Otimização da extração alcalina com peróxido de hidrogênio em seqüência de branqueamento com aplicação de baixo fator kappa

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorPerez, Bárbara Barone-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:42:36Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:42:36Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/120534-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/120534-
Descrição: dc.descriptionThe new market, focused on sustainability and other environmental concerns, refers to innovations that seek alternative forms of production. In pulp and paper bleaching alternative reagents are studied, for example, hydrogen peroxide, in partial substitution of chlorine dioxide in order to reduce the formation of organochlorines. In this context, this study examined the burden of hydrogen peroxide (H2O2) on alkaline extraction stage (stage Ep) required for the bleaching of pulp with eucalyptus kraft pulp, pre-oxygen delignified to obtain equivalent brightness at 90 ± 0.5% ISO, as well as its effect on quality of pulp produced. The pulp was bleached by the sequence D(Ep)DP, with the application of factor kappa of 0.14 and varying the concentration of hydrogen peroxide in Ep stage three, five, seven and nine kilograms of reagent per ton of pulp absolutely drought. The final P stage was optimized with the use of six, nine and twelve pounds of hydrogen peroxide per ton of absolutely dry pulp to achieve the required brightness. The quality of the pulp produced was analyzed based on the kappa number, the brightness and the viscosity. The methods were performed according to standards set by the standard TAPPI (Technical Association of the Pulp and Paper Industry). The best result was obtained using the following D0Ep(7)D1P(6), which showed a viscosity of 19.9 cP, 89.6% ISO brightness, consumption of 94.9 kg / t of reagents and reagent costs of US$ 28.15, because it showed better pulp quality for a lower cost compared to the others. It was found that the greater the amount of hydrogen peroxide in alkaline extraction, the lower the kappa number and increased the amount of residual hydrogen peroxide. The higher the charge of hydrogen peroxide in Ep stage, the lower the need for hydrogen peroxide in the final P stage, reducing the cost of bleaching-
Descrição: dc.descriptionO novo mercado, focado na sustentabilidade e em outras questões ambientais, remete a inovações que busquem formas alternativas de produção. No setor de celulose e papel, reagentes de branqueamento alternativos são estudados, como exemplo, o peróxido de hidrogênio, na substituição parcial do dióxido de cloro, a fim de reduzir a formação de organoclorados. Neste contexto, o presente estudo analisou a carga de peróxido de hidrogênio (H2O2) no estágio de extração alcalina (estágio Ep) necessária para o branqueamento de uma polpa de celulose kraft de eucalipto, pré-deslignificada com oxigênio, para a obtenção de alvura equivalente a 90± 0,5% ISO, como também seu efeito na qualidade da polpa produzida. A polpa foi branqueada pela sequência D(Ep)DP, com a aplicação de fator kappa de 0,14 e foi variado o teor de peróxido de hidrogênio no estágio Ep em três, cinco, sete e nove quilogramas de reagente por tonelada de polpa absolutamente seca. O estágio P final foi otimizado com a utilização de seis, nove e doze quilogramas de peróxido de hidrogênio por tonelada de polpa absolutamente seca, para atingir a alvura requerida. A qualidade da polpa produzida foi analisada em função do número kappa, da alvura e da viscosidade. Os métodos foram realizados de acordo com os padrões estabelecidos pela norma TAPPI (Technical Association of the Pulp and Paper Industry). O melhor resultado foi obtido através da sequência D0Ep(7)D1P(6), que apresentou viscosidade de 19,9 cP, alvura de 89,6% ISO, consumo de 94,9 kg/t de reagentes e custo de reagentes de US$28,15, pois apresentou polpa de melhor qualidade para um menor custo em relação às demais. Foi verificado que, quanto maior a quantidade de peróxido de hidrogênio na extração alcalina, menor é o número kappa e maior a quantidade de residual de peróxido de hidrogênio. Quanto maior a carga de H2O2 no estágio ...-
Formato: dc.format49 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectPolpa de madeira - Branqueamento-
Palavras-chave: dc.subjectCelulose-
Palavras-chave: dc.subjectMateriais clareadores-
Palavras-chave: dc.subjectPeróxido de hidrogênio-
Palavras-chave: dc.subjectViscosidade-
Palavras-chave: dc.subjectTecnologia quimica-
Palavras-chave: dc.subjectWood-pulp - Bleaching-
Título: dc.titleOtimização da extração alcalina com peróxido de hidrogênio em seqüência de branqueamento com aplicação de baixo fator kappa-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.