Importância da proteína na prevenção e retardo da sarcopenia em idosos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMartins, Lucélia Campos Aparecido-
Autor(es): dc.creatorMcLellan, Kátia Cristina Portero-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T22:51:35Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T22:51:35Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-07-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-07-
Data de envio: dc.date.issued2013-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=2127-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/141353-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/141353-
Descrição: dc.descriptionSarcopenia is a syndrome characterized by a progressive and generalized loss of skeletal muscle mass and strength that occurs with aging and is highly prevalent in elderly. Is associated with functional impairment, disability, falls, loss of independence, decreased quality of life and death in the elderly. Protein is considered a key nutrient in the elderly. The aim of this study was to review the literature on the importance of protein in the prevention and delay of sarcopenia in the elderly. Studies have indicated that the elderly are at increased risk of inadequate intake of protein. Protein intake greater than the amount requested is necessary to prevent negative nitrogen balance and may help in improving chronic tiredness. Experts recommend a protein intake for elderly ranging from 1.0 to 1.5 g / kg / day. Sarcopenia is a process mediated by numerous factors that indicate the need for adjustments in nutrient requirements with age. These adjustments mainly involve increased intake of protein of high biological value (HBV).-
Descrição: dc.descriptionA sarcopenia é uma síndrome caracterizada pela perda progressiva e generalizada da massa muscular esquelética e força que ocorre com o avanço da idade e apresenta alta prevalência entre os idosos. Está relacionada com o comprometimento funcional, incapacidade, quedas, perda da independência, piora da qualidade de vida e morte em idosos. A proteína é considerada nutriente-chave para a saúde do idoso. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão bibliográfica sobre a importância da proteína na prevenção e retardo da sarcopenia em idosos. Os estudos indicaram que os idosos apresentam risco elevado de ingestão inadequada de proteínas. Ingestão proteica maior que a quantidade requerida é necessária para evitar balanço nitrogenado negativo e pode ajudar na melhora do cansaço crônico. Recomenda-se que a ingestão proteica para idosos varie entre 1,0 a 1,5 g/kg/dia. A sarcopenia é um processo mediado por inúmeros fatores que indicam a necessidade de adequações nas exigências nutricionais com a idade. Estas adequações envolvem, principalmente, aumento na ingestão de proteínas de alto valor biológico (AVB).-
Formato: dc.format20-26-
Idioma: dc.languagept_BR-
Relação: dc.relationNutrição em Pauta-
Direitos: dc.rightsclosedAccess-
Palavras-chave: dc.subjectSarcopeny-
Palavras-chave: dc.subjectPotein-
Palavras-chave: dc.subjectQuality of life-
Palavras-chave: dc.subjectElderly-
Palavras-chave: dc.subjectSarcopenia-
Palavras-chave: dc.subjectProteína-
Palavras-chave: dc.subjectQualidade de vida-
Palavras-chave: dc.subjectIdoso-
Título: dc.titleImportância da proteína na prevenção e retardo da sarcopenia em idosos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.