Padronização e validação de uma equação para determinação do volume corporal em ratos winstar saudáveis e sedentários com idade entre 60 e 240 dias

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorScariot, Pedro Paulo Menezes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:44:31Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:44:31Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/121094-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/121094-
Descrição: dc.descriptionA determinação da composição corporal pode ser utilizada para evidenciar diversos fatores entre eles a dieta, o uso de drogas, a incidência de patologias, diferenças genética, nível de treinamento, gênero e idade. No modelo de natação para ratos a composição corporal pode ter um papel determinante na intensidade de exercício, uma vez que os animais utilizados podem apresentar diferentes densidades corporais. Nesse sentido, o objetivo do presente projeto baseia-se na possibilidade de desenvolver uma equação para estimar o volume corporal de ratos sedentários a partir da relação linear entre peso e volume corporais (r=1,00) encontrada em estudos anteriores. Dessa forma, tornando prático e viável o uso da densidade corporal para precisa determinação da intensidade de exercício em estudos que utilizam a natação como ergômetro de exercício animal. Para isso serão utilizados 105 Rattus norvegicus albinus da linhagem Wistar, os quais serão avaliados em um estudo longitudinal que consiste em avaliações a cada 30 dias, a partir dos 60 até 240 dias de idade, para a determinação do volume corporal através de pesagens hidrostáticas, do índice de lee e análise da composição química da carcaça. Com isso, espera-se poder derivar uma equação para estimar o volume corporal dentro de toda a faixa de idade utilizada ou, no caso não seja encontrada uma relação linear entre peso e volume corporais entre ratos de diferentes idades, o desenvolvimento de várias equações para estimar o volume corporal em faixas etárias. Além disso, a composição química da carcaça dos mais será determinada na tentativa de validar o método de pesagem hidrostática e buscar eventuais correlações entre os parâmetro corporais (volume corporal, peso corporal, índice de lee e densidade) e os componentes de gordura, massa magra, água e proteína dos animais-
Formato: dc.format66 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEducação física - Métodos estatísticos-
Palavras-chave: dc.subjectCorpo - Composição-
Palavras-chave: dc.subjectHidrostatica-
Palavras-chave: dc.subjectNatação - Treinamento-
Palavras-chave: dc.subjectPhysical education and training - Statistical methods-
Palavras-chave: dc.subjectBody composition-
Palavras-chave: dc.subjectHydrostatics-
Palavras-chave: dc.subjectSwimming - Training-
Título: dc.titlePadronização e validação de uma equação para determinação do volume corporal em ratos winstar saudáveis e sedentários com idade entre 60 e 240 dias-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.