam a explicar a violência do professor contra o aluno (SILVA e SCARLATO, 2009; SILVA, SCARLATO E CARLINDO, 2010; SILVA E CARLINDO, 2009, 2012) que apontam que os professores também cometem violência contra o aluno, por vezes mais do que o aluno contra ele. Outra particularidade diz respeito ao fato dos sujeitos deste estudo serem professores com uma experiência em docência acima de três anos e também considerarem que elementos do campo da ética são imprescindíveis ao sucesso pedagógico do professor e, consequentemente, do aluno.-
Formato: dc.format5858-5868-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Publicador: dc.publisherPró-Reitoria de Graduação (PROGRAD UNESP)-
Relação: dc.relationCongresso Nacional de Formação de Professores-
Relação: dc.relationCongresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectPARFOR-
Palavras-chave: dc.subjectFormação continuada-
Palavras-chave: dc.subjectAtuação docente-
Título: dc.titleO professor que os alunos do PARFOR da Unesp (2011-2014) guardam na memória: apontamentos para formação e atuação docente (educação infantil e Ensino Fundamental Ciclo I)-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.