Produção de PGE2 por células dendríticas mediante fagocitose de células apoptóticas infectadas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSaraiva, Amanda Correia-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:44:27Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:44:27Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2013-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/121060-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/121060-
Descrição: dc.descriptionA fagocitose de células apoptóticas é um processo dinâmico e de fundamental importância para homeostase dos tecidos após uma injúria. A fagocitose de células apoptóticas promove a síntese de mediadores anti-inflamatórios como PGE2, TGF-β e IL-10, podendo resultar na supressão da resposta imune do hospedeiro contra agentes infecciosos. Entretanto, um elegante estudo utilizando células apoptóticas infectadas demonstrou que a fagocitose destas células promove a geração não apenas de citocinas anti-inflamatórias como TGF-β mas também de IL-6 e IL-23, promovendo um efeito imunoestimulador, a diferenciação de células Th17. A atuação da PGE2 na imunidade adaptativa vem sendo investigada quanto à diferenciação e ativação de linfócitos Th1, Treg e Th17. Os resultados aqui apresentados demonstram que o protocolo de diferenciação de células dendríticas utilizado foi capaz de gerar em torno de 85% de CD imaturas evidenciado pela expressão de um perfil fenotípico CD11c+CD11b+MHCIIlowCD80lowCD86low. Quanto à produção de PGE2, a fagocitose de AC+PAMP por células dendríticas foi capaz de induzir níveis elevados deste mediador lipídico nas diferentes proporções de células apoptóticas utilizadas. Os níveis de PGE2 encontrados no sobrenadante de cultura foi proporção dependente evidenciando uma relação direta entre fagocitose de AC+PAMP e a produção de PGE2. A fim de mimetizar a cinética da carga bacteriana durante uma infecção, ou seja, inicialmente uma menor carga bacteriana que tende a aumentar conforme ocorre a colonização, os animais foram inoculados com alta (high - 106 UFC de E. coli) e baixa (low - 105 UFC de E. coli) cargas bacterianas, gerando desta forma o que chamamos de AC+PAMPhigh e AC+PAMPlow, respectivamente. Os resultados aqui apresentados demonstram que diante de uma alta carga bacteriana há uma maior produção dos mediadores-
Formato: dc.format47 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectFagocitose-
Palavras-chave: dc.subjectApoptose-
Palavras-chave: dc.subjectCitocinas-
Palavras-chave: dc.subjectPhagocytosis-
Título: dc.titleProdução de PGE2 por células dendríticas mediante fagocitose de células apoptóticas infectadas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.