Conhecimento e atitudes da área da saúde frente ao risco de contaminação por hepatites ao fazer as unhas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorBarboza, Ana Lucia Monaro-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:51:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:51:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-06-17-
Data de envio: dc.date.issued2015-06-17-
Data de envio: dc.date.issued2014-12-18-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/123661-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/11-06-2015/000831435.pdf-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/123661-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Saúde Coletiva - FMB-
Descrição: dc.descriptionViral Hepatitis B and C constitute a major public health problem worldwide and in Brazil, given their clinical features, high morbidity and mortality. These diseases are primarily parenterally transmitted, through contact with blood from infected individuals. Transmission can occur through cosmetic procedures that use needlestick materials, such as those involved in tattoos, piercings and manicure, due to lack of proper training or cleaning and sterilization. The goal of this study was to assess the knowledge of healthcare students on viral hepatitis, and the influence of their training on their attitude and preventive behavior when doing or having their nails done. This is an exploratory, cross-sectional, descriptive, analytical study, with a quanti-qualitative approach, developed in two stages, with nursing and medical female students from the Botucatu Medical School, UNESP. In the first stage, all first and last-year pre-graduate, female, nursing and medical students of the academic year 2013 completed a self-administered questionnaire. Their awareness and behavior regarding possible hepatitis virus contamination of manicure materials were assessed by means of association tests (chi-square) between first and last-year students. In all the tests, the significance level used was 5%. In the second stage of the study the approach was qualitative, with 24 last-year, nursing and medical female students, randomly invited to participate. The number of students from each course to be interviewed was determined by the saturation point. The mean ages of firstyear nursing and medical students were 19.8 and 20.1 years, respectively. The mean ages of fourth-year nursing students and sixth-year medical students were 22.4 and 24.7 years, respectively. Theoretical knowledge regarding hepatitis B and C was acquired throughout the academic training, whether concerning prevention, transmission or even definitions. Assessing the knowledge, attitude and ...-
Descrição: dc.descriptionAs Hepatites virais B e C representam um grande problema de saúde pública no mundo e no Brasil devido às características clínicas, alta morbidade e mortalidade. São doenças transmitidas principalmente por via parenteral, através do sangue de indivíduos contaminados. A transmissão pode-se dar mediante procedimentos estéticos que utilizam materiais perfurocortantes como tatuagens, piercings e material de manicure, se não tiver o devido preparo de limpeza e esterilização. O objetivo deste estudo foi analisar o conhecimento sobre hepatites virais e influencia da formação nas atitudes e práticas de prevenção relacionadas ao cuidado com as unhas entre alunas da área da saúde. Trata-se de um estudo exploratório, transversal, descritivo e analítico com abordagem quantiqualitativa desenvolvido em duas etapas com alunas do curso de Enfermagem e Medicina da Faculdade de Medicina de Botucatu/UNESP. Na primeira etapa todas as graduandas ingressantes e concluintes dos cursos de Medicina e Enfermagem, no ano letivo de 2013 responderam a um questionário auto preenchível. A avaliação de conhecimentos e atitudes em relação a contaminação por Hepatite foi feita por meio de testes de associação (qui-quadrado), entre as ingressantes e concluintes dos cursos. Em todos os testes foi utilizado o nível de significância de 5%. Na segunda etapa do estudo que empregou abordagem qualitativa, foram incluídas 24 alunas concluintes dos mesmos cursos, convidadas, de forma aleatória, a participar dessa etapa. A quantidade de alunas de cada curso a serem entrevistadas foi determinada pelo ponto de saturação. A idade média observada das alunas ingressantes do curso de enfermagem e medicina foi de 19,8 anos e 20,1 anos, respectivamente. Entre as do 4º ano de enfermagem foi de 22,4 anos e do 6º ano medicina foi 24,7 anos. O conhecimento teórico a respeito das Hepatites B e C foi incorporado ao longo da formação acadêmica, seja em ...-
Formato: dc.format133 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHepatite B-
Palavras-chave: dc.subjectHepatite C-
Palavras-chave: dc.subjectUnhas - Manifestações de doenças gerais-
Palavras-chave: dc.subjectManicure (Tecnica) Contaminação-
Palavras-chave: dc.subjectAvaliação de riscos de saude-
Palavras-chave: dc.subjectPessoal da area médica-
Palavras-chave: dc.subjectHealth risk assessment-
Palavras-chave: dc.subjectHepatitis C-
Palavras-chave: dc.subjectManicuring-
Título: dc.titleConhecimento e atitudes da área da saúde frente ao risco de contaminação por hepatites ao fazer as unhas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.