Estudo contrastivo das emoções em expressões idiomáticas corporais do italiano e do português brasileiro: uma vertente cognitivista

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorBarbosa, Tailene Munhoz-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:47:09Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:47:09Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2015-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2014-07-14-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/122111-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/122111-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE-
Descrição: dc.descriptionThis research aims to study idiomatic expressions (IEs) which were created from some lexical units that, in some way, allude to the body and are linked to the semantic field of emotions, by contrasting Italian with Brazilian Portuguese. Metaphor and metonymy processes are implied in the conceptualization of emotion, which reveal cultural patterns. In such context, we aim to investigate in which way the emotional concepts are represented in Italian in contrast to Brazilian Portuguese, through metaphors and metonymies implied in the IEs that originated them, trying to identify equalities, similarities and differences. Thus, we hypothesize that emotions would not be only associated to the lexical field of heart as it was conventionally established in occidental cultures, but that they could also comprehend other lexical units, which on the human body. The objective of this study was pursued based on theoretical conjectures of Lexicology, Lexicography, Phraseology and mainly Cognitive Semantics, due to the cognitive approach used in this research. The main theoretical references and methodology that led this research were Dirven (2003), Enfield and Wierzbicka (2002), Kövecses (2000, 2005, 2010), Lakoff (1987) and Lakoff and Johnson (2002). To structure the corpus, the data analyzed was verified using monolingual dictionaries in Italian and general dictionaries of Brazilian Portuguese. In addition, the web was used as textual basis. In order to easily compare the idiomatic expressions between the languages, they were organized in a corpus – a repertory of body IEs – according to onomasiologic view. Furthermore, image schemas were studied, emphasizing metaphoric and metonymic models implied in IEs, and consequently, to emotional concepts-
Descrição: dc.descriptionO propósito desta pesquisa é estudar as expressões idiomáticas (EIs) que foram criadas a partir de unidades lexicais que, de algum modo, aludem ao corpo e que tem relação com o campo semântico das emoções, de forma a contrastar o italiano com o português (na variante brasileira). Entende-se que os processos metafóricos e metonímicos estão subjacentes à conceptualização das emoções, os quais revelam modelos culturais. Nesse contexto, objetiva-se investigar de que forma os conceitos emocionais são representados no italiano em contraste com o português do Brasil (PB), por meio de metáforas e metonímias subjacentes às EIs que lhes deram origem, tentando identificar igualdades, semelhanças e diferenças. Para tanto, partiu-se da hipótese de que as emoções não estariam só associadas ao campo lexical coração, tal como convencionalmente foi estabelecido nas culturas ocidentais, mas que poderiam abranger outras unidades lexicais, as quais relativas ao corpo humano. O objetivo é perseguido à luz dos pressupostos teóricos da Lexicologia, da Lexicografia, da Fraseologia e principalmente da Semântica Cognitiva, dada a abordagem cognitiva que esta pesquisa tem. Assim, as principais referências teóricas e metodológicas que conduziram o presente trabalho foram Dirven (2003), Enfield e Wierzbicka (2002), Kövecses (2000, 2005, 2010), Lakoff (1987) e Lakoff e Johnson (2002). Para a constituição do corpus, os dados analisados foram levantados em dicionários monolíngues de língua geral do italiano e em dicionários gerais do PB, bem como se servindo da web como base textual. Para facilitar a comparação das expressões idiomáticas entre as duas línguas, organizou-se o corpus construído – um repertório de EIs corporais – segundo uma perspectiva onomasiológica. A partir disso, analisaram-se os esquemas de imagens, com ênfase em modelos metafóricos e metonímicos, subjacentes às EIs e, consequentemente, aos ...-
Formato: dc.format197 f. : il. color.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectLinguística-
Palavras-chave: dc.subjectAnálise linguística (Linguística)-
Palavras-chave: dc.subjectFraseologia-
Palavras-chave: dc.subjectSemantica-
Palavras-chave: dc.subjectCognição-
Palavras-chave: dc.subjectEmoções-
Palavras-chave: dc.subjectLíngua portuguesa - Brasil - Expressões idiomáticas-
Palavras-chave: dc.subjectLingua italiana - Expressões idiomáticas-
Palavras-chave: dc.subjectLinguistic analysis (Linguistics)-
Título: dc.titleEstudo contrastivo das emoções em expressões idiomáticas corporais do italiano e do português brasileiro: uma vertente cognitivista-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.