Microalgas na Produção de Biodiesel: Extração e Composição Lipídica

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSoares, Lucas Ferrari Granado-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:45:16Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:45:16Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2010-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/121348-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/121348-
Descrição: dc.descriptionThe uninterrupted rise in emission of greenhouse gases open way to the use of biofuels, due to politics that focus on fuel safe, clean and renewable. The use of microalgae for biodiesel production has been described as one of the most promising sources of biomass for biofuels. The aim of this study was to evaluate the extraction and lipid profile of the microalgae Dunaliella tertiolecta, Isochrysis galbana and Tetraselsim gracilis. The extractions were performed with solvents chloroform /methanol and petroleum ether. The lipid profile was analyzed by gas chromatography after transesterification.The petroleum ether showed more efficiency in the extraction, the best result obtained was in the microalgae D. tertiolecta with 19.52% of lipid. The lipid profile analysis indicated a biodiesel stable to oxidation and elevated viscosity-
Descrição: dc.descriptionO contínuo aumento na emissão de gases de efeito estufa cedeu espaço para o uso de biocombustíveis, devido a políticas que focam em combustíveis seguros, limpos e renováveis. A utilização de microalgas para a produção de biodiesel tem sido descrita como uma das mais promissoras fontes de biomassa para biocombustíveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar a extração e o perfil lipídico das microalgas Dunaliella tertiolecta, Isochrysis galbana e Tetraselsim gracilis. As extrações foram realizadas com os solventes clomofórmio/metanol e éter de petróleo. O perfil lipídico foi analisado em cromatógrafo gasoso após transesterificação. O éter de petróleo mostrou-se mais eficiente nas extrações, sendo o melhor resultado obtido na microalga D. tertiolecta com 19,52% de lipídio. A análise do perfil lipídico indicou um biodiesel estável à oxidação e viscosidade elevada-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMicroalga - Cultivo-
Palavras-chave: dc.subjectBiodiesel-
Palavras-chave: dc.subjectProdução mineral-
Título: dc.titleMicroalgas na Produção de Biodiesel: Extração e Composição Lipídica-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.