Exercício físico e funções cognitivas em pacientes com doença de Alzheimer: associação com BDNF e APOE

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAndrade, Larissa Pires de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:47:13Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:47:13Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2015-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2014-07-02-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/122131-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/122131-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências da Motricidade - IBRC-
Descrição: dc.descriptionThe high incidence of patients with Alzheimer's disease and its consequent social and economic impact, they grow the effort of researchers interested in scientific research with the application of progressively more refined methods such as biological markers. These markers may help to understand the mechanisms by which physical exercise, as an alternative non-pharmacological treatment, can help slow the progression of the disease. In this perspective, this study is structured in the form of two articles. The first aimed to examine possible changes in serum Brain Derived Neurotrophic levels of Factor (BDNF) after a multimodal exercise program, four months duration in patients with clinical diagnosis of Alzheimer's disease (AD) in mild and moderate stages of disease. The study included 29 patients with AD were divided into subgroups according to the score of clinical dementia rating (CDR). Patients who were in the mild stage were classified as CDR 1 and the moderate stage, as CDR 2 Thus, the following subgroups were formed: 1.) CDR1 group exercise n = 10; 2) CDR 2 group exercise n = 4; 3) CDR1 group socializing n = 6; 4) CDR 2 group socializing n = 9. All patients participated in a battery of assessments, including the following tests: Modified Baecke Questionnaire for Older Adults, Mini Mental State Examination; Montreal Cognitive Assessment; Clock Drawing Test, Geriatric Depression Scale, and conduct assessment of serum BDNF levels. After four months of interventions was observed that patients who were in the moderate stage of the disease, who were part of the exercise group showed increased serum levels of BDNF. Showing that this protocol can be favorable for patients with these clinical conditions. The second article proposed to analyze the effects of physical exercise on serum BDNF and cognitive function of AD patients, carriers and non-carriers of the ε4 allele of apolipoprotein E (APOE). Thus, the following groups were formed: 1)...-
Descrição: dc.descriptionA alta incidência de pacientes com doença de Alzheimer e seu consequente impacto social e econômico, fazem crescer o esforço de pesquisadores interessados na investigação científica com a aplicação de métodos progressivamente mais refinados, como os marcadores biológicos. Estes marcadores podem ajudar a compreender os mecanismos pelos quais o exercício físico, como uma alternativa de tratamento não farmacológica, pode contribuir para retardar a evolução da doença. Nesta perspectiva, esta tese foi estruturada em forma de dois artigos. O primeiro teve como objetivo verificar possíveis mudanças nos níveis séricos do fator neurotrófico derivado do cérebro (Brain Derived Neurotrophic Factor BDNF) após um programa de exercício multimodal, de quatro meses de duração, em pacientes com diagnóstico clínico de doença de Alzheimer (DA) nos estágios leve e moderado da doença. Participaram do estudo 29 pacientes com DA, divididos em subgrupos de acordo com o escore de avaliação clínica de demência (CDR). Os pacientes que estavam no estágio leve foram classificados como CDR 1 e no estágio moderado, como CDR 2. Assim, os seguintes subgrupos foram formados: 1) CDR1 grupo de exercício físico n=10; 2) CDR 2 grupo de exercício físico n=4; 3) CDR1 grupo de convívio social n=6; 4) CDR 2 grupo de convívio social n=9. Todos os pacientes participaram de uma bateria de avaliação, incluindo os seguintes testes: Questionário Baecke Modificado para Idosos, Mini Exame do Estado Mental; Montréal Cognitive Assessment; Teste do Desenho do Relógio, Escala de Depressão Geriátrica, além de realizarem avaliação sérica dos níveis de BDNF. Após quatro meses de intervenções foi observado que os pacientes que estavam no estágio moderado da doença, que fizeram parte grupo de exercício físico, tiveram aumento dos níveis séricos de BDNF. Mostrando que tal protocolo pode ser favorável para pacientes com estas condições...-
Formato: dc.format80 f. : tabs.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEducação física para deficientes-
Palavras-chave: dc.subjectEducação fisica para idosos-
Palavras-chave: dc.subjectAlzheimer, Doença de-
Palavras-chave: dc.subjectMarcadores biologicos-
Palavras-chave: dc.subjectExercícios físicos para idosos-
Palavras-chave: dc.subjectCognição na velhice-
Título: dc.titleExercício físico e funções cognitivas em pacientes com doença de Alzheimer: associação com BDNF e APOE-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.